Em 1916 o Corinthians venceu o título da LPF (Liga Paulista de Futebol), competição de clubes que formariam a segunda divisão do Campeonato Paulista de 1917. O campeonato da Liga Paulista de Futebol era considerado de segunda divisão, e, com dificuldades na organização, terminou antes do fim.

A competição, que deveria ter 26 jogos disputados por cada uma das 14 equipes, foi encerrada após poucas partidas disputadas porque a Liga Paulista de Futebol fechou as portas. O Corinthians, que liderava o torneio, foi declarado “campeão” tendo disputado oito jogos, menos de um terço da competição.

O campeonato paulista de primeira divisão era organizado pela Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA). A associação decidiu congregar os clubes da LPF, de nível inferior. Com os novos clubes, mais fracos, a APEA criou oficialmente a segunda divisão – exceção feita ao Corinthians que ingressou na primeira divisão do Paulista como convidado em 1917.

A primeira vez que o Corinthians disputou o Paulista da primeira divisão, oficialmente na época, for por convite.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Paulista_de_Futebol_-_S%C3%A9rie_A2

http://www.todopoderosotimao.com/p_titulos/paul_16.php

http://www.loucospelotimao.com/category/a-historia-do-corinthians/1916-voltar-a-traz/

A Federação Paulista de Futebol, organizadora do campeonato paulista desde 1941, faz confusão ao declarar duas equipes como campeãs paulistas em 1916. Oficializar dois campeonatos paulistas de primeira divisão, organizados e disputados ao mesmo tempo, não tem base na coerência. Mais: uma das competições sequer chegou à metade.

Portanto, além do campeonato paulista ter dois campeões da primeira divisão em 1916, uma das competições possuiu pouca ou nenhuma credibilidade para ter um campeão paulista declarado. A competição da Liga Paulista de Futebol realizada em 1916 deveria receber classificação inferior pelos motivos citados.

postado por Wender às 13:17
comente (0 /)

1910 - Fundado em meio a lampiões e teias de aranha em salão de cabeleireiros.
1914 - Campeão "Paulista" (só tinham times da cidade)
1915 – Faliu, fechou as portas ficou inativo neste ano.
1916 - Campeão Paulista da segundona em cima da "União Lapa" (Who???)
1922 - Campeão Paulista ao lado de potências como
Sírio e São Bento do Tatuapé
1923 - Campeão Paulista pela APEA (Sírio campeão pela LAF)
1924 - Campeão Paulista pela APEA (Germânia campeão pela LAF)
1928 - Campeão Paulista pela APEA (Internacional campeão pela LAF)
1929 - Campeão Paulista pela APEA (Paulistano campeão pela LAF)
1930 - Pela primeira vez, o modesto é campeão realmente, sem nenhuma outra liga paralela. Parabéns!
1937 - Após 7 anos de bronha, volta a ganhar o Paulista.
1938 - Novamente campeão com uma liga paralela ocorrendo (Sp Railway campeão da LPF)
1939 - Novamente campeão paulista paralelo, desta vez com o Hespanha
1941 - Finalmente, campeão paulista pela FPF!
Agora sim, um título digno de um time profissional!
(parou kkkkkkkkkkkk)
1950 - Após 9 anos de bronha, ganha o Rio-Sp
1951 - Campeão Paulista
1952 - Novamente campeão paulista
1953 - Campeão do Rio-Sp
1954 - Aqui o Corinthians morre, mas se despede com 1 Paulista e 1 Rio-Sp
1977 - Com a ajudinha de Ruy Rei e Paulo Egydio Martins, o Modesto quebra uma bronha de 23 anos sem ganhar NADA.
1979 - Campeão Paulista
Já na década de 80, o Corinthians vê seus rivais mais jovens campeões brasileiros e já terem disputado finais de libertadores, enquanto que ele continuava na mesma, só campeão paulista...
1982 - Campeão Paulista e segunda divisão no Brasileiro
1983 - Campeão Paulista
1987 - Vice do São Paulo (virou a mesa no meio do Paulistão com medo de cair) e ultimo colocado entre os 16 times no Brasileiro (rebaixado)
1988 - Novamente, só campeão paulista.
1990 - AAAAALELUIA, AAAAALELUIA, ALELUIA! ALELUIA!
ALELUUUUIAAAAAA! O modesto quebra o cabacinho nacional! Campeão Brasileiro!
1991 - Vexame pela Libertadores no Morumbi, eliminado pelo Boca e Vice do São Paulo (3x0).
1993 – Tirou as Palmeiras da fila.
1994 – Foi a gota dágua, eliminado pelos reservas do São Paulo em uma competição internacional.
1995 - Campeão Paulista em cima de um combalido Palmeiras.
1995 - Aqui, ocorre o último título corintiano ganho com as próprias pernas, Copa do Brasil.
1997 - Campeão Paulista (com a ajuda do Banco Excel)
1998 - Campeão Brasileiro (com a ajuda do Banco Excel)
1999 - Campeão Paulista e Brasileiro (com a ajuda do Banco Excel e da Hicks Muse)
2000 - Campeão "Mundial" Luciano do Valle (com a ajuda da Hicks Muse e da Traffic) e caiu no BR
2000- Penúltimo colocado no brasileiro. (24º colocado entre 25 times). Rebaixado.
2001 - Campeão Paulista (com a ajuda da Hicks Muse).
2002 - Campeão do Rio-Sp e da Copa do Brasil (com a ajuda da Hicks Muse).
2003 - Campeão Paulista (com a ajuda da Hicks Muse).
2004 – Só não caiu no Paulistinha graças ao Grafite. Faliu e se vendeu pra MSI.
2005 - Campeão do Zveitão (com a ajuda da MSI).
2006 - NADA.
2007 - CAI CAI BALÃO.
2008 - ÃO ÃO ÃO SEGUNDA DIVISÃO.
2009 - Paulisteca e Copa Kia do Brasil (a mais roubada).
2010 - Pipoca, pipoca em pleno 100 ter nada.
2011 - Tolima - tó limonada, fora traveco e pipoqueiro e Rogério 100.
2012 - ALELUIA. O time mais governamental pegou o passaporte!

Foi um breve resumo.
postado por Wender às 14:56
comente (0 /)

- 1910: São fundados copiando o nome do time inglês Corinthian Casuals (a matriz) que usa uniforme cor de rosa e chocolate até hoje. O time inglês disputa atualmente a 8º divisão da Inglaterra. Na origem do nome nota-se a falta de originalidade.

http://www.lancenet.com.br/corinthians/aniversario-LNET-Corinthian-Casuals-Timao_0_764923720.html

 

- 1910: O primeiro presidente foi um alfaiate (!).

http://www.meutimao.com.br/historia-do-corinthians/fatos-marcantes/os_presidentes_do_corinthians

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sport_Club_Corinthians_Paulista

 

- 1910: O primeiro uniforme era rosa em alusão ao time inglês. Há uma réplica do uniforme do time inglês no Memorial do Parque São Jorge. Era um bege rosado.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Evolu%C3%A7%C3%A3o_dos_uniformes_do_Sport_Club_Corinthians_Paulista

 

- 1910: A primeira sede foi um salão de cabeleireiros (!). Antigamente chamavam de barbearia. Atualmente, no mesmo endereço, há um movimentado centro de compras feminino.

http://www.campeoesdofutebol.com.br/hist_corinthians.html

 

- 1910: Desde a fundação já usaram oito tipos de escudos diferentes. Uma histórica falta de convicção, tradição e originalidade quanto ao símbolo que representa o clube. A "nação" que troca de bandeira toda hora. O escudo sofreu tantas alterações que hoje uns dizem parecer com despertador antigo, outros afirmam que lembra uma chupeta.

http://www.meutimao.com.br/historia-do-corinthians/fatos-marcantes/a_historia_dos_escudos_corinthianos

 

- 1913: Por imposição do presidente e da diretoria, trocam o uniforme rosa, contra a vontade da sua torcida, pelo bege para não distanciar muito a cor da camisa mãe do clube. Até hoje dizem que a primeira camisa foi bege tentando apagar sua história.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Evolu%C3%A7%C3%A3o_dos_uniformes_do_Sport_Club_Corinthians_Paulista

 

- 1914: Por discordarem da administração alguns sócios, dirigentes e jogadores se rebelam e deixam o clube. Por causa de dividas o clube deixou de ser elitizado e se popularizou. Os rebeldes fundam outro clube rival. Isto causou a dissenção e o racha. A história da traíragem é conhecida.

http://www1.folha.uol.com.br/fol/esp/s2046920.htm

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1227640-liderados-por-neto-veja-jogadores-que-ja-trocaram-o-corinthians-pelo-palmeiras.shtml

 

- 1915: O Corinthians faliu. Resolveu abandonar a Liga Paulista para tentar participar do Campeonato promovido pela APEA, não obteve êxito. Quando tentou retornar à Liga não foi aceito, desta maneira o Clube apenas participou de amistosos implorados neste ano. Tal fato contribuiu para dificuldades financeiras, o que ocasionou inclusive o embargo da sede do clube. O proprietário do local fechou as portas com todos os bens do Corinthians dentro e todos se esconderam. Era ameaçado por cobradores de penhor que não conseguiram tomar a sede, móveis e todos os bens. Deram o clube como falido. Retornaram as suas atividades normais no ano seguinte sorrateiramente, mudando até o escudo e dando calote.

http://i.imgur.com/xgozSFj.png

http://i.imgur.com/gT7vEL6.png

http://www.campeoesdofutebol.com.br/neco_biografia.html

http://www.loucospelotimao.com/category/a-historia-do-corinthians/1916-voltar-a-traz/

 

- 1916: O Estádio da Ponte Grande foi a primeira casa do Clube. O local ficava próximo da Ponte das Bandeiras, onde hoje está localizado o Clube de Regatas Tietê. A área foi concedida ao clube pela prefeitura de São Paulo por intermédio do político Alcântara Machado. Machado atuou a favor do clube para que o terreno fosse transformado em uma praça de esportes. A aquisição do terreno foi o primeiro favorecimento publico explicito.

http://www.acervosccp.com/pontegrande.htm  http://www.campeoesdofutebol.com.br/corinthians_estadio.html

 

- 1928: Foi campeão por W.O sobre a Portuguesa. Após claro gol irregular de Gambinha, a Lusa não quis prosseguir no jogo, que terminou antes do fim. Era o inicio do apito amigo.

http://radioglobo.globoradio.globo.com/corinthians/materia.php?s=8&c=20&m=275

 

- 1929 e 1934: Corinthians fugiu do Santos duas vezes:

http://acervosantosfc.blogspot.com.br/2011/08/fugas-times-que-fugiram-do-santos.html

 

- 1933: Sofrem três goleadas históricas no paulistinha para os três rivais da capital: 0×6 Santos, 1×6 São Paulo, 0×8 Palmeiras. Resultado, a sede foi invadida, atearam fogo e toda a diretoria se demitiu.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_do_Sport_Club_Corinthians_Paulista

 

- 1938: Com gol claro de mão de Carlitos, são favorecidos e ganham o Campeonato Paulista contra o São Paulo;

http://blogs.lancenet.com.br/maurobeting/tag/corinthians-palmeiras-sao-paulo-santos-paulistao-amarcord/

 

- 1948: O Palmeiras vence por 6×0. Detalhe, na história dos confrontos, perde por 5×2 em jogos de grandes goleadas (de quatro gols ou mais).

 

- 1956: Receberam 10 milhões de cruzeiros da prefeitura como incentivo para construção do seu estádio. O projeto de Lei 5066, de 22 de outubro de 1956 beneficiou o clube, assim como São Paulo e Palmeiras. Gastaram todo o dinheiro e até hoje não possuem estádio de sua propriedade.

http://www.saopaulofc.net/media/600634/l5066[1].pdf

http://www.leismunicipais.com.br/legislacao-de-sao-paulo/1389236/lei-5066-1956-sao-paulo-sp.html

 

- 1957: Após perder o Paulista para o São Paulo a torcida enche o Pacaembu de garrafas, no episódio conhecido como “Jogo das Garrafadas I”;

http://www.espbr.com/noticias/noite-garrafadas-1957-proporcionada-nosso-amado-canhoteiro-falecido-1975

 

- 1961: É motivo de chacota dos rivais e chamados de “faz me rir” por perder sete partidas em 11 no paulistinha.

http://radioglobo.globoradio.globo.com/corinthians/materia.php?s=8&m=339

 

- 1966: “Conquistam” o Rio-SP dividindo-o com mais 3 clubes.

 

- 1968: Completam 11 anos de freguesia sem vencer o Santos. Recorde.

http://esportes.br.msn.com/fotos/escolha-o-gol-mais-importante-da-hist%C3%B3ria-do-corinthians?page=2

 

- 1971: O Clube viajou à Europa para jogar um amistoso (dizem que foi em razão do aniversario do clube). Jogou contra Barbara o FK da Noruega (que já faliu). O time havia saído campeão aqui no Brasil, mas perdeu por 12x0 (doze a zero!) para o time local da 4º divisão (quarta divisão!). Quer fonte?

http://blogdojornalistaesportivo.blogspot.com.br/2012/01/fc-barbara-12-x-0-corinthians-incrivel.html

 

- 1974. O anúncio abaixo foi publicado em todos os jornais paulistas, em 13 de outubro de 1974, auge da ditadura. Ele anuncia um programa de televisão da Arena ? Aliança Renovadora Nacional, o partido do governo ?, em homenagem ao Corinthians, o campeão? do primeiro turno do Campeonato Paulista daquele ano. Sim, o campeão de turno mereceu um programa em todas as emissoras paulistas em rede, com duas opções de horário.

http://i.imgur.com/Hnj4N3L.png

 

- 1974: Após perderem o Campeonato Paulista para seu arqui-rival Palmeiras, a torcida resolve expulsar do clube o maior jogador de sua história: Rivellino. O jogador vai defender o Fluminense e, por coincidência ou destino, seu primeiro jogo pelo time carioca é contra o mesmo Corinthians. Ao entrar em campo, uma faixa levada ao Maracanã pelos corintianos com os dizeres: “A Fiel já esqueceu o Ruinzinho do Parque”. Rivellino sai de campo com 3 gols marcados na vitória de 4 a 1 do Fluminense sobre o Corinthians, que já ostentava 20 anos de fila:

http://sportv.globo.com/site/programas/bem-amigos/noticia/2013/04/rivellino-mostra-magoa-com-sua-saida-do-corinthians-quase-40-anos-depois.html

 

- 1976: o governador biônico da ditadura Paulo Egydio intercedia diretamente pelo time do coração no ano que os covardes queriam fugir do Internacional:

http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/12/07/2/

http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/12/09/2//4271471

http://acervo.folha.com.br/fsp/1976/12/10/21//4271624

 

- 1976: A mídia disse que havia 80.000 corintianos no Maracanã, naquele jogo contra o Fluminense. Houve até gente dizendo que a tal invasão foi formada por mais de 100.000 corintianos. A farsa foi desmascarada:

http://www.espn.com.br/noticia/299650_ESPN

 

Vejam vocês. O governo de São Paulo, através do biônico Paulo Egydio – torcedor fanático da CAIXA PRETA – e o governo federal, financiaram a tal "invasão" do Maracanã em 1976 através de combustível para os ônibus generosamente cedidos. Assim fica fácil, ao custo de U$$ 300.000,00 para o Estado.

http://i.imgur.com/7sHe3SD.png

 

- 1977: Final do Paulista contra a Ponte Preta. O artilheiro ponte pretano Ruy Rei, comprado, sem motivo nenhum dá um pontapé num zagueiro corinthiano, e xinga o arbitro até ser expulso no começo do jogo. Corinthians Campeão saindo da fila de 23 anos (No Paulista!). Misteriosamente, logo depois, Ruy Rei anuncia acerto de contrato com o time favorecido;

http://www.meutimao.com.br/idolos-do-corinthians/rui_rei

 

- 1977: No jogo contra a Ponte Preta batem recorde de publico em jogo no estádio do Morumbi com 146.000 pessoas, comprovado. Detalhe, a capacidade máxima do estádio era de 120.000 torcedores. Os 26.000 travecos a mais somente caberiam sentando no colo dos demais. O maior público já registrado no Morumbi foi de 163.000 pessoas (43.000 no campo e entorno) em 1985 quando houve um congresso evangélico. Todos os demais maiores públicos em jogos teve média de 120.000 torcedores (capacidade máxima do estádio). Foi o panetone mais recheado da história.

http://www.meutimao.com.br/noticia/90173/ha_35_anos_atras_o_corinthians_registrava_o_recorde_de_publico_dos_estadios_de_sao_paulo

 

- 1977: Título do time popular para a ditadura, Paulista de 1977:

http://www.youtube.com/watch?v=Abz428Mt5qg

 

- 1978: A prefeitura cede um terreno público em Itaquera para a construção de seu estádio. A entrega foi feita no parque São Jorge pelo general Ernesto Geisel, que presidia o Brasil, em ato populista na época da ditadura. É o mesmo terreno público onde está sendo erguido o Itravecão. Não é de hoje que o poder público se encarrega de suprir a incompetência administrativa do clube em nome do time do “povão”.

http://i.imgur.com/44PlzHp.png

http://topicos.estadao.com.br/fotos-sobre-geisel/os-estadios-do-corinthians-que-nunca-sairam-do-papel,4BBFC11D-1FDF-4E06-94FE-215E0F6A9702

http://oglobo.globo.com/esportes/itaquerao-perigo-obras-no-estadio-de-abertura-da-copa-podem-parar-em-abril-7890226

 

- 1982: Depois de fazer campanha pífia no Campeonato Paulista de 1981, é obrigado a disputar a Taça de Prata do Campeonato Brasileiro de 1982, correspondente a Segunda Divisão do Torneio.

http://www.futebolinterior.com.br/clube/corinthians-sp/28402+Timao_disputara_Serie_B_pela_segunda_vez

 

- 1987: Terminam a Copa União em último lugar (16º lugar) e só não é rebaixado, pois houve uma marmelada organizada pelo Clube dos 13 e CBF. Virada de mesa:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_Uni%C3%A3o

http://chancedegol.uol.com.br/gigantes.htm

 

- 1987: Cairiam no Paulistinha, mas viraram a mesa:

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1062127-com-marin-futebol-paulista-foi-um-caos.shtml

 

- 1988: A torcida Gaviões entoa o nome do Palmeiras no estádio. O Corinthians precisava vencer o Santos para chegar à final do Paulista, mas torcendo também para que o Palmeiras vencesse o São Paulo no outro jogo. Vencendo por 2×0, os corinthianos viram o placar eletrônico mostrar que o Palmeiras havia vencido o São Paulo por 1×0 e o locutor anunciou o resultado. Imediatamente começaram a entoar no Pacaembú o nome do rival Palmeiras.

http://www.youtube.com/watch?v=qsaYxCW3bvU

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,em-1988-os-corintianos-gritaram-palmeiras-no-pacaembu,646335,0.htm

 

- 1988: Realiza jogo amistoso no Pacaembu contra o clube inspirador da fundação que usa uniforme cor de rosa/chocolate, Corinthian Casuals. Ao final do jogo trocam camisas.

http://www.campeoesdofutebol.com.br/corinthian_casuals_corinthians_paulista_1988.html

 

- 1990: Pedofilia nas categorias de base do terrão:

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/preso-por-pedofilia-ex-jogador-denuncia-abusos-no-corinthians,a54bac68281da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

 

- 1990: Ganham primeiro titulo nacional. Após 80 anos de fundação. Inédito, mas vergonha para quem diz ser grande.

 

- 1991: Revoltados por terem perdido de 2 a 0 para o Flamengo em pleno Pacaembu, pela Libertadores, resolvem encher o campo do Pacaembu de garrafas, no episódio denominado “Jogo das Garrafadas II”.

http://esportes.r7.com/futebol/times/flamengo/area-publica/noticias/reveja-video-da-noite-das-garrafadas-20100424.html

 

- 1993: Viola imita um porco ao fazer o gol da vitória no primeiro jogo contra o Palmeiras na final do Campeonato Paulista. No jogo de volta, um sonoro 4 a 0 dá o título ao Palmeiras;

 

- 1994: Com o time principal e jogadores como Casa Grande, Ronaldo, Viola, Biro Biro, Branco, perdem a Copa Conmebol para o time juniores do São Paulo.

http://esportes.terra.com.br/futebol/copa-coca-cola/conheca-equipe-que-revelou-ceni-denilson-juninho-e-muricy,712a3d616d9aa310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

 

- 1996: A prefeitura de São Paulo cede uma área pública de 18,4 mil metros quadrados ao clube para ser usada como estacionamento de sócios no entorno do parque São Jorge. O local é a avenida Elisabeth de Robiano (absurdo!). Nunca pagaram aluguel à prefeitura pelo uso do local. A prefeitura entrou com ação de reintegração de posse, mas o clube contesta a ação na justiça.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u586946.shtml

 

- 1997: Recorde de 16 partidas seguidas sem vencer ninguém no campeonato brasileiro. Recorde de vencibilidade.

 

- 1997: Globo denuncia no Jornal Nacional o “Esquema Ives Mendes” de arbitragem, envolvendo os dirigentes Mário Celso Petraglia, do Atlético/PR, e Alberto Dualib. O esquema culminou no banimento de Ivens Mendes do futebol e no rebaixamento do Atlético Paranaense para a segunda divisão. Ao Corinthians, misteriosamente, nada foi aplicado;

http://www1.folha.uol.com.br/fol/retro97/retro97_esporte1.htm

http://oglobo.globo.com/esportes/relembre-escandalos-de-jogos-arranjados-no-futebol-no-brasil-no-mundo-3206862

 

- 1998: Jogo do Castrili. Arbitro argentino rouba descaradamente a Portuguesa na semifinal do Paulista anulando 2 gols legítimos da Lusa e marcando um pênalti de mão que não existiu. Desclassificou a Portuguesa.

http://www.youtube.com/watch?v=HurmesHZ2ps

 

- 1999: Revista direcionada ao publico gay divulga ensaios com dois jogadores do Corinthians (Vampeta e Dinei seguidamente). O Corinthians é pioneiro nesse quesito.

 

- 1999: Jogadores do Corinthians, irritados por serem eliminados da Libertadores pelo Palmeiras à um mês, resolvem iniciar uma briga generalizada na final do Paulista, no Morumbi contra o próprio Palmeiras que havia sido campeão da Libertadores. A confusão foi iniciada pelo jogador corintiano Edilson que provocou, mas saiu correndo para não apanhar dos palmeirenses.

http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulistao/99/index.htm

 

- 1999: Após o banco Excel falir na parceria que fazia com o time, dá um novo golpe. Fecharam parceria com a Hicks Muse. O parceiro americano ingenuamente colocou R$ 100 milhões no clube e contratou diversos jogadores no inicio. O contrato era de 10 anos, mas após 3 anos houve o rompimento após vários desacordos com o Clube. Ficou famosa a frase que Dualib disse ao seu vice e companheiro, Nesi Curi. “A gente traz os investidores estrangeiros e depois dá um bico neles e fica com o dinheiro.”

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2002/11/28/ult59u65995.jhtm http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,14-anos-de-titulos-e-escandalos,55548,0.htm

 

- 2000: É convidado, misteriosamente, a participar de um Torneio denominado “Mundial de Clubes”, aqui no Brasil. Detalhes interessantes: o Corinthians não era campeão continental e o patrocinador do Torneio, Traffic, era um dos parceiros do Corinthians. Coincidentemente, só passou de fase por um gol marcado do zagueiro Fabio Luciano que não entrou 20cm. O arbitro validou o gol contra decisão do bandeirinha. Ao vencer a competição a própria FIFA enviou fax chancelando o título “Summer Cup” somente em 2007, após sete anos.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/12/16/ex-goleiro-do-raja-critica-apito-amigo-corintiano-em-2000-e-teme-pressao.htm

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/Campeonatos/0,,MUL221507-4840,00.html

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/12/15/ult59u140167.jhtm

http://www.rankingdeclubes.com.br/historia_mundiais.htm

 

- 2000: Sofre uma sequência de 10 derrotas seguidas e é desafiado para um amistoso pelo Íbis, conhecido como “o pior time do mundo” naquele ano. AMARELOU para o desafio! Terminou a Copa João Havelange em último e não caiu porque o torneio não foi organizado pela CBF.

http://www.terra.com.br/esportes/2000/11/09/068.htm

 

- 2001: Jogadores gaivotinhas consomem cocaína nas categorias Juvenil e Juniores. A Placar fez uma denúncia em Março de 2001 apontando e testemunhando até trafico de drogas. Em 2000 ganharam praticamente tudo. Afastaram sete jogadores depois. Não houve pronunciamento ou explicação. O Clube possui atualmente oito títulos na Copa São Paulo de Futebol Junior. Fonte?

http://books.google.com.br/books?id=RoeDhzJ8DHsC&pg=PA40&lpg=PA40&dq=caso+de+drogas+na+base+do+corinthians&source=bl&ots=h3YK2LdoMw&sig=4BeYS7NNe7hLuBT_der0Nbelzy0&hl=pt-BR&sa=X&ei=S2EJUaSlKo-A9gSU8YHgAg&ved=0CDUQ6AEwAQ#v=onepage&q=caso%20de%20drogas%20na%20base%20do%20corinthians&f=false

 

- 2002: Vários erros de arbitragem a favor no primeiro jogo do Morumbi, com arbitragem de Carlos Eugênio Simon, na final da Copa do Brasil. São campeões contra o Brasiliense;

http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u39816.shtml

 

- 2003: Fazendinha e a sede do Clube são penhorados devido a uma ação trabalhista, movida pelo atacante Luizão, ídolo no clube que não recebeu vencimentos;

http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI40035-9531,00-PARQUE+SAO+JORGE+E+PENHORADO+POR+CAUSA+DE+DIVIDAS+DO+CORINTHIANS.html

 

- 2003: O técnico Junior fica somente uma semana no clube após ser contratado. Pede demissão ao perder clássico. Mais um recorde.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2003/10/13/ult59u76620.jhtm

 

- 2003: São vergonhosamente goleados pelo Juventude de Caxias! 22º colocado! Por 6×1 no campeonato brasileiro!

http://futpedia.globo.com/campeonato/campeonato-brasileiro/2003/09/28/juventude-6-x-1-corinthians

 

- 2004: Após campanha pífia no Campeonato Paulista, só não é rebaixado, pois o São Paulo vence o Juventus na última rodada com gol de Grafite, em São Caetano. Fizeram até promoção de troca de latinha por ingressos para salvar o time, mas colocaram menos de 20 mil torcedores no Pacaembú:

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/832517-ate-hoje-o-corintiano-me-agradece-diz-grafite-que-salvou-o-corinthians-da-queda-em-2004.shtml

http://gazetaweb.globo.com/noticia.php?c=6551&e=3

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2004/03/14/ult59u81380.jhtm

http://www.trimundial.com/2013/08/vergonha-nao-e-vender-ingresso-2-10.html

 http://www.estadao.com.br/arquivo/esportes/2004/not20040311p42744.htm

 

- 2004: Com dívidas em bancos, empréstimos a vencer, protestos em cartórios e salários atrasados, os dirigentes do clube não veem saída para salvar o clube da falência. Se associam a Kia Jorabchian (investigado pela Interpol) e sua empresa MSI. Tem inicio os escândalos de lavagem de dinheiro, máfia russa e crimes financeiros:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk2511200402.htm

http://www.estadao.com.br/especiais/a-relacao-de-conflitos-entre-a-msi-e-o-corinthians,3826.htm

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/corinthians_msi/

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2006/10/04/ult59u105076.jhtm

 

- 2005: Pesquisa informal do programa Mesa Redonda da TV Gazeta aponta que 45% do publico na parada GLS são corintianos. Um dos travestis corintianos entrevistados fundou informalmente a torcida organizada Pandora da Fiel (está no Youtube). Sozinhos conseguem ter mais torcedores gays que os três rivais paulistas somados.

http://www.youtube.com/watch?v=5_QbqniVkFw

 

- 2005: Conquistam o campeonato brasileiro após 11 jogos anulados que o favoreceram claramente. Pedidos de desculpas de Márcio Rezende após erro vital no jogo contra o Inter no Pacaembu em um pênalti absurdo não marcado. Esse foi o Zveitão 2005 vencido escandalosamente. Melhor resumir o texto e parar aqui.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/09/24/ult59u131531.jhtm

- 2006: Efetiva Ademar Braga, reconhecidamente metrossexual e homossexual, seu técnico.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0604200602.htm

 

- 2006: os repórteres Ricardo Perrone e Eduardo Arruda, da "Folha de S. Paulo", descobriram que até uma tanga feminina, além de dois pares de meias soquete, um pijama e dois modeladores (cintas femininas para modelar o corpo) apareceram na contabilidade corintiana, com notas fiscais de 17 de junho de 2004.

http://blogdojuca.uol.com.br/2006/05/a-tanga-e-o-pcc/

http://www.citadini.com.br/corinthians/2006/corinews060519b.htm

http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=diretor-usou-nota-de-tanga-para-justificar-gasto-diz-dualib-04024D183562DCA14326

 

- 2006: São rebaixados no carnaval de São Paulo após ficar em último na classificação das escolas de samba.

http://noticias.uol.com.br/carnaval/2006/ultnot/sp/ult3386u52.jhtm

 

- 2006: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

 

- 2006: A torcida estoura o alambrado e tenta invadir o campo do Pacaembu após vergonhosa eliminação da Libertadores pelo River Plate, mas afinam pra uma dúzia de PM’s;

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2006/05/04/ult59u101946.jhtm

 

- 2006: Queda do 14º técnico demitido na história em clássicos contra o São Paulo, após derrota. Recorde. São 14 técnicos derrubados por um único rival.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2006/03/12/ult59u100562.jhtm

 

- 2006: Ameaçam, xingam Tevez (argentino que jogava muito pelos Travecos, foi ídolo), chegaram a chutar o carro do jogador e ele teve que fugir. Após o episódio ele abandona o time e vai para um clube e torcida mais civilizados na Europa.

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro2006/interna/0,,OI1077630-EI6568,00.html

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2006/07/24/ult59u102940.jhtm

 

- 2006: Contratam o goleiro Bruno (o mesmo que está preso por assassinato e foi namorado do Macarrão). Ele ficou 20 dias no clube e pediu dispensa.

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro2006/interna/0,,OI1090804-EI6568,00.html

 

- 2007: Dualib ex presidente admite que o titulo de 2005 foi ganho com esquema fraudulento. A CBF não fez nada.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/09/24/ult59u131531.jhtm

 

- 2007: Policia apreende documentos na sede para investigar sonegação e emissão de notas frias no clube. Compraram até tanga feminina.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,deic-investiga-esquema-de-notas-frias-no-corinthians,34811,0.htm

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/05/29/dualib-diz-nao-se-arrepender-por-msi-e-compara-corinthians-ao-chelsea.htm

 

- 2007: Operação abafa CPI do Corinthians. Após virar alvo do Congresso e Senado no requerimento de criação da CPI do Corinthians, a CBF faz loby por apoio politico e financeiro para esquecerem o caso. No total 75 deputados e 4 senadores voltaram atrás. Alegaram que sofreram forte pressão dos estados e CBF, porque o Brasil perderia a Copa do Mundo devido ao escândalo que atingiria muitas pessoas e instituições. A CPI foi engavetada.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0211200703.htm

 

- 2007: A revelação Willian (vendido depois para o Shakhtar) declarou que o Diretor da base levava os moleques para um sítio de Indaiatuba em mais um caso de pedofilia no futebol. Afirmou ao Lancenet “todo mundo sabe o que acontecia lá”.

http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/Futebol/Corinthians/0,,MUL176444-4402,00.html

 

- 2007: No final do ano já são cinco denuncias de pedofilia nas categorias de base com descrição de aliciamentos por parte de seis funcionários gestores. Os casos estão registrados no 30º DP no Tatuapé. Com uma conduta dessas na base só poderia ser o time dos travecos desde a categoria fraldinha até o profissional. Vergonha repugnante! http://oglobo.globo.com/esportes/pedofilia-nas-categorias-de-base-o-novo-escandalo-do-corinthians-4141808

 

- 2007: Ministério Publico investiga Alberto Dualib ex presidente por transferir bens ao Uruguai para evitar penhora da Justiça.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,dualib-para-driblar-a-justica-faz-sua-operacao-uruguai-,32271,0.htm

 

- 2007: São rebaixados para a série B do campeonato Brasileiro;

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,corinthians-empata-com-o-gremio-e-e-rebaixado-para-a-serie-b,89358,0.htm

 

- 2008: o deputado Goulart (PMDB) discursa sobre a falência do Corinthians:

http://i.imgur.com/BtnJ6ix.png

 

- 2008: Receberam ajuda do São Paulo para disputarem jogos no Morumbi devido a falência que o clube se encontrava. Desde a inauguração em 1970 o São Paulo ajudou o clube cedendo o estádio por inúmeras vezes gratuitamente.

http://globoesporte.globo.com/sp/torcedor-sao-paulo/platb/2009/04/02/ajudamos-o-corinthians-na-serie-b/

 

- 2008: Após Ronaldo se envolver com alguns travestis, é contratado como ídolo pelo time dos Travecos.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ronaldo-envolvido-em-incidente-com-travestis,164313,0.htm

 

- 2008: Encerram parceria com a MSI após 4 anos. A divida do clube aumentou R$ 83,3 milhões.

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/corinthians_msi/

 

- 2008: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

 

- 2008: Efetivam a camisa Lilás, remetendo à matriz inglesa (Corinthian Casuals) que usa cor de rosa na camisa e ao primeiro ano de história quando usaram camisa rosa. A Nike lançou a “purple T shirt” até fora do Brasil.

http://www.mundo47.com.br/corinthians-lanca-camisa-para-o-publico-gay/

http://st.depositphotos.com/1435560/1341/i/950/depositphotos_13410232-Lilas--vector-seamless-pattern.jpg

 

- 2009: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u405317.shtml

 

- 2009: O vice-presidente Roque Citadini é investigado pela policia federal por recebimento de propina da Camargo Corrêa. Ele é conselheiro do Tribunal de Contas de São Paulo.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0812200902.htm

http://www.futebolinterior.com.br/news/108649+Ruiu_o_Castelo_de_Areia_do_Patrulheiro_Roque_Citadini

 

- 2009: Vaza na internet um filme pornô intitulado corintiano-chupador, contendo cenas entre homens. Nem vale a pena comentar, dizem que o marketing corintiano abrange a todos.

 

- 2009: Vencem a Copa do Brasil mais roubada da história. Os árbitros prejudicaram o Intumbiara (pênalti inexistente), Vasco da Gama (pênalti do Chicão não dado), Atlético Paranaense (dois pênaltis inexistentes) e Internacional (pênalti não marcado). Foi divulgado até um DVD inédito.

http://www.youtube.com/watch?v=ljCcptbBJJU

 

- 2009: São expulsos do Mundial Interclubes Sub-18, na Espanha. Após estar perdendo por 3×0 para o Real Madrid os travequinhos iniciaram uma briga generalizada, se dizendo humilhados pelos jogadores do Real. Estão suspensos da competição por cinco anos. Vergonha para o Brasil.

http://www.youtube.com/watch?v=5_tnc8RQGRQ

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,corinthians-e-expulso-do-mundial-de-clubes-sub-18,383806,0.htm

 

- 2010: Tiveram a Luz cortada pela Eletropaulo por falta de pagamento.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,sem-pagar-corinthians-tem-luz-cortada-pela-eletropaulo,499559,0.htm

 

- 2010: Na comemoração do centenário a torcida foi ao bairro Bom Retiro e invadiu o local onde o cube foi fundado. Curiosamente o local é um hoje um movimentado centro de compras feminino (em 1910 era uma barbearia ou cabeleireiro). Além dos torcedores, compareceram Luis Rosenberg, Neto e Andrés Sanchez. Noticia retirada do site rede poderoso timão. Piada pronta.

http://www.redepoderosotimao.com.br/novidades/Festa-do-Centenario-faz-torcida-do-Corinthians-invadir-centro-de-compras-feminino

 

- Rosenberg confessa alergia a Itaquera:

http://placar.abril.com.br/materia/rosenberg-cura-alergia-para-ter-estadio-em-itaquera

 

- 2010: O Corinthian Casuals, time da 8º divisão inglesa, desmarca amistoso firmado com o Corinthians alegando falta de patrocínio. O jogo faria parte da celebração do centenário do clube paulista. Até o Corinthian inglês também é piada.

http://www.futebolinterior.com.br/clube/corinthians-sp/125892+Que_fase_Corinthians_tem_amistoso_cancelado_nesta_quinta-feira

 

- 2010: Inauguram o CT Joaquim Grava. Porém, o CT homenageia um profissional que processou o clube na justiça:

http://esportes.terra.com.br/futebol/noticias/0,,OI178805-EI17411,00-Medico+processa+o+Corinthians.html

 

- 2010: Ano do centenário, vira chacota de todos os rivais e alvo de peça publicitária inédita. 100 tenário, 100 estádio, 100 títulos, 100 caráter, 100 arbitragem honesta, 100 gols do Ceni, 100 CT, 100 respeito, 100 Libertadores, 100 tenada. 100 amistoso também, todos os times convidados (Barcelona, Real Madrid e outros) recusaram para jogar contra o Corinthians.

 

- 2010: Ao contratar o técnico Tite, atingem a marca de 16 técnicos em dez anos. Um recorde negativo. Incompetência histórica que só se vê na série B e C.

 

- 2010: Destroem tudo inconformados com a classificação pífia no Carnaval 2010. No sambódromo passou a destruir o local, quebrando cadeiras, agredindo jurados, depredando tudo o que viam pela frente.

http://vejasp.abril.com.br/materia/torcida-da-gavioes-da-fiel-briga-no-sambodromo-apos-apuracao

 

- 2010: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

 

- 2010: No total, 1437 pessoas assistiram ao filme “Todo Poderoso – 100 anos de Timão” no cinema. Fiasco retumbante. O Filme recebeu R$ 2,2 milhões do governo federal através do Ministério da Cultura para ser produzido.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/01/22/filme-do-santos-fracassa-no-cinema-e-tem-publico-20-vezes-menor-que-o-sao-paulo.htm

 

- 2010: O arbitro FIFA Gutemberg de Paula Fonseca denuncia esquema de favorecimento ao Corinthians no campeonato brasileiro de 2010. No jogo contra o Goiás ganho por 5×1 recebeu ligação do Presidente comissão de arbitragem Sergio Correa: “boa sorte, é jogo do timão ein”. Nota: naquele campeonato, houve sete “erros” decisivos que deram a liderança (mesmo assim conseguiram perder!).

http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2012/01/arbitro-do-rio-de-janeiro-denuncia-corrupcao-no-futebol-brasileiro.html

 

- 2010: Lançaram uma linha de lingeries para os torcedores. O fato engraçado não é inusitado, pois já lançaram cigarros para livrar o clube da falência a dez anos.

http://100xcorinthians.blogspot.com/2010/10/curiosidades-cigarros-corinthians.html

http://m.meutimao.com.br/noticia/78508/corinthians_lanca_linha_de_lingerie

http://virgula.uol.com.br/esporte/futebol/corinthians-lanca-linha-de-lingerie-para-torcedoras-do-clube

 

- 2011: São vexatoriamente eliminados pelo desconhecido Tolima na fase de Pré Libertadores. Acontecimento histórico do toliminado, Tolimaday.

http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/libertadores/ultimas-noticias/2011/02/02/corinthians-joga-mal-leva-2-a-0-do-tolima-e-deixa-libertadores-de-forma-vexatoria.jhtm

 

- 2011: Tomam o 100º gol de um goleiro (Rogério Ceni) em cobrança de falta.

http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulista/ultimas-noticias/2011/03/27/gol-100-de-rogerio-ceni-tem-amarelo-para-o-goleiro-e-extenso-foguetorio-em-barueri.jhtm

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/894821-fifa-desmente-corinthians-e-celebra-100-gol-de-rogerio.shtml

 

- 2011: Todos os times convidados para jogarem o amistoso comemorativo do centenário recusam o convite. Barcelona, Real Madrid e outros não toparam.

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/05/20/barcelona-cancela-amistoso-com-corinthians-para-se-poupar-segundo-jornal.jhtm

 

- 2011: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

 

- 2011: A Justiça investiga irregularidades e fraudes do presidente Andrés Sanchez. Acusação de empresas fantasmas com negócios com laranjas.

http://www.istoe.com.br/reportagens/150325_O+POLEMICO+HOMEM+CHAVE+DA+COPA

 

- 2011: O diretor de marketing Luis Rosenberg quis aloprar dizendo que o canal de tv fechado For Man era do São Paulo. Após a declaração, o presidente do comitê GLS repudiou, criticando o uso desse assunto como piada e reconhecendo ser corintiano. Por Érico Santos “Ele representa uma grande equipe de futebol e deve pensar antes de falar. Eu sou corintiano, torço pelo Corinthians e fiquei triste”.

http://www.lancenet.com.br/minuto/Presidente-GLS-condena-declaracao-Rosenberg_0_555544532.html

 

- 2011: Rede de Televisão CNN em seu portal o chama de small club (pequeno clube de São Paulo).

http://globoesporte.globo.com/platb/pombo-sem-asa/2011/07/18/cnn-chama-corinthians-de-pequeno-clube-de-sao-paulo/

 

- 2011: Após mais de cem projetos e maquetes, tem inicio a construção do Itravecão em um terreno público, com ajuda do governo federal, estadual, municipal e 75% de dinheiro público. O estádio é de propriedade de um fundo imobiliário que ficará com as receitas do estádio por 30 anos.

http://caldeirao-politico.jusbrasil.com.br/politica/7157764/jogo-sujo-andres-sanches-do-corinthians-ganha-estadio-por-apoiar-ricardo-teixeira

http://viniciussegalla.blogosfera.uol.com.br/2013/09/09/itaquerao-e-obra-privada-da-copa-com-maior-volume-de-recursos-publicos/

http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/01/28/dinheiro-publico-no-itaquerao-chega-a-r-581-mi-mais-que-o-custo-de-seis-estadios-da-copa.htm

 

- 2011: Alexandre Frota, jogador do time de futebol americano do Corinthians desde 2010 concede entrevista a um repórter falando sobre o filme pornô realizado com um travesti ” Tem muito homem que é louco por uma travesti, mas fica dentro do armário. Eu não. Eu fui lá, fiz o filme”. Não é coincidência que quando há envolvimento de jogador com travestis, o Shemale Club Corinthians Paulista contrata.

http://www.gp1.com.br/celebridades/noticias/em-entrevista-alexandre-frota-fala-sobre-sexo-com-travesti-porno-filho-e-claudia-raia-196006.html

 

- 2012: Anuncia patrocínio com a fabricante de camisinhas masculinas Jontex. Foi o primeiro clube com patrocínio desse tipo. Detalhe: patrocínio nas costas.

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/jontex-ganha-destaque-na-camisa-do-corinthians

 

- 2012: O ex jogador Fabinho (Fabio Fontes) é preso por abusar de uma criança de cinco anos. Na confissão à policia ele afirmou que seu desvio de conduta se originou nos vários abusos que sofreu nas categorias de base Terrão dos Travecos em 1990. Vergonha repugnante!

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ex-gerente-nega-abusos-nas-categorias-de-base-do-corinthians,78669,0.htm

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/preso-por-pedofilia-ex-jogador-denuncia-abusos-no-corinthians,a54bac68281da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

 

- 2012: Destroem tudo inconformados com a classificação pífia no Carnaval 2012, no sambódromo, passou a destruir o local, colocando fogo em carros alegóricos, depredando tudo o que via pela frente na Marginal Tietê (marcha dos travecos na marginal tietê).

http://carnaval.uol.com.br/2012/noticias/redacao/2012/02/21/confusao-ocorre-durante-a-apuracao-das-escolas-de-samba-de-sao-paulo.htm

 

- 2012: Elimina o numero 24 do uniforme por natureza de questão sexual duvidosa.

 

- 2012: A TV Corinthians, que todos os corintianos se gabavam de ser o único clube com canal de TV, fale e fecha. A Band (já teria assumido) e o Esporte Interativo, dois canais corintianos, brigam para assumir o canal. Explicado, porque programação da Band dedica 2 horas diárias de espaço ao Corinthians.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/07/23/mais-uma-do-marketing-tv-corinthians-faliu-e-fecha-as-portas-no-proximo-dia-31/

 

- 2012: Andres Sanchez envolvido em mais uma investigação. A Policia Federal encontra ligações com o chefe de quadrilha na operação Porto Seguro. Ao todo ele possui mais de seis denuncias e investigações da Justiça, Policia Civil e Policia Federal. No clube ele é conhecido como “tachinha” por cobrar participação em todas as negociações de jogadores. A torcida o considera o maior presidente da história do Clube. É o presidente de clube mais investigado da história, mas amigo do Lula.

http://www.futebolinterior.com.br/news/248045+Andres_Sanchez_deve_ser_investigado_por_ligacao_com_Chefe_de_Quadrilha

http://www.istoe.com.br/reportagens/150325_O+POLEMICO+HOMEM+CHAVE+DA+COPA

 

- 2012: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1103269-torcedores-do-corinthians-sao-maioria-na-parada-gay-de-sp-diz-datafolha.shtml

 

- 2012: Em dez anos, na última década, tiveram 14 goleiros, a maioria frangueiros. Incompetência assim só se vê na série B e C.

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2012/04/desde-saida-de-dida-corinthians-usou-14-goleiros-em-dez-anos.html

 

- 2012: Após mais de 100 anos conquistam o primeiro titulo internacional de verdade e atravessam o oceano Atlântico, aleluia.

 

- 2012: O clube é avaliado como uma marca de mais de R$ 1 bilhão de reais. A noticia surpreende e causa impacto, a mídia fica louca, o assunto é manchete em todos os jornais e portais. Depois a farsa foi descoberta. A empresa que “avaliou” o clube é do próprio diretor financeiro do Clube. A BDO/RCS tem como seu proprietário o diretor financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva.

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/07/17/empresa-que-avaliou-corinthians-em-mais-de-r-1-bilhao-pertence-a-diretor-financeiro-do-clube/

 

- 2012: Ao receber a taça da Libertadores, derrubam e quebram-na. Ainda depois do ocorrido convidam o ex-presidente Lula para apreciar a gafe e ver o sinistro. Depois devolvem a taça remendada para a Conmebol. Vem aí mais uma maldição?

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1128779-em-17-dias-corinthians-quebra-taca-da-libertadores-com-que-tanto-sonhou.shtml

 

- 2012: Após ficarem sete meses sem conseguir patrocínio o Corinthians recorre a Lula, que se compromete com a Diretoria em ajudar ao término das eleições. Após as eleições municipais terminarem o ex-presidente se mobiliza e consegue acordo com o banco estatal Caixa Econômica Federal (saiu na Veja e em todos os portais). Com suas influencias o ex-presidente alcança patrocínio de R$ 30 milhões/ano com dinheiro público/privado ao clube.

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/futebol/lula-cumpre-a-promessa-e-ajuda-o-corinthians-a-conseguir-patrocinador/

 

- 2013: Tentam diminuir a todo custo o valor das conquistas mundiais do futebol brasileiro anteriores a 2005, ano que a FIFA estabeleceu o mundial de clubes anualmente, utilizando o site da FIFA como argumento e alegando que somente a partir de 2005 clubes de todos os continentes participam. Chamam as competições anteriores de copa do Jipe devido ao melhor jogador da competição receber prêmio do patrocinador. Informações que eles não sabem: A Liga dos Campeões da África (competição da CAF) iniciou somente em 1997 devido a problemas políticos nos países africanos. Além disso, a competição Liga dos Campeões da Ásia (AFC) começou a valer de forma organizada em 1986, mas o formato atual foi definido somente em 2006. Está explicado porque não poderia haver mundial FIFA anteriormente com todos os continentes, porque na África, Ásia e Oceania os torneios continentais são recentes e o futebol era incipiente. Mas a própria FIFA afirma em artigos, revistas publicadas e paginas dos clubes no site dela que os clubes campeões intercontinentais são campeões mundiais. O mundial de clubes continua sendo Toyota e o melhor jogador continua recebendo o “jipe”.

http://globoesporte.globo.com/futebol/mundial-de-clubes/noticia/2013/12/blatter-ignora-mundial-do-corinthians-ao-elogiar-raja-casablanca.html

http://www.toyota-global.com/events/sports_sponsorship/soccer/cwc/

http://www.youtube.com/watch?v=cGsKr3jUt0k

 

- 2013: Recebem R$ 41,2 milhões de dinheiro público do governo federal para construírem o CT de formação das categorias de base.

http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/depois-do-estadio-do-patrocinio-agora-um-ct-de-r-41-milhoes-para-os-garotos-tudo-isso-com-o-auxilio-do-governo-o-corinthians-sonhava-em-ser-o-barcelona-virou-o-real-madrid-do-tatuape-02022013/

http://esportes.terra.com.br/corinthians/com-r-41-mi-corinthians-lidera-ranking-nacional-de-incentivos-fiscais,d2921f897154d310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html

- 2013: Estoura o maior escândalo dos estádios da Copa. Estão dando calote na Odebrecht e não estão pagando a construção do itravecão.

http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/02/05/corinthians-e-odebrecht-adotam-discursos-distintos-e-criam-atrito-apos-impasse-no-itaquerao.htm

 

- 2013: Começam o ano batendo recorde de pior audiência da história já registrada em transmissão de futebol aos domingos na partida contra o Paulista. O IBOPE do jogo deles transmitido pela Globo marcou 11 pontos.

http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/corinthians-quebrou-recorde-negativo-de-audiencia-tomou-o-lugar-do-palmeiras-temendo-novo-fracasso-a-globo-nao-mostrou-o-santos-na-final-da-copa-sao-paulo-e-tensa-estuda-mudancas-no-calendario-br-26012013/

 

- 2013: Em jogo na Bolívia pela Libertadores contra o San José, torcedor corintiano atira um sinalizador naval matando uma criança boliviana no estádio. O artefato mortífero foi intencionalmente direcionado, causando a tragédia.

http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/sinalizador-de-corintianos-mata-torcedor-boliviano

 

- 2013: Passam a se chamar BRL Trust, empresa que tomou posse de todos os bens. Hipotecaram todo o clube para conseguir empréstimo para o Itravecão. 

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/08/03/novo-fundo-do-fielzo-tentar-incluir-cotas-de-tv-como-garantias-de-pagamento-do-estdio/

http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/07/20/bndes-no-telhado-justia-federal-determina-arresto-de-bens-de-empresa-que-administra-fielzo/

 

- 2013: jogador corintiano (Emerson Sheik) beija amigo em restaurante chic de São Paulo, comemorando uma vitória de pênalti irregular. Além dele, mais cinco quatro atletas corintianos fizeram o mesmo: Tevez, Ronaldo, Guerrero e Anderson Silva.

http://esporte.band.uol.com.br/futebol/times/corinthians/noticia/100000624181/guerrero-ja-deu-selinho-em-zagueiro-adversario.html

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL770003-9825,00.html

http://www.vooz.com.br/noticias/globo-divulgou-foto-do-ronaldo-beijando-homem-por-vinganca-4067.html

http://esportes.terra.com.br/noticias/0,,OI374407-EI2260,00-Maradona+reaparece+e+entrega+placa+a+Tevez.html

http://m.espn.com.br/noticia/340806_anderson-silva-beija-weidman-durante-pesagem-do-ufc-162

 

- 2013: fazem vaquinha para construir o Centro de Treinamento:

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2013/10/timao-lanca-plataforma-para-captar-recursos-de-novo-ct-da-base.html

 

- 2013: colocam a molecada da base em alojamentos de lata:

http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2013/10/mp-aponta-irregularidades-e-corinthians-substitui-vestiario-de-lata-na-base/

 

- 2013: Quase dois meses após a tragédia da Arena Corinthians, as viúvas de Fábio Luiz Pereira e Ronaldo Oliveira dos Santos, os operários mortos no acidente, não receberam um centavo do seguro de vida ou da indenização a que têm direito. Nem tiveram informações oficiais sobre a queda do guindaste que os matou. Também não houve visitas de pêsames da construtora Odebrecht ou de jogadores do Corinthians. Elas não foram convidadas para a missa de sétimo dia no estádio e, no fim das negativas que acham mais doídas, no dia do acidente as autoridades falaram mais sobre o cronograma da Copa do que dos enterros.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,familias-das-vitimas-do-acidente-do-itaquerao-esperam-por-indenizacao-,1120136,0.htm

 

- 2013: Itaquerão é local de prostituição infantil:

http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2013/12/mp-investiga-nova-denuncia-de-prostituicao-infantil-no-itaquerao/

 

- 2013: Multa por poluir o Parque Ecológico do Tietê:

http://www.ecodebate.com.br/2013/01/08/prefeitura-de-sao-paulo-cobra-multa-de-r-1-milhao-do-corinthians-por-despejo-de-entulho-em-app-na-varzea-do-rio-tiete/

 

- 2014: Documento comprova que empresa da máfia dos ingressos usa endereço do Itaquerão.

http://noticias.r7.com/fala-brasil/videos/documento-comprova-que-empresa-da-mafia-dos-ingressos-usa-endereco-do-itaquerao-16072014

postado por Wender às 21:37
comente (2 /)

Clube fundado por separatistas de outro rival, assim surgiu o Palmeiras de forma polémica. Francisco Matarazzo facilitou o estádio, tomado do Germânia na Primeira Guerra Mundial, sorrateiramente. Sem os Matarazzo, não teria conseguido fazer o primeiro puxadinho. Nunca teve estádio novo e foi ajudado pelo São Paulo na construção. Fugiu nove vezes de campo de adversários paulistas – entre eles o São Paulo e a Corinthians. Teve estreitas ligações com o fascismo e ficou contra os brasileiros na Segunda Guerra Mundial, ajudando e financiando a Itália. Foi uma célula fascista dentro do Brasil. Sim, cometeu traição na época do Palestra. Quase perderam tudo para o governo federal e tiveram que trocar a identidade.

Vale a pena lembrar: faliu pela primeira vez em 1915 e fechou as portas quando a colônia italiana parou de financiar o clube. Diz que nunca recebeu recursos públicos, mas tomou muito dinheiro do governo italiano na primeira metade do século passado. Na década de 50 recebeu Cr$ 10 milhões da prefeitura para a primeira reforma do Chiqueiro do Matarazzo. O ex-governador José Serra deu um patrocínio da Fiat no valor de R$ 21 milhões. Já sonegou muito imposto – seus dirigentes sempre foram alvos de investigações e condenações. Para trazer jogador caro tem que fazer vaquinha, que não funciona, e fica devendo os investidores. Tudo o que possui ou já possuiu foi conseguido através da ajuda de alguém, desonestamente.

Foi um grande clube até a década de 70, quando tinha a academia. Na década de 80 foi um fracasso total e perdeu o titulo de 86 para a Internacional de limeira. Na década de 90 teve que se vender a uma empresa de leite italiana chamada Parmalat e conquistou vários títulos na esteira da máfia e lavagem de dinheiro. Mas acabou falecendo nos anos 2000, quando o irmão de leite o abandonou. Conquista títulos raramente, a não ser de segundo escalão. No desespero, resolveram reformar a casa – a antiga que parecia um escadão oval. Lutaram por dinheiro público, mas não conseguiram. Os crimes fiscais praticados nas obras são extensos.

O clube sempre teve cartolas que meteram a mão no caixa, por isto está sempre quebrado. Sem a ajuda da colônia, fascismo ou parcerias com a máfia tem sido muito complicado. Hoje é um clube médio – em breve será a Lusa da Pompeia ou Guarani da Turiassu, e, ainda por cima, teve que vender seu estádio por 30 anos. O mascote é um suíno rosa (animal doméstico de madame) e um periquito. Seus torcedores alopram os rivais abordando outros assuntos para esquecer que já tiveram vários jogadores homo, e o primeiro de todos a assumir publicamente no Brasil: Cléo Hickman.

A torcida sempre faz dossiês dos adversários na internet. Mas notem: raramente possuem fontes ou fundamentação. É tudo no folclore, copiando e repetindo o que alguém disse anteriormente. Todas palavras ao vento, sem documentação. Não se surpreendam, pois o motivo disso sempre foi: ser menor e estar definhando perante a concorrência. Está desesperado, porque a sua torcida vem caindo em quantidade jamais vista. A torcida do Vasco já passou e a torcida santista vem se aproximando rápido. Faturamento inferior aos rivais há décadas. Formação de base inexistente. Sem estádio por 30 anos. Escândalos internos. Clube mais endividado do Estado de São Paulo. Prejuízos gigantescos. Além de tudo, o time não dá audiência. Falimentar.

Seus fãs precisam xingar e ofender os outros – única coisa que restou. O time é tão desacreditado, que patrocinadores não querem se associar. Nos últimos anos sobreviveu graças a palmeirenses salvadores que sacaram dinheiro do próprio bolso para pagar contas. Disputou a Série B quatro vezes no Brasileiro, foi rebaixado no Paulista de 1924 e teve que comprar o Guarani em 1968 para não cair no Paulistinha. A verdade é esta:

- 1914. Fundada em 1914 por um grupo de dissidentes corintianos, a Societá Sportiva Palestra Itália já inicia suas atividades sendo uma costela do Sport Club Corinthians Paulista. Um clube que – além de não ter a identidade brasileira – nunca teve uma identidade própria e por isto não era o principal clube italiano no início do século.
http://www1.folha.uol.com.br/fol/esp/s2046920.htm

- 1914. Os idealizadores da fundação do Palmeiras foram Cervo (veado), Luigi, Luigi Marzo, Vicente Ragognetti e Simone, Ezequiel (nome feminino). Foi fundado por parte da colônia italiana que desprezava o Brasil e os brasileiros:
http://www.sitedopalmeiras.com.br/historia-do-palmeiras/
http://www.porcopedia.com/index.php?title=Hist%C3%B3ria_do_Palmeiras

- 1914. O primeiro presidente se chamava Simoni.
http://www.palmeiras.com.br/historia/presidentes

- 1915. O Palmeiras faliu em 1915, mesmo ano que o Corinthians faliu. Os dirigentes e atletas que permaneceram no Brasil deixaram de manter o clube para enviar dinheiro ao governo italiano na Primeira Guerra Mundial. Reconhecidamente não era um clube brasileiro.

http://img802.imageshack.us/img802/1572/vf3n.png

http://www.campeoesdofutebol.com.br/hist_palmeiras.html

1915-1917. Sem identidade própria, o clube resolveu copiar o símbolo do atual Votorantim Futebol Clube (antigo Savóia), localizado em cidade homônima. Passou a usar, dessa forma, a Cruz de Savóia como escudo oficial mantendo sua tradição bastarda. No entanto, tal símbolo foi trocado pelas letras P e I poucos anos depois.
http://i.imgur.com/Tpy190Q.png
http://palmeirasonline.com/historia-2/cronologia/

- 1915. Desde a fundação já tiveram oito escudos diferentes. Isto demonstra desrespeito com a história e tradição. Uma nação sem bandeira definida.
http://www.palmeiras.com.br/historia/distintivos

- 1920. Com o apoio da máfia italiana, personificada no Conde Francisco Matarazzo, o Parque Antárctica foi repassado “sem custos” ao Palmeiras. Foi mais uma das propriedades “amealhadas” pelo Conde palmeirense. O Parque Antártica era um espaço para o lazer dos funcionários da antiga Cervejaria Antárctica no final do século XIX. Anteriormente foi o campo do clube alemão Germânia desapossado do local pelo Governo devido ao posicionamento do Brasil contra a Alemanha na Primeira Guerra Mundial. O Palestra – que já disputava suas partidas no Parque Antártica – articulou a pressão para que o Germânia fosse expulso do local.
http://radardabola.com/2014/01/20/templos-do-futebol-palestra-italia/
http://palmeirasonline.com/geral/ha-80-anos-palestra-era-reinaugurado-e-se-tornava-referencia/
http://www.palmeiras.com.br/historia/estadio

- 1922. Fugiu de partida contra o Corinthians no Paulista.
http://i271.photobucket.com/albums/jj151/spfcpedia2/porcos02.jpg

- 1923. Na final do paulista perdeu por 4x1 no primeiro jogo contra o Corinthians. No segundo correram e os adversários foram campeões por W.O.
http://senhorpalmeiras.com.br/web/2011/09/01/perdemos-para-eles-mas-so-por-wo/
http://futpedia.globo.com/campeonato/campeonato-paulista/1923/09/16/palestra-italia-sp-0-x-0-corinthians

- 1925. O Palmeiras foi rebaixado no campeonato paulista de 1924 e disputou acesso para a primeira divisão, em 1925, enfrentando o campeão da segunda divisão (C. A. Independência). Fonte: O Estado de S. Paulo:

http://i.imgur.com/bmSfEYA.png

- 1930. Fugiu de partida contra o Corinthians pela terceira vez.
http://i271.photobucket.com/albums/jj151/spfcpedia2/porcos04.jpg

- 1931. O São Paulo fez amistoso em seu próprio campo para ajudar na construção do Palestra Itália com a renda do jogo. Sem isso, não teriam o estádio construído.
http://i.imgur.com/Fm2DhqW.png
http://i.imgur.com/FtLNpLG.png

- 1933. Foi concluída a ampliação do campo do Parque Antártica, um puxadinho sobre as arquibancadas pré-existentes que deu origem ao estádio atual.
http://www.campeoesdofutebol.com.br/palmeiras_estadio.html

- 1934. A seleção brasileira disputou a Copa de 1934 na Itália sem jogadores do Palmeiras, que possuía o melhor time paulista em 1934. Os italianos do Palestra Itália esconderam o time no interior de São Paulo para que não embarcassem com a delegação.

http://i.imgur.com/bPGyvY0.png

http://esportes.terra.com.br/futebol/copa2006/interna/0,,OI740213-EI5857,00.html
http://copadomundo.uol.com.br/2010/historia-das-copas/1934-italia/voce-sabia/curiosidades.jhtm

- 1935. O Palmeiras fugiu do São Paulo após sofrer empate com gol legal.

http://i.imgur.com/hhEetke.png

http://img41.imageshack.us/img41/1550/kyjb.png

- 1937. Foi comprovada a ligação com o fascismo italiano, citada até pelo ministro do Esporte Aldo Rebelo. Explica as facilidades para a “compra” do Palestra Itália.

http://img849.imageshack.us/img849/7178/nkwn.png

http://books.google.com.br/books?id=oCwlwYd1t90C&pg=PA118&lpg=PA118&dq=Luigi+Federzoni+em+s%C3%A3o+paulo&source=bl&ots=QiCNzzeA4c&sig=fDDrM6kDJUv858W0wri1yrwPtx4&hl=pt-BR&sa=X&ei=m21tUoXQNJTb4AP0v4CYBA&ved=0CEYQ6AEwBw#v=onepage&q=Luigi%20Federzoni%20em%20s%C3%A3o%20paulo&f=false

http://blogdolina.wordpress.com/2010/05/21/uma-visita-reveladora-a-conexao-fascista/

- 1940. Foram goleados pelo São Paulo por 6x0.
http://fcsaopaulo.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/03/image0011.png

- 1942. O clube não sendo brasileiro, apoiou a Itália e o Eixo do Mal na Segunda Guerra. Enviaram atletas e dinheiro para serem soldados. Lutaram contra o Brasil.
http://www.usp.br/agen/repgs/2007/pags/002.htm

- 1942. Por estarem contrários ao Brasil e apoiando a Itália, foram ameaçados e obrigados e mudar o nome. O clube passou a chamar-se Palestra de São Paulo. Pouco tempo depois, após novas pressões, o Palestra passa a ter um terceiro nome: Sociedade Esportiva Palmeiras, em homenagem à Associação Atlética das Palmeiras, um clube extinto.
http://vidacuriosa.blogspot.com.br/2011/05/origem-dos-nomes-dos-mais-importantes.html

- 1951. Ganharam uma espécie de mundialito que dizem ser mundial:

http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2008/07/22/22071951-copa-rio-1951-campeonato-mundial/


- 1956. Receberam dinheiro público da prefeitura. CR$ 10 milhões.
http://camaramunicipalsp.qaplaweb.com.br/iah/fulltext/leis/L5080.pdf

- 1968. Compraram o Guarani para escapar do rebaixamento no Paulistão.
http://i.imgur.com/WxbZm2O.png
http://blogdojuca.uol.com.br/2012/02/a-historia-de-uma-marmelada-documentada/
http://blogdojuca.uol.com.br/2012/02/um-pouco-mais-sobre-um-tal-guarani-x-palmeiras-em-1968/
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/02/23/funcionario-do-guarani-ganhou-carro-de-luxo-para-revelar-marmelada-pro-palmeiras-em-68.htm

- 1978. Impeachment do presidente. Bruno Sacomani saqueou os cofres do clube.
http://quixoteverde.blogspot.com.br/2008/10/histrias-que-ningum-explica-o-desfalque.html
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,palmeiras-refem-de-suas-familias-,934423,0.htm

- 1981. Disputaram a série B do Brasileirão e subiram para a série A com virada de mesa:
http://www.bolanaarea.com/serie_b_1981.htm
http://futpedia.globo.com/campeonato/campeonato-brasileiro/1981#/fase=segunda-fase-brasileiro-1981

- 1983. Contrataram um jogador assumidamente homossexual (Cléo Hicky).
http://jogadoresdopalmeiras.blogspot.com.br/2012/08/cleo.html
http://i.imgur.com/Fmm1Mrw.png

- 1990. Com a eliminação do Campeonato Paulista de 1990 pela Ferroviária de Araraquara, em pleno Pacaembu, a torcida do Palmeiras protagonizou um dos maiores shows de horrores da história do futebol paulista. Invadiram a sala de troféus do Palestra Itália e quebraram boa parte das taças que o clube havia conquistado em sua história.
http://arquibancadapalestrina.wordpress.com/2012/11/18/mais-um-dia-para-mostrar-que-palmeiras-nao-e-moda/
http://palmeirasonline.com/historia-2/cronologia/

- 1992. Para não falir, e desesperados por uma longa fila, fechou patrocínio com a Parmalat em parceria. Entretanto, a empresa italiana cometeu uma série de crimes financeiros como lavagem de dinheiro, sonegação de impostos e remessa ilegal de valores. O próprio Clube foi usado com anuência dos dirigentes alviverdes, sendo beneficiado na aquisição de jogadores importantes. Por exemplo.
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u88470.shtml
http://www.estadao.com.br/arquivo/economia/2004/not20040121p17391.htm
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi2501200402.htm

- 1994. CT do Palmeiras em Itaquera em área pública.
http://www.ecotiete.org.br/mapas/mapa_centrosesportivosPET.htm

Sequência de algumas goleadas vexatórias:
- 1999: 1x5 para o Vasco em casa.
- 2001: 1x6 para o Fluminense.
- 2002: Eliminado pelo ASA na copa do brasil
- 2007: Eliminado pelo Ipatinga na Copa do Brasil jogando em casa.
- 2011: 6x0 para o Coritiba.
- 2013: 6x2 para o Mirassol.

- 2000. Vencendo o jogo por 3x0 em casa, o Palmeiras perdeu o jogo na final sofrendo virada de 4x3. Vasco campeão da Copa Mercosul.
http://esportes.terra.com.br/futebol/virada-historica-do-vasco-sobre-o-palmeiras-completa-dez-anos,a5159329da49a310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

- 2001. Entre 2001 e 2004 praticou suborno de árbitros e crimes financeiros de todos os tipos.
http://jovempan.uol.com.br/esportes/futebol/nacional/fraude-no-palmeiras-e-investigada-pelo-mp.html
http://esporte.ig.com.br/futebol/2008/10/18/ministerio_publico_investiga_fraude_no_palmeiras_2054696.html

- 2002. Rebaixamento no Brasileirão.
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u51244.shtml

- 2003. Após o rebaixamento tentaram virar a mesa.
http://www.estadao.com.br/arquivo/esportes/2003/not20030107p44763.htm
http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u53949.shtml

- 2003. Sofreram goleada de 2x7 para o Vitória. Marcos tomou quatro frangos em um só jogo (recorde).
http://www.youtube.com/watch?v=2WJban2u0wU

- 2004. Foram eliminados pelo Santo André na Copa do Brasil. Um dos maiores ídolos da porcada foi chamado de frangueiro por todo o estádio.
http://www.youtube.com/watch?v=q9hfRCMaYsg

- 2005. Palmeiras investigado pelo Ministério da Fazenda.
http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro2005/interna/0,,OI520943-EI4847,00.html

- 2006: Pela quarta vez foram eliminados da Libertadores pelo São Paulo. Libertadores:1974,1994,2005,2006.
http://futpedia.globo.com/confronto/sao-paulo-x-palmeiras#/anoInicio=1930/anoFim=2013/campeonato=-1/agregador=7

- 2006. O desejo por títulos by fax leva dirigentes do Palmeiras a enviarem pedido de homologação à FIFA do título da Copa Rio de 1951 como sendo Mundial de Clubes. No entanto, um funcionário da FIFA repassou ao clube um fax com a confirmação da conquista como sendo um “título mundial”. Os palmeirenses comemoram a conquista com 56 anos de atraso via fax. Dias depois, a entidade voltou atrás e demitiu o funcionário. O Guarani da Turiassu tornou-se, mais uma vez, motivo de chacota.
http://esportes.terra.com.br/palmeiras/sem-reconhecimento-quotmundialquot-do-palmeiras-completa-60-anos,65410f3e4389a310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

- 2007. José Serra, governador de São Paulo, claramente trabalhou em benefício do clube de seu coração para que a Fiat patrocinasse o Palmeiras. Utilizando a influência do cargo público para tal:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/94264-leitores-fc.shtml
http://espnbrasil.terra.com.br/colunistas/materia.aspx?Colunista=52
http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2008/01/jos-serra-dando-que-se-recebe.html

- 2007. Para não falir, Palmeiras criou vaquinha de atletas.
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/05/09/ult59u120243.jhtm

-2008. Palmeiras usou gás pimenta nos vestiários contra o time do São Paulo para conseguir vencer a partida. Depois foi punido e condenado perdendo dois mandos de campo. O Palmeiras venceu o São Paulo por 2x0.
http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,stjd-pune-palmeiras-por-caso-do-spray-de-pimenta,240262,0.htm

- 2008. Novamente comprou de árbitros e houve mais sonegações.
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1810200802.htm

- 2010. Oberdan declara o São Paulo como inimigo, irresponsavelmente.
http://www1.folha.uol.com.br/folha/livrariadafolha/ult10082u671027.shtml

- 2010. É a maior vitima de gols do goleiro Rogerio Ceni. Sete gols.
http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/video/2011/2/27/os-gols-de-rogerio-ceni-contra-o-palmeiras/

- 2010. Jogadores racistas no Palmeiras.
http://globoesporte.globo.com/pr/futebol/noticia/2013/01/ex-palmeiras-danilo-e-condenado-por-racismo-contra-o-atleticano-manoel.html

- 2010. A equipe sub-17 do Palmeiras não compareceu à final de competição e perdeu por WO.
http://biancorossoeverdao.blogspot.com.br/2010/05/palmeiras-perde-por-wo.html

- 2010. O Palmeiras, o fascismo – novamente – e o comunismo confirmado por Aldo Rebelo.
http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/manchetes-anteriores/o-dia-em-que-o-verdao-ficou-vermelho/

- 2011. Contratou Wesley fazendo vaquinha, mas o jogador estourou o joelho no primeiro jogo que disputou. Agora querem se livrar do problema, pois não conseguem pagar.
http://esporte.ig.com.br/futebol/palmeiras-tenta-vaquinha-com-torcedores-para-contratar-wesley/n1597653285572.html
http://esportes.terra.com.br/futebol/paulo-nobre-ve-urgencia-no-corte-de-despesas-e-deve-liberar-wesley,f58502353a560410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

- 2011. Torcedores do clube agrediram o jogador João Victor em frente à sede do clube, covardemente.
http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/2011/10/joao-vitor-e-agredido-por-torcedores-na-sede-do-palmeiras.html

- 2011. Quase contrataram Emerson Sheik a pedido de Felipão.
http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Scolari-critica-tentativa-Emerson-Sheik_0_555544578.html

- 2011. Hoje bradam que não, mas iniciaram uma longa luta por isenções fiscais para a reforma da Arena Palestra, porém não conseguiram por incompetência.
http://esportes.r7.com/futebol/noticias/palmeiras-quer-imitar-corinthians-e-tambem-entrar-na-farra-do-dinheiro-publico-20110617.html
http://esportes.terra.com.br/futebol/brasil2014/noticias/0,,OI5198467-EI10545,00-Palmeiras+imita+rival+e+luta+por+incentivos+fiscais+para+Arena.html

- 2011. Felipão proíbe jogadores de assistirem Bruna Surfistinha. Viadagem, hein thê.
http://robertoalmeidacsc.blogspot.com.br/2011/03/felipao-proibe-jogadores-do-palmeiras.html

- 2011. Após falar demais, Felipão censurou o ídolo Marcos laranja podre que sempre fala queimou os companheiros na imprensa pra torcida:
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/871627-marcos-critica-ataque-e-felipao-censura-sua-espontaneidade.shtml
http://esporte.uol.com.br/futebol/frases/as-polemicas-frases-de-marcos.jhtm

- 2011. O MP iniciou investigação por sonegação e emissão de notas frias na reforma da Arena Palestra.
http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/2011/05/mp-investiga-notas-fiscais-suspeitas-no-palestra-italia/

- 2011. Tentaram contratar Richarlyson pela terceira vez. Sonho antigo.
2005: http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro2005/interna/0,,OI547085-EI4847,00-Negocio+entre+Sao+Paulo+e+Richarlyson+pode+melar.html
2005: http://www.estadao.com.br/arquivo/esportes/2005/not20050606p17905.htm
2010: http://www.d24am.com/esportes/futebol/sao-paulo-ve-disputa-de-palmeiras-e-mais-dois-por-richarlyson/10407
2011: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/12/27/palmeiras-acerta-salarios-com-richarlyson-e-fica-proximo-de-ceder-pierre-ao-atletico-mg.htm
http://esporte.uol.com.br/futebol/biografias/5202/richarlyson

- 2011. Mais um jogador gay no Palmeiras (Wellington Paulista):.http://entretenimento.r7.com/blogs/te-dou-um-dado/detetivoes-14/2011/06/16/
http://www.futebolinterior.com.br/campeonato/brasileiro-serie_a-2011/183869+Homofobia_Jogador_gay_pode_deixar_grande_de_SP_por_perseguicao_de_torcida_e_dirigentes

- 2012. Ídolo da porcada, Alex rejeitou o Palmeiras para não jogar a série B.
http://palmeirasonline.com/geral/alex-rejeita-palmeiras-por-conta-de-bagunca-politica/

- 2012. Negociou Barcos com o Grêmio, que enviara cinco jogadores em troca. Um dos atacantes, Moreno, não veio porque o pai dele detonou o Palmeiras chamando o clube de time pequeno.
http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2013/02/pai-de-moreno-detona-palmeiras-e-ate-o-fla-tudo-equipe-fracassada.html

- 2012. Maior ídolo do Palmeiras, a laranja podre Marcos se aposenta.
http://esporte.uol.com.br/futebol/frases/as-polemicas-frases-de-marcos.jhtm

- 2012. Caíram novamente pra série B. Vergonha! Somente times de menor expressão disputaram p a série B três vezes no Campeonato Brasileiro.
http://www.doutoresdofutebol.com.br/2012/11/palmeiras-na-serie-b.html

- 2012. Ex-presidentes do Palmeiras investigados pela Polícia de São Paulo.
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1144166-policia-investiga-ex-presidentes-do-palmeiras.shtml

- 2012. Barcos, principal jogador do time, afirmou que não jogaria na série B e deixou o clube.
http://esporte.ig.com.br/futebol/2013-01-03/irmao-e-empresario-de-barcos-diz-que-ele-nao-disputara-a-serie-b-pelo-palmeiras.html

- 2012. Após ver o time rebaixado, o presidente da SEP comemorou a queda na praia:
http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/tirone-curte-rebaixamento-do-palmeiras-na-praia-do-leblon

- 2012. Torcida do Santos passou a do Palmeiras.
http://www.lancenet.com.br/santos/Torcida-Santos-cresce-Palmeiras-interior_0_794920601.html

- 2012. Foram investigados por homofobia pelo governo paulista.
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/01/governo-de-sp-apura-homofobia-em-protesto-de-torcida-do-palmeiras.html

- 2012: A falência de um clube. Fecharam praticamente todas as modalidades amadoras.
http://www.diariosp.com.br/blog/detalhe/7138/%91Verdao+quebra+em+60+dias%92
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/04/14/fim-do-palmeiras-b-e-marcado-por-rebaixamento-a-quarta-divisao.htm
http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Time-basquete-Palmeiras-corre-extincao_0_910708997.html
http://odiariodemogi.inf.br/esportes/nacional/17076-palmeiras-acaba-com-futsal-e-outros-esportes.html

- 2012. Perderam a chance de ter um CT em São Roque, mesmo após receberem garantias de R$ 23 milhões da Lei de Incentivo ao Esporte do governo federal.
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/1098717-palmeiras-perde-chance-de-ter-ct-de-r-27-milhoes.shtml

- 2013. Recebem lateral de graça do Corinthians como ajuda de custo:
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/02/08/liberado-pelo-corinthians-weldinho-ja-treina-no-palmeiras-mesmo-sem-acerto-confirmado.htm

- 2013. Torcida do Vasco passou o Palmeiras em tamanho.
http://www.lancenet.com.br/minuto/Torcida-Flamengo-vantagem-Timao-pesquisa_0_889711078.html

- 2013. O presidente do Palmeiras reconheceu a situação de time pequeno, sem auxílio de parcerias e na série B. “Estamos vendendo o almoço para pagar o jantar”, disse Nobre.
http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/01/29/nobre-faz-balanco-no-palmeiras-e-diz-estamos-vendendo-o-almoco-para-pagar-o-jantar.htm

- 2013. Dirigentes palmeirenses saíram escondidos da federação paulista em carro da GM devido ao patrocínio do time ser da Kia, mas bateram o carro e todos descobriram.
http://blogs.lancenet.com.br/deprima/2013/01/10/palmeiras-pega-carro-da-gm-escondido-e-causa-acidente/

- 2013. Jogadores se atracaram e beijaram-se no treino. Rolaram no chão se agarram.
http://www.youtube.com/watch?v=9CfeLFCIKoE

- 2013. Receberam R$ 2,3 milhões do Ministério da Cultura para lançarem o próprio filme.
http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/governo/palmeiras-o-campeao-do-seculo/
http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/o-vexame-dos-filmes-patrocinados-pelo-ministerio-da-cultura-e-rejeitados-pelos-proprios-torcedores-no-meio-de-tanto-fracasso-o-bahia-da-o-exemplo-e-usa-seu-patrocinador-para-bancar-a-pelicula-e-pou-23012013/

- 2013. foram goleados por 6x2 pelo Mirassol no Paulistão.
http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulista/pos-jogo/2013/03/27/palmeiras-leva-6-no-1-tempo-e-humilhado-pelo-mirassol-e-ouve-gritos-de-fregues.htm

- 2013. Palmeiras teve renda negativa no Pacaembu.
http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Palmeiras-atrair-torcida-prejuizo-Pacaembu_0_886711532.html

- 2013. Obra irregular e notas frias na reforma do Chiqueiro do Matarazzo.
http://placar.abril.com.br/materia/mp-suspeita-de-notas-frias-e-paralisa-obras-da-arena-palmeiras
http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,justica-determina-pericia-nas-obras-da-arena-palestra,1001415,0.htm

- 2013: Definitivamente o Palmeiras não fechou as portas, porque o presidente socorreu com R$ 70 milhões do próprio bolso.
http://www.lancenet.com.br/palmeiras/Palmeiras-Nobre-Emprestimos_0_1072692841.html

- 2014: Nunca venceu a copa São Paulo de futebol Junior.

- 2014. Palmeiras deu calote de R$ 21 milhões em investidor do jogador Wesley.
http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/2014/02/investidor-de-wesley-rejeita-acordo-com-o-palmeiras-paguem-divida.html

- 2014: Muita vergonha. Perderam Kardec de forma extremamente amadora, por causa de R$ 5 mil reais.
http://esporte.band.uol.com.br/futebol/times/palmeiras/noticia/100000679592/r$-5-mil-foi-a-diferenca-para-kardec-nao-ficar-no-palmeiras-diz-pai.html

 

Esse texto foi um pouco da história do falido freguês ressentido do Tricolor.

postado por Wender às 02:23
comente (0 /)

Em maio de 1938 o Clube Atlético Estudante Paulista, fundado por dissidentes do São Paulo, fez uma excursão ao Chile e Peru para faturar com amistosos.



Entretanto, o empresário fugiu com todo o dinheiro arrecadado, deixando o clube quebrado. Os jogadores não receberam os salários e fizeram greve. O São Paulo, sabendo da situação, propôs agregar o Estudante que possuía bons jogadores e o estádio Antônio Alonso. O São Paulo possuía torcida e estrutura modesta, sem dívidas.
 


Faltavam os recursos financeiros para selar o negócio. A incorporação somente poderia ser finalizada após a quitação das dívidas do Estudante Paulista. A solução criativa do São Paulo foi promover uma competição amistosa com autorização da L.F.E.S.P. e convocar o publico através dos jornais. Em 3 de julho de 1938 foi promovido o “Festival do São Paulo FC” que oferecia a Taça Henrique Mündel ao vencedor. Por direito, toda a renda foi destinada ao São Paulo, criador e organizador da competição. A decisão de pagar ou não pelo ingresso era voluntária ao público, conforme anunciavam os jornais da época.



O motivo não foi para evitar falência como propagam em mais de 70 anos. O São Paulo usou de meios legais, honestos e, sem falcatruas, saldou a dívida do Estudante Paulista com a renda do torneio. Em 25 de agosto de 1938 o Corinthians foi goleado por 3×0 pelo Tricolor que já contava com metade do time do Estudante. Quando os rivais descobriram que o São Paulo, embaixo de suas barbas, formara uma equipe mais forte e com melhor estrutura, começaram a inventar factoides.



Afinal, de que forma uma instituição falida conseguiria “comprar” outro time, mantendo o nome de origem, a camisa, os dirigentes e as regalias? O São Paulo Futebol Clube continuou a ser São Paulo Futebol Clube.



Esta é a diferença entre pegar trechos de jornal para contar inverdades forçosas ao invés de analisar todo o contexto, antes e depois. Quando se olha a história anterior e posterior ao torneio festivo da Taça Henrique Mundel, através das edições digitalizadas da Folha e Estadão, nota-se o verdadeiro motivo: anexar o Clube Atlético Estudantes Paulista.

Fontes de pesquisa e créditos das imagens:

Acervo Terceiro Tempo

Acervo Folha

Acervo Estadão

postado por Wender às 15:11
comente (0 /)

 

O sujeito tem uma padaria grande de sucesso em um ponto excelente. Próximo ao local vem um concorrente e monta uma padaria menor, uma padariazinha. O dono da padaria grande olha com desdém e diz:

- Ah, esse aí vai competir comigo? Imagina...

Aquele insignificante concorrente frequenta a padaria grande. Ele compra pão, toma café e observa todos os detalhes. Vendo o que não é bom, começa a fazer melhor na padaria menor, mas, ao mesmo tempo copia o que funciona. Em pouco tempo, alguns fregueses começam a frequentar a padaria menor. Entretanto, o dono da padaria grande despreza os sinais.

- Imagina aquelezinho, acha que vai tomar a minha freguesia...

As vendas de pães vão caindo aos poucos na padaria grande. O dono nota e discute com o padeiro, dizendo-lhe que os fregueses não estão mais gostando do pão. Ele acha que o pão era bom por causa da padaria e não pelo talento do padeiro que, na visão dele, estava fazendo um pão ruim. O padeiro é demitido.

O dono da padaria grande pensa: “vou contratar um padeiro com salário menor e vou fazer pães ainda melhores, porque aqui o pão é gostoso por causa da padaria!”. Ele contrata outro padeiro que não tem o mesmo talento do primeiro.

Aquele padeiro demitido foi trabalhar na padaria pequena, aquela insignificante concorrente. O sucesso é imediato e começa-se a vender pães e mais pães. Mais e mais fregueses vão chegando e gostando.

Diante do sucesso nas vendas, o dono da padaria pequena compra o terreno ao lado e amplia o espaço. Passa-se algum tempo e aquela padaria menor já tem mais clientes que a padaria maior. Então, o dono da padaria maior olha e diz, fazendo pouco caso:

- Eles irão quebrar. Eles não sabem de nada. Tenho muitos anos de sucesso no ramo...

A freguesia da padaria maior vai caindo, caindo... Mas o velho dono não aceita que está errado. Com o orgulho ferido e os prejuízos, começa a trocar constantemente os funcionários, culpando-os. Ele contrata profissionais de qualidade duvidosa e baratos, sempre acreditando na estrutura de sua padaria. Cada vez mais, a padaria grande fica defasada e perde credibilidade com a clientela. Daquela grande padaria, permaneceu somente a fama.

Clube de futebol não é diferente de comércio. Deve-se sempre estar atento aos concorrentes, a novos procedimentos. Sempre saber que estão opiando o sucesso. Os melhores profissionais devem ser mantidos e a inovação nunca pode parar. O que é bom sempre será copiado e sempre será assim. A soberba causa paralisia.

O São Paulo era admirado pelo bem feito. De repente, o orgulho tomou a todos. Começou a se perder quando achou que era soberano. O Clube criou uma couraça de arrogância, isolamento, brigas com todos. A diretoria atual fomentou um clima de antipatia geral. Todos pararam de evoluir. Há quatro anos eles (estes) reverteram o progresso de um clube vencedor que passou a ser perdedor.

P.S. O CFA Cotia foi uma idealização de Marcelo Portugal Golvea, iniciado na gestão dele e inaugurado em 2005. Juvenal Juvêncio concluiu o projeto. Importante esclarecer essa informação, pois os ferrenhos defensores dizem que o CFA Cotia foi feito pelo JJ.

Peixoto

postado por Wender às 19:48
comente (0 /)

Segundo o Bola de Prata do site e revista Placar, Rogério Ceni está entre os piores goleiros do campeonato brasileiro, figurando na 17º colocação conforme avaliação da tradicional publicação. A nota média dele: 5,76.

O Bola de Prata é uma premiação tradicional anual do futebol brasileiro, criada em 1970 pela revista Placar e mantida até hoje, para os melhores jogadores do Brasileirão. O prêmio foi idealizado pelos jornalistas Michel Laurence e Manoel Motta. O prêmio é muito prestigiado no futebol brasileiro.

Todos os jogos são assistidos por jornalistas da Placar, sempre nos estádios, e atribuem notas de 0 a 10 aos jogadores. Ao final do campeonato, são premiados os jogadores com as melhores médias, por posição (somente os jogadores com mais de dezesseis jogos são levados em consideração). A melhor média de todas leva a Bola de Ouro.

O recordista do prêmio Bola de Prata é o próprio Rogério Ceni, com seis prêmios (2000, 2003, 2004, 2006, 2007 e 2008). Porém, nesse Brasileirão 2013, a avaliação do goleiro não condiz com suas atuações regulares. É o clubismo, o anti-Cenismo (sic) afetando quem faz esse tipo de avaliação? Ou os conceitos jornalísticos caíram?

Rogério Ceni tem tido boas atuações na meta Tricolor e possui a melhor reposição do campeonato brasileiro entre todos da posição. Falhas têm acometido todos os goleiros na competição nacional, mas ele poderia estar à frente de dez goleiros em tal avaliação, tranquilamente. Quais são os critérios?

Ranking de goleiros Bola de Prata:

1-Jefferson (Botafogo)............6.46
2-Fabio (Cruzeiro)..................6.28
3-Aranha (Santos).................6.28
4-Diego Cavalieri (Fluminense)..6.11
5-Weverton (Atlético-PR)........6.09
6-Renan (Goiás).....................6.07
7-Victor (Atlético-MG).............6.05
8-Roberto (Ponte Preta)...........6.03
9-Felipe (Flamengo)................5.92
10-Vanderlei (Coritiba).............5.91
11-Cássio (Corinthians)............5.91
12-Muriel (Internacional)..........5.88
13-Lauro (Portuguesa).............5.88
14-Dida (Grêmio)....................5.87
15-Marcelo lomba (Bahia).........5.80
16-Wilson (Vitória)..................5.78
17-Rogerio Ceni (São Paulo)..5.76
18-Ricardo Berna (Náutico).......5.63
19-Diogo Silva (Vasco)............5.60
20-sem avaliação por critérios exclusivos

O São Paulo tem a quinta defesa menos vazada do campeonato. Tomou 23 gols com um sistema defensivo pouco confiável. Rogério Ceni é o terceiro goleiro com mais defesas no Brasileirão 2013 de acordo com o Footstats, somando 73 bolas defendidas até a 23° rodada. Ele tem sido decisivo para o time tomar poucos gols. Ele leva culpa por tudo que acontece no time e contra.

Aos "especialistas em goleiro" que o criticam pelo gol tomado no domingo (22). Desde 2005, Rogério Ceni tomou somente oito gols de falta. É um gol de falta por ano! Marca, talvez, não encontrada no mundo todo. As estatísticas falam por si. Ele fez o que sempre tem dado certo, mas dessa vez não deu. E outra, a falta foi originada em uma falha individual. E, quem garante que não sairia gol de outra forma? Se ele formasse a barreira da forma usual, a cobrança também seria diferente. Não seria correto dar os méritos ao cobrador do Goiás pela excelente cobrança? Parabéns ao Rodrigo.

Sem clubismo. Ao que consta, muitos goleiros a frente dele com menos atuações e falhas conhecidas estão sendo mais contemplados pela prestigiada (?) publicação.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 00:39
comente (0 /)

O São Paulo finaliza 12,55 por partida, errando 8,1 por jogo ou 64,5% dos chutes a gol. Média de 0,9 gols por jogo.
Contra a Ponte Preta foram 15 finalizações. Errou nove no jogo, mantendo a média de erros. Luís Fabiano finalizou seis vezes, acertando três em gol.

Um dos segredos para se marcar mais gols é obviamente chutar mais a gol. A ansiedade tem atrapalhado, mas a falta de confiança não deve impedir as tentativas. O nosso ataque arrisca muito pouco. Não é coincidência que Cruzeiro, Atlético PR e Internacional tenham os melhores ataques do campeonato. São as três equipes que mais finalizam:

- O Cruzeiro finaliza 17,5 vezes por jogo. Erram 55% das finalizações. Média de 2,2 gols por jogo;
- O Atlético PR finaliza 15 vezes por jogo. Erram 59% das finalizações. Média de 1,75 gols por partida;
- O Internacional finaliza 14,4 vezes por jogo. Erram 60% das finalizações. Média de 1,7 gols por jogo.

P.S. Algo que precisa ser dito, pra imprensa esportiva beija-flor traveca: #SPFC colocou 160 mil torcedores em quatro jogos. Ingresso barato? 18º lugar. Torcida comparecendo no momento ruim.
postado por Wender às 12:09
comente (0 /)

“Nesse momento, o que eu queria mesmo era ser torcedor do Fluminense”. Frase dita por um jornalista paulista famoso em 2009, contagiado pela saga da torcida do Fluminense que se engajou para salvar o time.

Naquele ano, tivemos um paralelo na história com o momento que atravessamos agora. O Fluminense passou por uma situação que é o mesmo filme reprisado no São Paulo para o torcedor. Reformulações em sequência nos anos anteriores. Contratações de baciada. A diretoria incompetente fez contratações estúpidas. Foram vinte e um jogadores entre desconhecidos e rejeitados. Trocas constantes de técnicos. A facção da torcida deles radicalizou e agrediu jogadores. Eles tinham o Fred chamado de mercenário, pois não estava rendendo. O atacante ficou sem jogar por três meses devido a contusões. Muitos devem se lembrar. O time e elenco eram fracos. De bom, aquele time tinha somente Fred, Conca e Mariano. A defesa era fraca e os volantes também.

O técnico Cuca foi contratado na base do desespero e disse em uma entrevista:
- Quando um clube chega na situação atual, somente a torcida tira. A única coisa que pode levantar o nosso moral agora é a torcida. É a única coisa.
De repente, aquele time desacreditado uniu-se aos torcedores em um instante de sobrevivência, quando notaram que o poço era um abismo sem fundo. A torcida ovacionou o time na chegada ao aeroporto após um jogo pelo campeonato brasileiro e uma energia extraída do penúltimo suspiro selou o pacto por um milagre. Todos conhecem a história e não sou simpatizante do clube carioca para ficar detalhando. Quando o campeonato acabou Fred disse:
- Se o torcedor tivesse nos abandonado, a segunda divisão era certa.

Citei o caso do Fluminense para exemplificar algo que realmente aconteceu, mas há outros times que superaram os momentos aterrorizantes de agonia. Além de que, é um clube bem menor que o nosso e devem o pagamento de uma série B. Lembro-me também do Internacional em 2002 e do Atlético MG em 2011, entre outros. Nesses casos a ressurreição do time passou por um engajamento da torcida, unida. Quero chegar ao ponto de dizer que raramente passamos por isto no Morumbi, porém temos alguns feitos memoráveis do nosso time e podemos usar para nos tirar da atual situação.

Em 1990, um time desacreditado e quase rebaixado no campeonato Paulista arrancou para um vice-campeonato brasileiro. Em 2008, vi uma arrancada inesperada rumo a um título inimaginável de se conquistar. Em 2013, também presenciamos algo histórico. Quando todos já nos tinham eliminado, 50.000 guardiões lotaram o Morumbi e empurraram o time para impedir um dos maiores vexames, que seria sair na primeira fase de uma Libertadores. O sentimento que moveu aqueles 50.000 era o de encorajar o time, de acreditar no impossível, mas principalmente não permitir que uma vergonha acontecesse.

Torcer é um ato de fé. Torcer é sofrer. Torcer é acreditar naquilo que não se vê. Torcer é simplesmente amar. Sim, é praticamente uma religião. Simpatizar somente, não adianta. É a força de uma torcida que empurra times para conquistas. Time sem torcida presente, pouco vence. Time sem torcida presente perde o fator casa. Hoje, além de o time estar fraco, o Morumbi perdeu a aura de defensor do time por estar vazio. Acreditem sim, time fraco sem fator casa, cai! Temos que transformar o Morumbi em nosso Santuário do time da fé e inferno para os adversários. Se temos o time da fé, somos a torcida da fé. O recado do #morumbizero já foi dado. Agora precisam de nós. Em suma, nós precisamos de nós.

Não importa se o Juvenal usará uma arrancada do time politicamente. A imagem da atual gestão já foi à lama e não se recuperará. Não há fato mais constrangedor para o presidente ver o time que ele montou, lutar para não ser rebaixado. Não podemos nos passar por omissos na situação atual. Eu particularmente, não quero ver o clube do meu coração cair e depois ser aterrorizado por minha consciência me cobrando, dizendo que não fiz nada pra apoiar. Todos nós criticamos a equipe, os jogadores e a diretoria. Porém, chegou a hora do nosso choque. Será a torcida que devolverá o ímpeto de coragem a esses jogadores e carregará esse time.

O São Paulo hoje é um ente querido a quem amamos, mas está adoecido num hospital. Ele nos causou decepções amargas recentemente, nos entristeceu. Entretanto, seria correto deixá-lo na solidão do leito de morte?
Recentemente demos um gelo, nos afastamos, demonstramos a nossa insatisfação quanto ao sujeito familiar. Mas, na iminência de acontecer uma tragédia, chegou a hora da família inteira se unir com todos os recursos disponíveis para salva-lo. São em momentos como esse que as diferenças não podem superar a preocupação maior.

O time está debilitado e sem confiança. Já protestamos. Já trocaram de técnico. Jogadores chegaram e saíram. Até a diretoria foi mexida. Esquemas já foram tentados. Jovens e reservas foram escalados. A coisa não tem melhorado. Temos jogador frouxo no time, infelizmente. Todavia, são esses que estão e ficarão até o final do ano. Não adianta pedir contratação, não esperem por isto. Não virá ninguém. Se o Juvenal quer rebaixar o time, e parece mesmo isto, não permitiremos. Repito, o fator que carrega um time para conquistas ou algo mais é a torcida. Time com estádio vazio vence jogo. Time com estádio cheio vence campeonato. Time com estádio vazio cai. Time com estádio cheio não cai, devido ao fortalecimento do fator casa, que corresponde a metade ou dois terços dos pontos conquistados pelo clube mandante em competições.

Escapar do rebaixamento será a nossa conquista de 2013. Daqui pra frente, cada jogo do campeonato brasileiro será uma decisão. O São Paulo é o time da fé e nós seremos os guardiões da superação. Enviaremos vibrações positivas em cada partida. Por mais que não queiramos, temos que ovacionar cada jogador que entrar em campo, independentemente de quem seja. Cada um, irrestritamente. Se tiver que ser o Douglas, que seja. Até aos piores jogadores teremos que passar confiança. Luís Fabiano renovou o contrato até 2015. Vamos exaltá-lo para que seja um dos catalisadores da arrancada. Tenho certeza, creio que ele será um dos líderes em campo junto ao Rogério Ceni para puxar esse time.

OBS. O Clemente Rodrigues deve ser testado na lateral direita do time. Ele também é lateral direito e sem dúvida possui capacidade defensiva maior que Douglas e Lucas Farias. Reinaldo entrou muito bem na lateral esquerda e nesse momento não deve sair do time.
A quem interessar conferir como foi a recuperação do Fluminense, assistam os vídeos através dos links:
http://www.youtube.com/watch?v=2kKV5ZRbAIQ
http://www.youtube.com/watch?v=MorBTNaS3F4

“Um time pode jogar descalço, pode jogar de pé no chão, só não pode jogar sem alma”.
A frase de Nelson Rodriguez é significativa e se aplica, pois nós seremos a alma desse time no campeonato brasileiro. Muitos e incontáveis são os que almejam o nosso rebaixamento. Chegou a hora de mostrarmos a nossa força e não permitir o sonho alheio. Chegou a hora de revolucionar essa imagem negativa de torcida simpatizante, de final.
“Nesse momento, o que eu queria mesmo era ser torcedor do São Paulo”, dirá alguém não SãoPaulino até o findar desse ano.

Saudações à torcida da fé.
Peixoto.
postado por Wender às 17:05
comente (0 /)

“O São Paulo se distancia dos demais clubes, pela sua logística, pelo seu comportamento e por todo processo que o São Paulo implantou. Vai inovar e vai ter 90% dos jogadores de Cotia”.

“O São Paulo precisa de mim. Todos sabem disso. Precisa da minha eficácia. Eu preciso terminar essa obra fantástica”.

“Vai ter cobertura, o progresso vai continuar”.

"Eu sou o melhor presidente do SP e todos gostam de mim"

“O que vou fazer não sei, porque eu agitado faço besteira, mas vou fazer”.

“Eu seria um bom técnico. Olha, naquele tempo em que podia entrar no campo, o diretor ficava sentado no banco, ajudava. Se ele tiver autoridade, conhecimento, muda. Muda o jogo durante a partida. Eu tenho história nisso aí. É difícil, você sofre mais do que os outros. Acho que seria um bom técnico. Até porque os jogadores falam muito comigo, me ouvem muito. Quando a coisa aperta, eles chamam o Juvenal”.

"A mecânica é essa, no futebol não se faz jogador por computador".

"Eu acreditava que o futebol da equipe estivesse mais solidificado, no sentido de um diapasão mais correto, etc. Mais equânime".

“Eu imaginava que pra temporada 2013 os ajustes já estavam postos. Não estão. Ainda falta”.

"Os que saírem fora da linha mais correta serão admoestados, as vezes fortemente".

"O que tenho em Cotia é uma barbaridade, vocês nem sabem. Podem me cobrar. Em 2013 teremos um time forte, vencedor".

“Me dê a Sulamericada, que te dou um timaço em 2013”.

"O time tá mal, porque a diretoria tá mal. Será? Qual é o mal que nós praticamos?"

"No São Paulo ninguém perde a mão, porque a mão é minha".

"Onde é que taria a gerência negativa desta administração?"

“O São Paulo tem gestor”.

"Um dos piores momentos da vida do São Paulo. Será que é isto mesmo? Ora..."

“Pegue esses caras aí”, contra sócios e torcedores do clube.

“Vocês precisam fazer estatísticas, gente. Sou o maior vencedor da história desse clube”.

“Não fujo de nada. Deus me poupou do sentimento do medo”.

“É assim que faz. Vem cá. Senta aí. Vai lá. Obedece. Xiu”.

“Eu acredito muito no exemplo do Lúcio. É um cidadão. Uma figura a ser preservada”.

“Se sabe que eu acho que não tenho (culpa)? Eu procuro, eu procuro”.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 14:20
comente (0 /)

Sr. Juvenal Juvêncio, quem vos escreve é um singelo SãoPaulino, que torce por este clube a 23 anos. Sei que sou uma testemunha viva da história gloriosa de um clube que sempre foi respeitado e invejado por suas conquistas dentro de campo, bem como pelo comportamento profissional, honrado e sério fora dos gramados. O São Paulo era admirado quanto à maneira discreta e sempre eficiente com que administrava suas crises.

Porém, por mais que o senhor e seu quadro teimem em não aceitar, isso deixou de ser verdade nos últimos anos e passamos de clube mais respeitado e invejado do Brasil a ser o clube mais criticado, odiado e zombado do país. Quem zomba tem razão. Afinal, seus desmandos, golpes políticos, ineficiência administrativa e megalomania, fizeram do nosso (não seu) SPFC motivo de chacota para todos os nossos rivais. Hoje o São Paulo está metido em brigas infindáveis com todos. A nossa imagem de mais querido, passou a mais soberbo. O clube é visto como arrogante, prepotente, antipático. A rejeição é enorme, como jamais vista antes.

Acompanho o meu tricolor amado desde o início dos anos 90. Portanto, já vi muitos diretores e presidentes passarem pelo Morumbi. Vi também, muitas fases boas e outras bem difíceis como aquela em que tivemos nosso estádio interditado. Com o dinheiro da venda do Raí, tivemos que recuperar nosso maior patrimônio à custa de um time fraco e sem grandes conquistas por um bom tempo. A torcida foi compreensiva, pois sabia que a fase era prevista e justificada.

Mas, de todas as fases ruins pelas quais passamos, nenhuma se aproxima da que atravessamos agora, pois não se trata de uma crise administrativa somente. Atualmente vivemos uma profunda crise de identidade. Nossa alma está doente! Nosso espírito foi e tem sido violentado por essa que eu considero a pior gestão que o SPFC já experimentou em toda a sua história.

Tenho uma filha linda de dez anos que aprendeu a amar o São Paulo Futebol Clube. Uma filha que vai dormir tarde toda quarta-feira. Que, em todo o final de semana, se preocupa em assistir o time de seu coraçãozinho. Entretanto Sr. Juvenal, ela tem me perguntado após os jogos:
“Pai, por que está acontecendo isto? O que fizeram com o nosso time?”

O senhor com sua empáfia, arrogância e falta de traquejo político, transformou um time freguês histórico do SPFC em nosso maior rival fora e dentro do campo. E, pior, hoje percebemos que eles conquistaram algum respeito e admiração que tínhamos outrora. A nós sobraram a zombaria e as crises que antes eram deles. Quando o clube tinha diretoria e gestão, até o nosso time formado por jogadores juniores e juvenis eliminava o time principal do SCCP de competição internacional.

E a cobertura do Morumbi? Nem se fala mais...
O senhor se reelegeu em 2011 prometendo a cobertura e não conseguiu cumprir. Apresentou as mais diversas desculpas para os atrasos. Está saindo do poder devendo um dos maiores sonhos da torcida. Um clube menor que o nosso (Porcada!) consegue derrubar um estádio e levantar outro. No Morumbi não há competência para se fazer um telhado. Não confio mais. Tudo que se refere a você está cercado por mentiras.

Somado a tudo isso, "coincidentemente", perdemos profissionais de extremo talento que sempre serviram o clube com decência, eficiência, amor e respeito. Profissionais como Marco Aurélio Cunha, Turíbio Leite de Barros, Carlinhos Neves e Luis Rosan. Ao mesmo tempo que "expoentes" como Adalberto Batista ganhavam cada vez mais espaço nesse hoje desalmado e desfigurado SPFC.

Vendo as suas entrevistas, no princípio eu até as achava engraçadas e interessantes. Mas hoje confesso, eu não consigo rir mais delas, pois percebo que o senhor está delirando em suas convicções loucas e ditatoriais. Talvez pense que todos os seus expectadores são absolutos idiotas. Uma coisa eu lhe garanto, não são! Eu não sou e a grande massa que verdadeiramente ama o tricolor mais querido do mundo, não é!

Morumbi lotado se consegue com um time competitivo e não com jogadores "meia boca" ou em final de contrato a preço de banana, que nunca vingam. Esta fórmula é válida somente para compor elenco pronto, formado e não funciona para um time em construção. Aliás, a quanto tempo esse time esta em construção? Acho que o senhor não precisa da lista de "cabeças de bagre" que, a custo zero ou quase zero, o senhor trouxe para vestir o manto mais pesado do Brasil. E o dinheiro arrecadado com as vendas do Lucas, Oscar, Lucas Piazon, Casemiro, etc?? Aonde que esse dinheiro todo foi revertido para o time, que é a verdadeira razão de existir deste clube?

Caro Sr. Juvenal Juvêncio, se 2 mandatos seus já seriam demais, imagina um terceiro. E, aqui estamos sofrendo com uma crise de identidade sem limites, sem rumo, sem alma, sem coração, sem ao menos saber o que vai acontecer nos próximos dias. Estamos prestes a disputar torneios importantes na Europa contra equipes da qualidade e da força de um Bayern de Munique. O que será de nós?? A que ponto chegamos?? Onde o senhor pensa parar?

Esta é uma carta aberta ao senhor e sua trupe, pedindo e clamando por um basta!! Basta nos desmandos, na irresponsabilidade, nas piadinhas infames, nas declarações infantis e ridículas e na ausência de decisões eficazes para trazer o SPFC ao lugar que sempre foi dele. A nossa tradição é de disputar títulos, estar sempre na cabeça das tabelas e meter medo nos adversários. Até o Morumbi perdeu a aura de nosso santuário e inferno para os adversários. Inverteu-se. Infelizmente, nem mesmo times do bloco "b" do futebol brasileiro temem o SPFC de hoje.

E, coloque de uma vez por todas na sua cabeça que a culpa é sua sim senhor, que tem sido o dirigente mais fraco do futebol brasileiro, um derrotado. É o tipo político incapaz, que fala forte por ser inseguro e despreparado. Quando assumiu o mandato, teve o auxílio do reboque da gestão anterior. Aproveitou-se da máquina montada. Em 1988 foi assim, repetindo em 2006. O problema foi quando o reelegeram e resolveu tocar sozinho. Perdeu-se completamente no futebol. A vaidade subiu a sua cabeça e se desarrumou pateticamente. Não me venha falar de sorte e azar. A sorte só acompanha quem trabalha bem e o azar só acompanha quem trabalha mal. O futebol não é cartesiano, porém o resultado positivo é decorrente de escolhas coerentes. Esta gestão mais errou que acertou no computo geral. De oito anos, talvez em três foi boa. Ou seja, foi incompetente além do tolerável.

A responsabilidade não é de técnicos, jogadores, comissão técnica, há quatro anos. Muito menos dos verdadeiros torcedores que pagam com o suor do seu trabalho suas mensalidades do bagunçado programa ST, que um dia foi modelo para outros, ou dos ingressos para ver os jogos do seu time do coração.

Portanto, chega! Estamos cansados das suas trapalhadas administrativas e necessitamos de sua cadeira vaga o mais rápido possível para que gente séria, lúcida, competente, transparente e que realmente ama o SPFC possa trazer de volta a alma genuína desse clube. Uma instituição formada às custas de gente séria e competente, que se estivessem vivos, nunca concordariam com seus métodos e políticas.

Agora vazou um vídeo onde o senhor ameaça opositores na sede social, mandando bater e dizendo: "essa porra não vai parar". Slobodan Milosevic, Saddam Hussein e Muamar Kadafi sabem o que é isto. Foi o seu fim.

Agradeço-lhe, por nada!
postado por Wender às 17:35
comente (0 /)

Muitos já assistiram filmes e livros de ação e suspense. Nessas categorias de cinema ou literatura normalmente sempre há um vilão, um algoz. Sempre há aquela pessoa que busca uma vingança que foi represada por um tempo. Então, aquele personagem que almeja vingança, projeta um plano sórdido. Porém, o plano não é revelado. O segredo e a discrição são as chaves do êxito.

Logo após a elaboração do "plano perfeito" a primeira virtude do executor é ser discreto, prudente, silencioso. Mas, para por em prática, o plano é executado de forma lenta, passo a passo. A ideia é não levantar nenhuma suspeita. Entretanto, para isto, é necessário se infiltrar no convívio do local ou pessoa que você deseja destruir. Sorrateiramente, quem deseja o mal silencioso, torna-se até amigo. O algoz infiltrado doa presentes, favores, parcerias. Isto ocorre até a vítima tornar-se refém e entregue. A inocência a cega.

Um plano maldoso para se destruir alguém funciona desta forma, para não alongar o texto É a mesma coisa que o Juvenal Juvêncio vem fazendo com o clube. Ele é frio, esperto, dissimulado. Ele é do mesmo padrão de políticos sujos, matreiros. Pouco se importa com o sucesso da instituição que participa e comanda. O objetivo maior é ganhar, ganhar o máximo e sugar a máquina. Juvenal é um vampiro de poder, influências. Um bruxo perigosíssimo.

Ele foi presidente do São Paulo entre 1988 e 1990. Sugou o clube. Deixou o São Paulo na miséria, naquela oportunidade. Todos o elogiam quando atuou como diretor de futebol. Sim, ele foi bem, mas era pautado pelos presidentes. Mas, pasmem. Ele trilhava o caminho sempre de forma pensada, com o objetivo de chegar ao poder. Ninguém ainda se questionou como é possível uma pessoa trabalhar tão bem de um jeito, como diretor, e de outra forma completamente oposta na presidência?

Algo tenebroso move o Juvenal. É um lobo em pele de cordeiro. Em 1990, ele praticamente foi arrancado da presidência. Jurou vingança. Prometeu que retornaria. Até o dia que Marcelo Portugal cometeu o maior erro de sua vida. Aliou-se a Juvenal para conseguir vencer as eleições. Juvenal sempre foi uma abóbora podre, mas influente dentro do clube. Não havia outra saída. E, Juvenal trabalhou muito para tomar o poder do clube, foi um excelente diretor. Voltou. Agiu da forma mais sórdida, quebrou até a "constituição" do clube. Os cegos do Morumbi não conheciam o monstro que estavam alimentando.

Sim, não tenho receio de descrever aqui uma teoria de conspiração, que muitos irão caçoar. Porém, o Juvenal Juvêncio é sombrio. Este senhor tem algo de escuro que se move junto à própria sombra. Não sei se ele teve alguma decepção desconhecida e profunda. Ele jurou destruir o São Paulo. Alguém que discordar me responda. Por que ele faz tudo ao contrário do correto e da lógica?
Um clube que sempre montou equipes fortes defensivamente, mas hoje não tem zagueiros, laterais e volantes. Um clube que sempre teve equipes estáveis, mas hoje negocia trinta jogadores por ano.
Como é possível explicar que, em um dos anos mais importantes da história do clube, o presidente enfraqueceu o time? Um clube que participaria de praticamente dez competições no mundo todo. Os mais variados torneios internacionais.

O Juvenal causa medo. É uma pessoa vingativa, que esmaga os inimigos. Se precisar agir clandestinamente, ele não irá pensar duas vezes para amedrontar seus opositores.

E como ele consegue convencer os cardeais, conselheiros de que tudo vai bem? O clube vem afundando, mas ele possui uma tropa de choque dentro do Morumbi. Quem o ameaça confrontar, é derrubado. O Juvenal age silenciosamente conquistando seus defensores, através da doação de cavalos do seu haras particular. São "pequenos presentes" que o perpetua. O Clube tornou-se uma instituição de favores dos mais variados tipos, pequenos ou maiores. Os defensores do Juvenal venderam a alma para o Lúcifer do Morumbi.

Sugar recursos de qualquer instituição é uma enorme burrice dos poderosos, pois em algum momento a fonte secará. Porém, o poder é uma vaidade. A vaidade impede que a instituição seja democrática. A democracia exige que várias pessoas tenham poderes delegados. É o oposto do que temos no Morumbi. A vaidade do Juvenal e tão grande no poder, que o cega quanto aos prejuízos colaterais. O poder vicia, envaidece e nada mais importa para somente aumentar aquilo. Basta ver os regimes totalitários.

Em um passado recente, Juvenal conquistou seus defensores internos concedendo carteirinha de diretor e conselheiros, mimando toda uma nova geração (filhos de sócios e antigos conselheiros ilustres). Ele, como qualquer pessoa inteligente, entende a natureza humana e a necessidade da vaidade. Sempre alimentou e fazia o ego dos premiados de “poder”. Com regalias, não tinham outra saída que não fosse a fidelidade canina. O que resultou na quebra do estatuto e a eliminação de qualquer concorrência política.

Ele criou o CT de Cotia. Todos elogiam. A obra é muito bonita mesmo. Porém, aquilo é um empreendimento de interesses muito distante de formar jogadores para o clube. A ideia é faturar com negociações, utilizando a grife SPFC como propulsão de lucros. Há uma mina de dinheiro em Cotia, sendo explorada irresponsavelmente como Eldorado dos Carajás.

Há explicação convincente e plausível para entender, porque o São Paulo é o clube que pior contrata, mas o que melhor vende. É um negócio e a meta, o lucro a curto prazo. Aos dirigentes atuais pouco importa o resultado dentro de campo. Quem não sabe que é impossível vencer títulos fazendo 30 negociações de jogadores por ano? É a coisa mais evidente. Mas no São Paulo futebol é business, e só.

Juvenal se reelegeu em 2011 prometendo a cobertura. Apresentou as mais diversas desculpas para os atrasos. Está saindo do poder devendo um dos maiores sonhos da torcida. Um clube menor que o nosso (Porcada!) consegue derrubar um estádio e levantar outro. No Morumbi não há competência para fazer um telhado. Não confio no Juvenal. Tudo que se refere a ele está cercado por mentiras. Se alguém investigar a fundo, descobrirá podres sobre a recusa de o Morumbi ser o estádio da Copa. Juvenal sabe muitas coisas que não sabemos. Ele já foi visto com amizades como Eurico Miranda, Andres Sanches e Maria Marim. Juvenal é sujo.

Em seu último ano de gestão, Juvenal já conseguiu tudo o que queria e pouco está incomodado com o momento do clube. Conforme ele mesmo disse naquela coletiva do dia 11-07.
“O time tá mal, porque a diretoria tá mal. Será? Onde é que estaria a gerencia negativa da administração? Ora..."

Juvenal está saindo e conseguiu macular a história do maior clube da América latina. Concordando ou não, espero que os usuários e leitores reflitam um pouco sobre a maldade que estamos presenciando. O melhor clube do mundo, simplesmente, foi sendo destruído vagarosamente.
postado por Wender às 21:41
comente (0 /)

Muitos conhecem a expressão citada no título, que significa insistir em um assunto já definido. Estamos no mesmo caminho, chovendo no molhado.
Vi no domingo um time sem nenhuma noção. Laterais subindo ao mesmo tempo, volantes subindo ao mesmo tempo. Vi chuveirinho para nossos baixos atacantes. Vi zagueiro subindo para atacar, cruzando bola na área para o Ademílson cabecear. Vi um único jogador adversário ser marcado, aquele que estava com a bola.

Este filme que estamos vendo, já conhecemos. Mas, os nossos principais alvos têm sido Juan, Douglas, Wellington, Denílson, até o Osvaldo. São praticamente unanimidades negativas da torcida, e com razão. Porém, esses não são os líderes do time e os principais responsáveis pela situação.
Onde estão os líderes para virem a público e darem a cara à tapa? Tenho visto somente o Ceni e o Luís Fabiano.

Ficar criticando Juan, Douglas, Wellington, Denílson, é redundante. Há uma frase que diz: "é o que tem pra hoje". É preciso tomar cuidado para não piorá-los ainda mais com perseguições.
Já sabemos da capacidade e ruindade de cada um. Agora, devemos cobrar o primeiro escalão da equipe. Mirar as cobranças nos grandes jogadores, que recebem os maiores soldos. Alguém poderá dizer que eles já são cobrados pela torcida. Sim, mas os medalhões têm tido foco dividido no alvo do torcedor. Quando uns criticam e outros apóiam. Temos que ser justos nas abordagens.

Rogério - tem falhado muito esse ano. Somente em 2013 é possível somar dez gols tomados de responsabilidade direta dele, com falhas bisonhas.

Lúcio - tem sido um irresponsável como zagueiro. Será que ele não se manca, que zagueiro sobe ao ataque somente quando há falta ou escanteio? É arrogante e não tem exercido nenhuma liderança no time, exceto pela expressão facial característica. Gostaria de vê-lo nas coletivas pós-jogos para tomar porrada da imprensa.

Ganso - não há mais como ter paciência com ele, com seu lento talento. Não há mais tempo. Ele atua naquela linha do "não fui bem, mas não fui mal". Isto se se chama esconder-se, fugir da responsabilidade. Esse papo de esperar tornou-se inviável. Estamos em crise e o salário dele não sofre descontos pelas atuações frustrantes ou seus problemas psicológicos. Gostaria de vê-lo nas coletivas pós-jogos para tomar porrada da imprensa, também.

Luís Fabiano - fica 40% dos jogos fora do time. Muito melindroso. Tem anunciado suas estatísticas em jogos menos importantes para se garantir. Porém, nos momentos mais difíceis em 2013, já sabemos como se comportou. Até julho/2013 já custou R$ 30 milhões aos cofres do clube, desde março/2011.

Jadson - o único que se salva e não podemos criticar. Está voltando à forma por não ter jogado pela seleção brasileira.

Soberanos tricolores, falar mal dos jogadores que são ruins é chover no molhado. Isto forma uma couraça em torno do quarteto que deveria estar sendo alvo de duras críticas. Sim, críticas justas por não terem mostrado suas aptidões em 2013. Eles deveriam liderar os demais jogadores coadjuvantes. Não o fizeram até agora.
Não falei do Osvaldo, porque é um jogador coadjuvante e raramente foi protagonista. O mesmo se aplica a Toloi e Denílson. Considero esses três jogadores integrantes do segundo escalão de importância.

Domingo, vi um técnico abaixar-se no banco de reservas e olhar para o gramado. Ele demonstrava um semblante de extrema preocupação com o nível de atuação dos jogadores. A ficha dele caiu no segundo tempo do jogo. Foi fácil perceber. Temos jogadores profissionais qualificados sem nenhuma noção de posicionamento, cobertura, direção. O quarteto do time deixou o técnico na mão por diversas vezes nesse ano. Quando não era um, era outro.

Rogério é meu ídolo. Respeito o Lúcio. Gosto do futebol do Ganso. Tenho admiração pelo Luís Fabiano. Porém, digo isso remetendo aos grandes momentos do passado, de cada um. Hoje, estão decepcionando. Não é pouco. Notem que eles formam a espinha dorsal do time: gol, zaga, meio e ataque.
Temos que cobrá-los, pois são eles que irão nos tirar dessa situação. Não queimar cartucho com Douglas, Juan, Wellington e outros detestáveis.

Já sabemos quem não rende e não irá render. Mas, sabemos quem são as maiores decepções do time em 2013. Chegou a hora de cobrar os medalhões. Temos um time sem alma, sem liderança, brio. Temos um time de índios sem caciques em campo. Passando a Recopa, devemos apoiar o time, mas também lembrar a responsabilidade dos caciques.

Se me disserem que toda essa bagunça comprova que o problema não era técnico, discordarei completamente. O nosso time não é pior que oito equipes do futebol brasileiro, hoje. O Ney Franco, com suas inseguranças, deixou a casa bem bagunçada para o Autuori arrumar. Não temos time para ficar na parte final de tabela, nunca.

Lembrando sempre. Culpar a diretoria é assunto fixo. A primeira prioridade, por suas façanhas. Uma gestão que perdeu 19 decisões. Venceu somente um terço dos clássicos. Em quatro anos contratou oito técnicos, média de um por semestre. Em quatro anos, saíram 60 jogadores, e 60 jogadores chegaram. Em quatro anos desmontou quatro elencos.

Sorte a todos nós na decisão da Recopa.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 09:08
comente (0 /)

Já é possível notar a mão do novo técnico no time do São Paulo. Os setoristas e observadores dos treinos confirmam.
Paulo Autuori armará o time no 4-4-2. Não é novidade. Ele falou isto na coletiva. Ganso e Jadson juntos. Esse é o caminho. Autuori sabe que tem algumas jóias nas mãos. Melhor recuperar do que fazer o que o Ney Franco fez: guardar no cofre. Em off, afirmou que Ganso era mal aproveitado. Vai mudar o posicionamento.

O técnico ainda comentou como pretende formar o meio-campo sob seu comando. Autuori quer um “diamante” formado por um volante fixo na frente da zaga, dois “volantes” que saem mais para o jogo. Um em cada lado do campo. A frente dos volantes, um meia mais encostado nos atacantes. Teoricamente Wellington ou Rodrigo Caio ficaria na frente da zaga. Denílson e Ganso seriam os volantes dos lados e Jadson, o meia de frente.
Esse sistema permite uma variação durante o jogo: Denílson recua e Ganso avança ao lado de Jadson para servir os atacantes.
"Posso jogar com dois meias, que é como eu gosto mais, ou então no formato de diamante, que são três jogadores em linha mais recuados e um meia avançado, aquele chamado ''enganche'' na Argentina. E fazer isso dar certo é a minha responsabilidade e meu trabalho", enfatizou.

O time estava torto. Ganso e Jadson jogavam sobrecarregados. Ney Franco distanciava o Ganso do Jadson. Com isso, conseguia a proeza de dois meias isolados. Ou seja, não tinha nenhum e nem outro.
Espera-se que Osvaldo recupere a vontade de jogar. Pra dar opção aos meias. Não adianta criar, criar, criar e não dar em nada.

Agora. Não se assustem se o Autuori começar a lançar uns garotos, como Lucas Farias. Ele vai insistir e apoiar o garoto até onde puder. Já fez isso com Denílson Jean, Hernanes e Tardelli. Mas, principalmente apoiar os grandes nomes do time. Sabe que estão mal posicionados.
Num jogo recente, Luis Fabiano estava armando lançamentos para Osvaldo e Aloísio. Aí eles iam a linha de fundo e cruzavam pra ninguém.

Quando os dois meias jogavam juntos, os laterais não desciam. Ficavam sobrecarregados. Alvos fáceis de volantes. Tornavam-se improdutivos. Teve um jogo que o Ganso driblou dois jogadores e viu o Juan livre. Sabia que não devia tocar. Recolheu e voltou para o meio de novo. Um jogador relatou que os meias estavam cansados de costurar e quando rolavam para P Miranda, Juan, a bola não voltava. Como o posicionamento do Jadson era perto da área, ainda aparecia um pouco mais.

Autuori sabe que o problema do time é posicionamento e principalmente o aspecto psicológico. O time toma um gol e se entrega.
Ou seja. Um time combalido, opaco, pálido. Inseguro. A coisa até ia bem, mas bastava tomar um gol que o time parecia não ter forças. E ai, com o time inseguro e pálido, quando entrava o Aloísio com aquela correria dele, ficava a sensação que o time melhorava. Na verdade a correria do Aloísio durava 10 minutos. O outro time já reposicionava a defesa e o boi bandido ficava enjaulado.
Autuori já sabe disto e teve uma conversa ontem a respeito com o elenco. Quer recuperar o moral da tropa. Quer um padrão 90 minutos. Mas, como não pode chegar fazendo absurdos ainda vai dar chances para algumas peças. Não se assuste com Douglas titular nos primeiros jogos.

O clima mudou no CT. Até o jardineiro notou.
“Em cinco minutos tive o que não tive no último ano. Parece que amanheceu”, afirmou um funcionário. Jogadores sentiram firmeza nas primeiras conversas com o novo técnico, que chama todos pelo nome. Alguns jogadores que vinham tendo atuações pífias estão se sentindo revigorados, porque andavam tristes pelos posicionamentos teimosos de antes. Autuori abriu a janela e deixou a luz do sol entrar no São Paulo. Arejou o ambiente.

Vamos aguardar agora os próximos passos. Não há milagre da noite para o dia. Mas acredite: há um clima diferente no ar.
No primeiro dia de treinamento tático já deixou claro sua forma coerente de trabalho.
"Começamos a armar um time sempre de trás para frente; temos talento suficiente para resolver as coisas na frente, por isso vou melhorar a defesa para quem é da criação correr mais riscos. Isso só se faz quando eles veem que lá atrás está seguro", explicou o treinador.

Em dois dias Autuori já mudou e melhorou o time do São Paulo. Iniciou a imposição de seu estilo. A forma de trabalhar cativou os jogadores desde quinta-feira, quando calçou chuteiras e liderou treinamentos dentro do gramado, até a penumbra do entardecer.
"Foram apenas dois treinos, mas a intensidade foi grande. A chegada do Paulo deu vida nova ao elenco e esperamos poder dar uma resposta positiva. Ele deu uma palavra de motivação e confiança pra gente. Tenho certeza de que uma vitória no domingo e o título da Recopa poderão fazer as coisas mudarem ainda mais. Vamos com tudo daqui pra frente", revelou o atacante Osvaldo.

Autuori será assim até esse time jogar. Não somente por um dia, nem será por um mês. O treinador será objetivo. Não fará experiências improváveis. Ele tem a vantagem de já conhecer todos os equívocos praticados no primeiro semestre. Douglas será lateral de ofício. Três atacantes, jamais. Improvisações ocorrerão somente em último caso.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 07:51
comente (1 /)

Temos plenas possibilidades de vencer a Recopa. Porém, entre hoje e terça-feira, há muito trabalho para o Autuori desenvolver. Algumas ações são plenamente possíveis de implementação, mesmo a curtíssimo prazo.
Alguns ajustes precisam ser feitos urgentemente no time. Se não temos jogadas de bola aérea ofensivas, e não temos, esta deve ser esquecida para o jogo de quarta-feira. Nada de cruzamentos, a não ser que seja em faltas laterais ou escanteios.
O Luís Fabiano não sabe lidar com a linha “inteligente” da defesa rival. No primeiro jogo da decisão, ficou impedido diversas vezes. É uma deficiência crônica. Ele precisa urgentemente. Neste final de semana, treinar intensivamente esse fundamento básico do futebol para atacantes. A Autuori tem muito a corrigir e pouco tempo disponível.

Para ter êxito, qualquer esquema tático, estratégia, os jogadores precisarão se aplicar, e muito. Temos que ter 11 combatentes dentro de campo no dia 17-07. Jogar com brio, determinação. Ao final do jogo o campo do Pacaembú não pode estar verde, não pode haver grama, terá que ficar todo esburacado. Queremos ver a travecada chorando na grade do alambrado.

Na partida final, temos que utilizar o artifício do anti jogo e fazer rodízio de faltas nos articuladores do rival. A regra é catimbar o jogo todo, provocar bastante. Dentro das quatro linhas a catimba, faltas, intimidação e um pouco de rispidez sempre foram ingredientes do futebol bem disputado, duramente. Mas, com nervos controlados para não cometer bobagens, sem dar carrinho por trás, por exemplo, ou agredir. Não pode ser burro e praticar agressão fora da disputa, mas na bola, chegando forte. Quem tem que entrar na pilha são eles e não nós.
O jogador mais esquentado deles deve ser induzido, por provocações, durante toda a partida, utilizando todos os artifícios. Tudo dentro da tolerância permitida pelo árbitro do jogo. Malandragem é necessária contra o Sheik, por exemplo.

Tem que jogar objetivamente pensando somente no nosso resultado. Eles possuem toque de bola, entrosamento, jogadas trabalhadas (com bola rolando) e técnica. Sim, temos que neutralizar esses pontos e dane-se a hipocrisia e falsa moralidade que as pessoas pregam, mas não praticam no futebol, o tal do jogo limpo. Dentro de campo não há santo. A TV não mostra 50% do que ocorre no gramado. Nosso time é inferior taticamente. Temos que igualar por outros meios que alguns não aprovam, mas sou totalmente favorável. Já vi até o Messi dar cotoveladas e agredir adversários, sorrateiramente. Jogar limpo é utópico. Se o Autuori não tem esse perfil, não foi o que vimos em 2005 naquele time.

Em qualquer lance apitado contra nós tem que cercar o árbitro, pressionar. Tem que ser o time inteiro e não somente um ou dois jogadores. O árbitro precisa sentir união no time, força de grupo e receio de apitar contra. Mas, o São Paulo precisa utilizar sua força de bastidor para escalar um árbitro favorável e irá conseguir isso por um simples motivo. O SCCP está queimado na Conmebol, após as presepadas que seus dirigentes e torcedores protagonizaram na libertadores 2013.

Entretanto, só vontade e raça não são o bastante, também, pois o nosso sistema de jogo precisa de ações corretivas urgentes. Precisamos vencer o jogo de qualquer maneira. Chega de derrotas para o time da travekolândia. O São Paulo tem que entrar marcando pressão, abafando a saída de bola do SCCP, explorando o frágil lado direito daquela defesa. O Boca Juniors nos mostrou o caminho, recentemente.
Precisamos surpreender o adversário e escalaria o time de forma ousada, diferente.
Lateral direita: Rodrigo Caio, improvisado para marcar o forte lado esquerdo do ataque deles. Ele já demonstrou, nesse ano, que consegue atuar muito bem por aquele lado. Apostar no Lucas Farias nesse jogo é temerário.
Zaga: Toloi pela direita e Rhodolfo pela esquerda. Sim, a mesma dupla de zaga segura do ano passado.

Volantes: Lúcio e Denílson. Não acho loucura jogar com o Lúcio de volante e já expliquei no outro post sobre esta idéia que, aliás, não foi minha. Outros técnicos já improvisaram zagueiros como volante e deu certo. O Lúcio daria segurança ao nosso meio de campo com sua maneira aplicada de jogar. Quem diria, Lúcio começa a apresentar bom futebol. De vilão a solução.
Na lateral esquerda temos o Clemente Rodriguez, também com excelente poder de marcação. Desta forma, teríamos seis bons marcadores atrás da linha da bola e uma defesa forte (principal doutrina das equipes competitivas daqui).

No demais, não mudaria.
Quanto ao Luís Fabiano, acho que ele merece banco pelas idiotices que vem cometendo, mas não seria coerente, para o novo técnico, afastá-lo de um jogo decisivo. Além do mais, ele gosta de atuar bem contra a travecada, para ganhar sobrevida com a torcida. O Autuori não conhece o Luís Fabiano e no decorrer do campeonato brasileiro espero que tome providências agudas.

No que tange ao Aloisio, não o escalaria para entrar no primeiro tempo, porque precisamos resguardá-lo para a segunda etapa. Só espero que o Autuori não tire o Ganso para a entrada do Aloísio no segundo tempo, caso precise atacar com maior volume. Ora, trocar um meia por um atacante é de uma burrice inaceitável, pois é necessário municiar o ataque pelo meio. O Ganso é quem distribui, cadencia e destrava o jogo. O Boi Bandido deve entrar no segundo tempo e, para isto, tiraria o lateral direito do time. Afinal, um atacante a mais pelo lado impede a subida do lateral adversário.

Bom, falamos até agora sobre um sistema 4-4-2 clássico. Mas, a ousadia necessária para esse jogo permite um 3-5-2. Sim, mas, utilizando o Jadson pela ala-meia direita. Loucura talvez, mas não. Com três zagueiros (Toloi, Lúcio no centro e Rhodolfo) poderíamos abrir mão da lateral direita, que tanto nos aflige. Basta segurar o veterano Clemente Rodriguez, e soltar o Jadson pela direita, jogando livre. No meio teríamos o Denílson e o Rodrigo Caio. Se o Lúcio quiser ajudar na saída de bola, teria liberdade. Acho que agrada muito essa maneira, também.

Lembremo-nos que em 1994, um time formado por juniores e juvenis (Expressinho), foi capaz de derrotá-los dentro do Pacamebú em um jogo decisivo pela segunda competição mais importante da Conmebol. O time deles era melhor e composto de Ronaldo, Henrique, Branco, Biro Biro, Marcelinho, Viola, etc. Contudo, não suportaram a nossa tradição internacional. Foram humilhados e eliminados na casa deles. Sabem quem era o goleiro? Rogério Ceni.
O Autuori irá reacender com seu discurso a ira represada dentro dos jogadores. Uma ira de revolta, de superação e recomeço. Uma ira controlada, inteligente, mas fatal.

Dá para vencer eles sim, usando táticas uruguaias e artifícios que todo jogador profissional conhece. Para vencer é necessário querer, com muita vontade.
Já tivemos um jogo decisivo nesse ano, no dia 17-04. Naquele jogo o time demonstrou tudo isso que está no texto sobre determinação, raça, empenho. Está provado que temos isso estocado no time e usaremos na próxima semana.
O Autuori teve uma linda experiência em 2005, quando orquestrou uma estratégia para vencermos um time considerado imbatível pela imprensa esportiva (Liverpool). Temos plenas condições de reverter o placar, vencer o jogo e conquistar esse título. Eles não são tudo isso.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 18:10
comente (0 /)

O Autuori precisará dar uma mexida no time, se quiser ter resultado. Pode ser já, agora, até porque não temos mais nada a perder na péssima situação que nos encontramos. Faltam muitas coisas ao time. Mas, as soluções precisam surgir dos recursos disponíveis. Vamos ver se o Autuori é bom mesmo, pois não virão contratações. Se ele achava a vida difícil no Vasco, aqui pode ser mais complicada. Afinal, todos estão com vencimentos em dia e são melindrosos. As seguintes ações deverão ser implementadas.

Lateral direita.

Chega de esconder o potencial do Lucas Farias. Ele tem que ser o lateral direito do time. Escalaria o Rodrigo Caio somente no jogo da próxima quarta-feira, para assegurar a marcação no forte lado esquerdo do ataque do SCCP.

Zaga.

Está provado que o Toloi não atua bem pela esquerda da defesa, desde o Goiás foi assim. Atuando pela direita é um zagueiro de nível seleção, e já mostrou isso no São Paulo. Precisa retornar à sua posição. Chega de arrancadas inúteis, desguarnecendo a zaga, que o Lúcio não se cansa de adotar. Rhodolfo não é ruim, está em má fase e com um novo técnico readquirirá a confiança. Muitos não se lembram, mas em 2011 ele segurou a barra como único zagueiro bom que tínhamos e em 2012 praticou bom futebol. Dupla de zaga com Toloi e Rhodolfo.

Lateral esquerda.

É o Clemente Rodriguez, e pronto. O cara foi expulso ontem, porque no Brasil a arbitragem força a pratica do joguinho de maricas, ao contrário do que ocorre na Argentina, América do Sul e Europa. Ele se readaptará e poderia trocar umas ideias com o Sorin (ex lateral que atuou no Brasil).

Meio de campo.

Falta a nós aquele jogador de meio de campo que surpreenda a defesa adversária, chegando à frente. Hoje no elenco o único jogador que reúne potencial para ser um volante com qualidades técnicas (passe e ofensividade, com posicionamento) é o João Shmidt. Deve apostar nele sem medo, pois é um ótimo jogador.

Falta-nos também aquele primeiro volante que tanto almejamos, o pit bull. O primeiro volante, ai vem uma surpresa, vou fazer questão de colocar aqui a opinião de um amigo. "Lúcio marca, tem boa estatura para bolas aéreas, posicionamento, antecipações, não é tão lento, e poderia, nesta posição, até arrancar algumas vezes sem causar tantos prejuízos". O Felipão já fez isso no ano passado, utilizando o zagueiro Henrique como primeiro volante, dando muito certo na Copa do Brasil pela SEP. Ótima, excelente ideia a meu ver. Ele também poderia compor a zaga como terceiro zagueiro atuando na intermediária.

A quem não confia no João Shmidt, o Rodrigo Caio poderia fazer, com segurança, a dupla de volantes com o Lúcio. Aliás, o Rodrigo Caio é ótima opção para a lateral direita, já mostrou isso. O Denílson é bom, gosto do futebol dele, mas o Rodrigo Caio vem jogando bem. Temos esses dois, pois o Wellington marca parecendo caipira cercando frango.

O Ganso não pode ser reserva desse time. Ruim com ele, pior sem. Contra o Santos, vimos como o São Paulo perdeu o meio de campo, quando ele saiu. Ontem foi a mesma coisa no Morumbi. Apesar de não estar no nível que almejamos, ele cadencia, distribui, destrava o jogo. Essa história de jogar com três atacantes morreu, chega dessa insistência. Que bom que o Autuori não gosta desse sistema. A duplas de meias é Jadson e Ganso.

Ataque.

O Luís Fabiano deu mais uma mancada ontem. Mais uma mancada em momento crítico. O M1TO não quis dizer, mas já tem alguns blogueiros garantindo que ele ficou p da vida com a expulsão.
Está na hora de um banco de reservas para o jogador mais indisciplinado e irresponsável do time.

O Osvaldo tem jogado sozinho. Ninguém se aproxima dele para tabelar, trocar passes, ajudar na desmarcação. Ao partir com a bola dominada, ele se vê cercado por dois, até três jogadores adversários. Um dos problemas de ser convocado para a seleção é esse, pois o jogador fica visado e manjado pelos oponentes. Então, o ataque deve ser Osvaldo e Aloísio, que vem merecendo a titularidade a tempos.

Penso diferente da maioria quanto ao Ademílson. Esse jogador tem muito potencial. Não critiquem o garoto por causa daquele jogo na Libertadores, pois ele entrou em uma partida de altíssima tensão. Um jogador reserva do reserva que fez sete gols pelo profissional em 2012, não é mané. Ele deve ser a opção imediata para entrar no segundo tempo, pois tem velocidade, presença de área e finalização. Está a altura de um suplente para a etapa final no atual momento.

Soberanos tricolores, talvez seja muita ousadia apostar na molecada. Entretanto, falta energia e empenho aos jogadores mais experientes do nosso time, aos "medalhões". Os caras estão andando em campo. Precisamos dar uma chacoalhada. Tem que haver mais gás, vontade. A chance dada à molecada reacenderá a disputa e a concorrência dentro do elenco, trazendo motivação aos acomodados.

Estamos sugerindo os mesmos remédios receitados em 2009, querendo alguns jogadores no banco e dar chance a alguns novatos da base. Estamos sim, porém, quero lembrar que em 2009 o time quase venceu o campeonato brasileiro, terminando na terceira posição a dois pontos do campeão. Nova gestão com profissionalização e contratações? Esqueçam, somente em 2014.

O Autuori precisa causar um choque no elenco aproveitando o início dos trabalhos, dando chance a essa molecada para mostrar valor como titular. É um técnico decadente, seu auge foi entre 1994 e 2005. Entretanto, temos que apoia-lo agora, esquecendo o Muricy. Ele tem o seu valor e história no clube. Espero que a tropa do Juvenal (TTI) não infernize a vida do novo técnico, por causa do desejo não atendido (Muricy).


Para concluir, não poderia deixar passar. Novamente o time que eliminou o São Paulo é abençoado com uma final de Libertadores. Foi assim em 2007, 2008, 2009, 2010 e 2013.
postado por Wender às 14:17
comente (0 /)

Nós torcedores somos ingênuos. Ao constatar que o elenco do São Paulo é muito fraco, xingamos a diretoria, tratamos-na como incompetente. É um grande equívoco nosso. Eles não são burros, não são incompetentes, não são incapazes. Vamos abrir os olhos e entender melhor algumas coisas. Vamos entender, porque o clube do Morumbi negocia tantos jogadores, desmonta tantos times. Vamos entender, porque contrataram tantos técnicos sem renome todos esses anos.

O São Paulo entrou na mesma sina dos clubes cheios de esquemas com empresários. Não perceberam ainda que o SPFC se transformou em uma vitrine para jogadores sem nome, ou em baixa? Tornou-se um balcão de negócios! O fato de sair um time e meio e chegar outro time e meio por ano, significa ganhos importantes para alguns.

Todos esses jogadores desconhecidos, fracos e inúteis que chegam, serão negociados em breve com clubes do leste europeu ou clubes que possuem financiadores magnatas. Um costume que também temos visto no clube, é a contratação de jogadores experientes em baixa que já tiveram seus bons momentos (processo de requentação para voltarem a ter valor mercado). Nosso clube se tornou um balcão de negócios e abriu mão de trabalhar seriamente para conquistar títulos. O objetivo é faturar dinheiro rápido com a venda de jogadores.

Existem instituições financeiras que lavam dinheiro sujo oriundo de operações suspeitas. Existem clubes de futebol usados para maquiar a imagem de jogadores desconhecidos com a finalidade de terem grife no mercado. Todos saem ganhando com isso. É o mesmo que acontece com a seleção brasileira nos períodos de amistosos inúteis.

Quando o São Paulo consta no currículo de qualquer jogador, qualquer um, é uma garantia de boa venda e bons negócios. Jogadores ganham etiqueta de grife estando no São Paulo Futebol Clube. Dinheiro fácil inescrupuloso para empresários e dirigentes. A quem quiser discordar, peço que veja o elenco que temos. A cada rara contratação importante, chegam seis jogadores desconhecidos. Sim, Luis Fabiano e Ganso são raridades no deserto de boas contratações para calar o torcedor.

Pensamento tipicamente burro dos dirigentes brasileiros que tocam o futebol, principalmente do São Paulo, fazendo esquemas com empresários. A maior força do faturamento de um clube reside no trabalho sério que leva à conquista de títulos. Títulos valorizam a marca, valorizam os jogadores, atraem mais torcedores, aumentam a exposição na mídia, atraem patrocinadores mais fortes. São os títulos que agigantam um clube de futebol.

O que mais intriga é que na era mais amadora e corrupta do futebol, tínhamos o clube mais correto. Hoje, grandes clubes estão seguindo a profissionalização, gestão séria e focada no bem da equipe. O São Paulo está na contra mão por se distanciar disso, da sua história e privilegiar pessoas ao invés do clube. Se o Muricy vier, será o escudo de blindagem da diretoria. Ele é perfeito para eles nesse sentido.

Há explicação convincente e plausível para entender, porque o São Paulo é o clube que pior contrata, mas o que melhor vende. É um negócio e a meta, o lucro a curto prazo. Aos dirigentes atuais pouco importa vencer títulos. Quem não sabe que é impossível vencer títulos fazendo 30 negociações de jogadores por ano? É a coisa mais evidente. Mas no São Paulo futebol é business, e só.

Último ano de gestão em clube lembra um pouco último ano de mandato político?
Ou, Presidente de clube reeleito lembra um pouco político reeleito?
A última gestão de um grupo em clube, lembra um pouco o último mandato dos políticos?
Alguém pode dizer. Ah, mas eles não querem perder a eleição em 2014. Ora, eles já ganharam tudo que podiam nesse período (em todos os sentidos). O que vier a seguir, é lucro.

Aos que ainda admiram o Juvenal por seu extenso vocabulário, ele diria isto:
"Estamos terçando um momento verdugo. Todavia, o horizonte aduz desfastios ao torcedor. O rijo labor compilará alacridades".

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 05:02
comente (0 /)

9 de julho, uma data importante na memória do povo paulista. O governo central queria reduzir a autonomia dos estados, ferindo a constituição. Tal fato causou revolta. Faria e Freidenreich (foto), dois dos jogadores do São Paulo Futebol Clube, se alistaram e lutaram na Revolução de 1932, quando o estado de São Paulo se opôs à ditadura Vargas.

Se, em 1932 vivíamos uma ditadura, 2013 não é diferente. O governo nos enforca com pesados impostos, inflação, início do aumento no desemprego. Enfim, a ditadura dos péssimos serviços públicos que nos obrigam a pagar, do próprio bolso, por serviços que deveríamos receber por direito. Em 2013 o governo também tenta ferir a constituição com propostas suspeitas de reforma política.

Mas, aqui vamos falar de futebol. Temos uma ditadura imperando no São Paulo. Uma gestão de escolhas e decisões erradas, que obrigam o torcedor a engolir sapos, derrotas, vergonhas. Vemos uma ditadura que rasgou a constituição do clube (estatuto). Uma ditadura que ignora a vontade do torcedor (fundamentada) sobre a contratação de um técnico competente. Uma ditadura que tortura os torcedores com péssimas contratações, derrotas e eliminações.

Assim como o herói Arthur Freidenreich teve a iniciativa e coragem de liderar um batalhão de 3.000 homens contra o poderoso exército brasileiro, também somos combatentes tricolores. Precisamos nos inspirar em Freidenreich e ter a força para lutarmos por um clube melhor, digno de sua tradição e história. Afinal, a ditadura atual já pensa se perpetuar em 2014.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 04:18
comente (0 /)

Quem venceu mais? Muricy começou a ser técnico em 1993. Já Paulo Autuori, iniciou em 1974.

Títulos (Muricy Ramalho).

São Paulo
Campeonato Brasileiro: 2006, 2007 e 2008
Copa Master da Conmebol: 1996
Copa Conmebol: 1994

Shanghaï Shenhua
Copa da China: 1998

Náutico
Campeonato Pernambucano: 2001 e 2002

Internacional
Campeonato Gaúcho: 2003 e 2005

São Caetano
Campeonato Paulista: 2004

Fluminense
Campeonato Brasileiro: 2010

Santos
Campeonato Paulista: 2011 e 2012
Copa Libertadores da América: 2011
Recopa Sul-Americana: 2012


Títulos (Paulo Autuori).

Botafogo
Campeonato Brasileiro: 1995

Cruzeiro
Campeonato Mineiro: 1997
Copa Libertadores da América: 1997

Alianza Lima
Campeonato Peruano: 2001 (Apertura)

Sporting Cristal
Campeonato Peruano: 2002 (Apertura e Clausura)

São Paulo
Copa Libertadores da América: 2005
Mundial de Clubes da FIFA: 2005

Al-Rayyan
Copa do Emir: 2010 e 2011.

Gosto do Paulo Autuori. É um técnico vencedor. Ele tem uma visão moderna de futebol. Mas por outro lado, vendo o histórico dele, é possível notar sua propensão a pular de galho em galho. Nos últimos 18 anos ele trabalhou em 22 locais. No São Paulo, por exemplo, ele ficou oito meses. Poderia ter conquistado muito mais se lhe interessasse ficar.

A carreira dele toda foi assim. Agora está no Vasco, reclamando de muitas coisas, ameaçando ir embora. Reclamou do não pagamento de salários, posição do banco de reservas de São Januário. Mas ele já sabia de tudo isso antes de ir para o clube cruz maltino.

O Muricy tem o apoio de 70% da torcida e acertaria o time do São Paulo em um curto período, principalmente defensivamente. É um treinador mais estável nos clubes por onde passa. Nos últimos 18 anos ele trabalhou em 15 locais.

Não vejo outro técnico capaz de chegar com essa moral e dominar o melindroso time do São Paulo. Emergencialmente é a melhor opção para agora, apesar de não concordar muito com o estilo (no futebol não há mais nada para inventar), frase dita por ele. O Muricy está querendo retomar o caminho de glórias e reputação vencedora no São Paulo Futebol Clube.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 04:31
comente (0 /)

Gosto do Paulo Autuori. É um técnico vencedor. Ele tem uma visão moderna de futebol. Mas, por outro lado, vendo o histórico dele, é possível notar sua propensão a pular de galho em galho. No São Paulo, por exemplo, ele ficou somente por oito meses. Poderia ter conquistado muito mais se lhe interessasse ficar. Foi embora para o Japão.

A carreira dele toda foi assim. Agora está no Vasco, reclamando de tudo, ameaçando ir embora. Reclamou do não pagamento de salários, posição do banco de reservas de São Januário . Mas ele já não sabia de tudo isso antes de ir para aquele clube falido?

O Paulo Autuori é competente. Porém, em 2005 pegou um time pronto para ser campeão. O torcedor sabe o que digo. Quando vimos o time conquistar aquele Paulistão, sentimos que a equipe estava formada, segura, consistente. Então não acho uma boa chamá-lo agora. Ele viria e sairia em um curto prazo novamente.

Clubes que ele trabalhou desde 1995.

1995 Botafogo
1996–1997 Benfica
1997 Cruzeiro
1997–1998 Flamengo
1998 Botafogo
1999 Internacional
1999 Santos
1999-2000 Cruzeiro
2000 Vitória de Guimarães
2001 Alianza Lima
2001 Botafogo
2002 Sporting Cristal
2003–2005 Peru
2005 São Paulo
2006 Kashima Antlers
2007 Cruzeiro
2007–2009 Al-Rayyan
2009 Grêmio
2009–2011 Al-Rayyan
2011–2012 Seleção Olímpica
2012–2013 Qatar
2013– Vasco da Gama

De 1995 a 2013 Paulo Autuori passou por 22 clubes. O que resulta entender que ele permanece 10 meses em cada time. Convém lembrar que ele, na grande maioria das vezes, optou por sair dos clubes. Me intriga ver como um cara com uma mente tão moderna e desenvolvida acerca do futebol, não desenvolve trabalhos a médio prazo. É uma contradição ele dizer que os clubes pensam a curto prazo e não permitem os treinadores desenvolverem os métodos, quando pratica o mesmo.

Muitos criticaram o Leão por ter deixado o clube em 2005, corretamente. Eu também critico o Paulo Autuori, que também preferiu ir para o Japão ganhar mais $$$ em vez de enriquecer o currículo no São Paulo.
E para concluir, ele já pensa seriamente em se tornar dirigente de futebol. Isso já denota uma queda de energia para conduzir uma comissão técnica e um elenco.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 07:34
comente (0 /)

O São Paulo entrou na mesma sina antiga dos clubes cheios de esquemas com empresários. Não perceberam ainda que o SPFC se transformou em uma vitrine para jogadores sem nome? Tornou-se um balcão de negócios! O fato de sair um time e meio e chegar outro time e meio por ano, significa ganhos importantes para alguns.

Todos esses jogadores desconhecidos, fracos e inúteis que chegam, serão negociados em breve com clubes do leste europeu ou clubes que possuem financiadores magnatas. Nosso clube se tornou um balcão de negócios e abriu mão de trabalhar seriamente para conquistar títulos. O objetivo é ganhar dinheiro rápido com a venda de jogadores.

Existem instituições financeiras que lavam dinheiro sujo oriundo de operações suspeitas. Existem clubes de futebol usados para maquiar a imagem de jogadores desconhecidos com a finalidade de terem grife no mercado. Todos saem ganhando com isso. É o mesmo que acontece com a seleção brasileira nos períodos de amistosos inúteis.

Quando o São Paulo consta no currículo de qualquer jogador, qualquer um, é uma garantia de boa venda e bons negócios. Jogadores ganham etiqueta de grife estando no São Paulo Futebol Clube. Dinheiro fácil inescrupuloso para empresários e dirigentes. A quem quiser discordar, peço que veja o elenco que temos. A cada rara contratação importante, chegam seis jogadores desconhecidos.

Pensamento tipicamente burro dos dirigentes brasileiros que tocam o futebol, principalmente do São Paulo, fazendo esquemas com empresários. A maior força do faturamento de um clube reside no trabalho sério que leva à conquista de títulos. Títulos valorizam a marca, valorizam os jogadores, atraem mais torcedores, aumentam a exposição na mídia, atraem patrocinadores mais fortes. São os títulos que agigantam um clube de futebol.

O que mais intriga é que na era mais amadora e corrupta do futebol, tínhamos o clube mais correto. Hoje, grandes clubes estão seguindo a profissionalização, gestão séria e focada no bem da equipe. O São Paulo está na contra mão por se distanciar disso, da sua história e privilegiar pessoas ao invés do clube.

Há explicação convincente e plausível para entender, porque o São Paulo é o clube que pior contrata, mas o que melhor vende. É um negócio e a meta, o lucro a curto prazo. Aos dirigentes atuais pouco importa vencer títulos. Quem não sabe que é impossível vencer títulos fazendo 30 negociações de jogadores por ano? É a coisa mais evidente. Mas no São Paulo futebol é business, e só.

Sds.
Peixoto.
postado por Wender às 11:10
comente (2 /)

Talvez R$ 0,20 não seja um catalisador tão consistente para uma mobilização rebelde. Entretanto, é sim. Fiz umas contas aqui. São R$ 125,00 reais a mais por ano que sairia do bolso de cada idiota que utiliza ônibus de segunda a sábado, ida e volta. Em 2012 houve três bilhões de viagens, que resultariam em R$ 600 milhões adicionais aos interessados, em um ano. O protesto é totalmente justificado ao contrario do que estão dizendo por aí na imprensa, que alguns adoram acreditar.

Realmente, não ficaram muito claros os motivos iniciais, mas notem. Isto é uma clara constatação que o movimento também foi de iniciativa popular e não somente político como estão afirmando. Por isto faltou organização. Aliás, a maior prova de que o protesto não é político reside no fato de tanto o PT, como o PSDB nas figuras da prefeitura e estado estarem sendo alvos.

O povo resolveu detonar tudo de uma única vez, sem foco, direção. A revolta explodiu. E quer saber, acho ótimo. Nunca protestaram por nada e resolveram mostrar sua indignação por tudo de errado. As conquistas sempre surgiram de lutas. O governo não atende quando se pede, por favor.

Não são escassos os motivos implícitos na revolta popular que está ecoando pelo Brasil e fora. Na verdade, todos estão exausto pela impunidade, trânsito, gastos da copa, inflação, políticos, educação fraca, saúde. Quem sabe esse não seja um início de uma revolução social. Quem sabe não seja o início de uma mudança de mentalidade para as pessoas levantarem de seus sofás e brigarem por um país melhor.

Esse protesto pode não ter um motivo anunciado impactante, mas tem grande repercussão colateral. Sinceramente, a elite está incomodada com os protestos. O que estamos vendo aqui está sendo um pouco forte ao normal, porque não estamos acostumados a ver protestos deste porte, com ações policiais. Na Europa é normalíssimo e corriqueiro. Lá as pessoas exercem a cidadania para conquistar seus direitos.

No mesmo tema. Enquanto um político paranaense paga fiança de R$ 5000,00 para estar livre da prisão, um protestante da av. Paulista tem que pagar fiança de R$ 20.000,00 para ser libertado ao ser preso. A diferença é que o político paranaense matou um pedestre, irresponsavelmente. Porém, o protestante da Paulista estava expondo sua discordância. Baita incoerência.

A muito tempo considero esses juízes os maiores incentivadores da impunidade e congestionamento das esferas judiciais. Ah, alguém pode dizer, mas eles aplicam a lei que é confusa. Engano. Juízes trabalham pelos interesses do Estado, primeiramente. Vejam como a justiça é agilíssima para revogar liminar que impede jogo no Maracanã. Trabalham até de madrugada quando o assunto é "importantíssimo". Está cheio de "injuizes" que propagam a injustiça. Digo que ao tardar, a justiça já falhou.

A imprensa está detonando os protestantes, inflando os acontecimentos de forma mentirosa. Porém, gostaria de deixar meu apoio ao pessoal que decidiu protestar na rua, seja direcionado ou roteirizado. Ao menos deixaram o conforto do sofá para manifestar na prática seus incômodos. O Brasil está mudando.

Quer saber a verdade? Desligue a tv e venha para o local mais democrático que existe, INTERNET.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 02:43
comente (2 /)

Aqui vai uma crítica para a TTI. Estão causando a saída de um jogador apoiado por 75% da torcida. Sim, 3/4 dos SãoPaulinos apoiam o Luis Fabiano. Se ele sair, suspendo o pagamento do meu ST até a próxima gestão assumir em 2014.

Somente agora, quando as coisas estão realmente mal, começaram a focar timidamente a diretoria nos protestos. Assim fica parecendo protesto político direcionado, quando chega o momento da transição de poder no clube.

A torcida do São Paulo foi pioneira no Brasil na questão das torcidas organizadas. A primeira torcida uniformizada fundada foi a nossa, na década de 40. Em 1939 tivemos o Grêmio Tricolor, que logo chamar-se-ia TUSP – Torcida Organizada do São Paulo. Já tivemos a vanguarda de proporcionar espetáculos visuais nas arquibancadas, sensacionais. A Independente, que surgiu da TUSP, deveria relembrar as origens de apoio e espetáculo. Hoje é antiquada.

Atualmente vemos torcidas organizadas se mobilizando no Brasil para assimilarem o novo costume das torcidas sincronizadas. Temos visto belos espetáculos ao redor do mundo, seja em países ricos ou pobres. Tenho o maior respeito pela história das organizadas do São Paulo, mas pararam no tempo.

Alguém do marketing ou da comunicação precisa se reunir com a Falange, Dragões e Independente para implementar um upgrade na forma de torcer, fornecer condições e exigir mais espetáculo, além de cantos e bandeirões. Mais uma questão a se modernizar no clube. O torcedor SãoPaulino é, talvez, o que menos interage com o jogo. Não há mosaico, não há nada. É preciso quebrar essa barreira do atraso.

O torcedor que assiste ao jogo do campeonato alemão, o torcedor do Olímpia PAR, o torcedor grego, turco, egípcio, o torcedor do Avaí SC frequenta o estádio não somente para ver seus times. Eles vão ao estádio pelo espetáculo proporcionado da própria torcida. No jogo contra o Penapolense, pelo Paulistão, o clube distribuiu algumas bandeirinhas de plástico para os torcedores. Já foi algo, sobre o nada que a muito tempo se via.

Entre todas as torcidas organizadas de times grandes, as nossas são as mais atrasadas em termos de espetáculo, principalmente a Independente. A torcida do Fluminense, por exemplo, participa do espetáculo em peso. Digo o torcedor comum. Temos vários outros parâmetros.

Infelizmente teremos um novo racha nas arquibancadas do Morumbi por conta dessa incompreensível postura de um grupo que ao invés de agregar, expulsa jogadores importantes do clube. E, finalizando o texto, gostaria que gravasse isto. A saída do Luís Fabiano tornará o Ganso em próximo alvo dos torcedores organizados do clube.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 00:33
comente (0 /)

A diretoria está com uma bucha na mão, talvez maior que após a desclassificação da Libertadores. Logo mais haverá um período para se colocar um pouco de ordem na casa e revigorar o espirito competitivo. Se a diretoria não fizer nada, corremos o risco de perder o título da Recopa, agravando a crise em proporções inesperadas.

Quando se inicia uma trinca e nada se faz, surge a ruptura. Depois, pode não haver reparo e somente uma troca resolve. Hoje, entre os jogadores e a comissão técnica, há uma ruptura. Talvez não tenha mais solução.

Todos aqui sabem que o Ney Franco errou demais neste ano.
Todos aqui sabem que os principais jogadores não gostam do técnico.

Trocar o treinador pode ser a única saída, mesmo não sendo o correto. Os gestores do futebol no Morumbi permitiram que a situação chegasse a tal ponto. Foram omissos. Conhecendo o perfil do técnico, deveriam estar sempre o auxiliando no trato com os jogadores mais cascudos do elenco.

O Ney Franco ficou sozinho, isolado. Na solidão de sua função agiu equivocadamente, fechando-se. Ninguém o orientou ou auxiliou nas crises, erros e atitudes. Esse é o vírus que contaminou o futebol do clube. Vem derrubando os técnicos e será extirpado em 2014. Time com estrelas precisa ter um trabalho forte de gestão para controlar as vaidades, principalmente quando o técnico não tem grande bagagem e peso.

Vindo um novo técnico, se vier, já chegaria sabendo tudo que acontece dentro do São Paulo. Sim, eles também trocam ideias e muito, mas o ótimo salário sempre fala mais alto. Após seis/oito meses de trabalho os jogadores mais importantes do elenco novamente estariam apitando, se o resultado não for o esperado. Os gestores de futebol do clube deixam a caça (técnico) à disposição dos predadores (jogadores). Por isso, se for trocar, deve-se trazer um técnico experiente, de peso. Escolheria entre o Mano Menezes e o Abel Braga. Talvez o Muricy não viria agora sob o risco e a tensão da transição de poder, se viesse, ótimo.

Se acontecer uma intervenção divina e o Ney Franco ficar (não acredito, mas quem sabe uma churrascada ajude), há um dilema. O time precisa de jogadores importantes para algumas posições carentes. Porém, o técnico já demonstrou dificuldades em controlar e liderar jogadores com personalidade forte e experiência. O São Paulo tem contratado jogadores no perfil do Sr. Franco, recentemente.

Ontem, confesso que fiquei surpreso com a entrevista do Aloísio. Ele deu uma "amistosa cornetada" pedindo a manutenção do esquema, dizendo que seria bom se não fosse mudado tanto. Compensou dizendo que o Ney Franco é muito inteligente taticamente. Não foi negativo, mas até o Aloísio...

Não foi um, nem dois jornalistas que falaram sobre o belicoso clima dentro do clube, entre jogadores e comissão técnica. Já se configura uma unanimidade na imprensa. São vários os que afirmam o mesmo. Repito, se trocar de técnico, daqui a oito meses ouviremos o surgimento das mesmas histórias. O Ney Franco agoniza e virou refém dos jogadores.

É uma decisão difícil, mas eu agradeceria o Ney Franco e o despediria, infelizmente.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 23:03
comente (2 /)

Está mais do que pronto para assumir a presidência do São Paulo Futebol Clube. Tem um currículo espetacular.

Marco Aurélio de Almeida Cunha, 59 anos, é médico ortopedista há mais de 30 anos. Casado, é pai de 3 filhos, João Paulo, Luiza e Maria. Formou-se pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) em 1978, com especialização em Medicina Esportiva, pela Escola Paulista de Medicina, e com residência em Ortopedia/Traumatologia no Hospital Matarazzo (1982 - 1983). Atualmente é uma das personalidades mais importantes no cenário esportivo brasileiro, tendo extensa atuação nas áreas médica e administrativa de grandes entidades do esporte nacional.

Começou a trabalhar com medicina esportiva no final da década de 1970, como estagiário do departamento médico do São Paulo Futebol Clube. Foi efetivado e tornou-se responsável pelo departamento até 1990. Para além da experiência profissional, os anos dedicados ao clube lhe renderam oportunidades de conviver com verdadeiros craques do futebol brasileiro, e participar da modernização da estrutura e gestão do clube, que alcançaria excelentes resultados nos anos 90.

Seguindo como médico dentro do futebol, Marco Aurélio foi para o Clube Atlético Bragantino. Lá, trabalhou com Wanderley Luxemburgo, que na época era treinador iniciante de futebol. A parceria deu certo, e o clube conquistou o Campeonato Paulista de 1990. No ano seguinte, ao lado de Carlos Alberto Parreira, foi vice-campeão brasileiro.

Em seguida, Marco foi para o Guarani, onde conviveu com uma jovem equipe de garotos que futuramente seriam grandes estrelas do futebol brasileiro (Luizão, Edílson e Amoroso). Em 1994, tornou-se consultor médico e de gestão da Parmalat no Brasil, colaborando na ascensão do Esporte Clube Juventude para a Série A do Campeonato Brasileiro e do Sociedade Esportiva Palmeiras com o campeonato brasileiro de 1994.

Com o promissor mercado futebolístico no Japão, teve a oportunidade de atuar por dois anos como consultor médico e esportivo em duas das melhores equipes do futebol asiático, Kashiwa-Reysol e Verdy-Kawasaky.

De volta ao Brasil, em 1996, percebeu a falta de profissionalismo na gestão dos clubes, e dedicou-se a esta área. Começou como Diretor de Futebol do Coritiba FC, e, devido ao sucesso do trabalho realizado, foi contratado pelo Santos Futebol Clube para também dar início à profissionalização na gestão do clube. O trabalho resultou na melhoria da infraestrutura, tanto do Centro de Treinamento quanto da área médica, o que influenciou até os resultados dos jogos, levando o Santos a novas conquistas, como a Copa Rio-São Paulo e Taça Conmebol e, mais tarde, o surgimento de estrelas como Diego e Robinho.

Após dois anos no Santos, foi contratado pelo Figueirense FC, clube da 3ª divisão do futebol brasileiro na época, para fazer o mesmo trabalho. A profissionalização do clube gerou em poucos anos o acesso à 1ª divisão do futebol brasileiro, na qual permaneceu até o ano de 2008.

Trabalhou seis meses como superintendente de futebol do Avaí Futebol Clube, e em 2002 retornou ao SPFC, dessa vez como dirigente de futebol. Lá, foi um dos responsáveis pelo choque de gestão que levou o clube de volta à rotina de conquistas de expressão, como a Libertadores, o Mundial de 2005 e o Tricampeonato Brasileiro 2006-2007-2008.

Com a equipe multidisciplinar que trabalhara nos anos 80, reformulou o departamento médico do São Paulo Futebol Clube criando o Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica (REFFIS), hoje de relevância internacional.

Ainda em 2008, foi convidado pelo então prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e filia-se ao Democratas (DEM). Concorre às eleições municipais paulistanas, sendo eleito vereador da cidade de São Paulo com 38.421 votos, o 19º candidato mais votado no ranking geral, e o 4º. mais votado entre os “estreantes” no processo eleitoral.

Em setembro do mesmo ano, filia-se ao Partido Social Democrático (PSD), e assume a liderança da bancada do partido na Câmara Municipal, na época com 10 vereadores. Foi também Corregedor Geral, Vice-presidente da Comissão de Justiça e Defesa da Cidadania e membro da Comissão Parlamentar de Inquérito do Cine Belas Artes (CPI Belas Artes, criada para apurar irregularidades do processo de tombamento do prédio onde funcionou o cinema, na Rua da Consolação).

Em fevereiro de 2011, um levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo constatou que Marco Aurélio era o 3º parlamentar com o MENOR gasto de gabinete entre os vereadores da Casa. No mesmo ano, deixa a superintendência do SPFC para se dedicar integralmente à Câmara Municipal de São Paulo e ao cargo de presidente da Corregedoria Geral, eleito para exercer até 2012.

Reeleito com 40.130 votos em 2012, foi o 2 º vereador mais votado do partido. Uma avaliação da ONG Voto Consciente feita no mesmo ano, escolheu Marco Aurélio Cunha como o 4º melhor vereador da cidade - levando em consideração a relevância dos projetos apresentados. Na classificação geral, ficou como o 8º melhor vereador da cidade entre os 55 parlamentares.
Em janeiro de 2013, reeleito, assume a 1ª Vice-presidência da Câmara Municipal de São Paulo.

Fonte: http://www1.camara.sp.gov.br/vereador_joomla2.asp?vereador=118

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 13:33
comente (0 /)

Esse é mais um prato cheio para a oposição, Marco Aurélio Cunha e Cia. O Juvenal foi eleito com a promessa de cobrir o Morumbi. Por mais que ele tenha lutado e não conseguido, é uma retumbante derrota. Vejam a entrevista que ele concedeu ao Lance em 2011, após ter vencido a eleição para presidente do clube.

[Lance] Vitória com muitos votos. O que isso representa?

[Juvenal] O São Paulo precisa de mim. Todos sabem disso. Precisa da minha eficácia. Eu preciso terminar essa obra fantástica. Tem o progresso do Morumbi, a readequação do CT da Barra Funda, a ampliação também de Cotia.

[Lance] A oposição teve apenas sete votos. O que isso representa?

[Juvenal] A oposição não existe. Ela teve sete votos. Se você tirar um, ficam seis. Se você tirar mais os cupinchas, aí não sobra nada. Ninguém vai ditar regra para nós. Há muita gente aqui que tem a mesma competência, mas esses competentes resolveram me apoiar.

[Lance] O que planeja para esses próximos três anos de mandato?

[Juvenal] Continuar nessa linha de progresso. O São Paulo se distancia dos demais clubes, pela sua logística, pelo seu comportamento e por todo processo que o São Paulo implantou. Vai inovar e vai ter 90% dos jogadores de Cotia. O São Paulo é a grande grife do futebol brasileiro no exterior.

[Lance] Vai fazer a cobertura no estádio?

[Juvenal] Vai ter cobertura, o progresso vai continuar. Vocês viram o show do U2. Trezentas mil pessoas. Esse estádio é um dádiva.

Fonte: http://www.lancenet.com.br/sao-paulo/Juvenal-Juvencio-eleito-mandato-Paulo_0_466153599.html#ixzz2VLfG4Uy0

Quanto à zoação que sofreremos dos torcedores rivais, não ligo muito. Isso é certeza que irá ocorrer, mas já tenho a reposta perfeita. A minha casa é antiga, mas quitada (Morumbi).
Para a travecada eu já mando essa. A "sua" casa está financiada por trinta anos e continuarão alugando estádio por não ser de vossa propriedade.
Para a porcada imunda, já mando essa também. A sua está penhorada por trinta anos e tem nome de parque de diversões, parque de diversões para os adversários.

Mas em pleno 2013 - 2014 ir ao estádio e tomar chuva na cabeça, não dá. Cobrir o estádio é no mínimo uma obrigação. Até pela promessa que foi feita a dois anos atrás. Será que esse imbróglio não foi resolvido pela perseguição que o clube sofre nos meios, que todos afirmam? Ou é incompetência dos gestores do clube? Fico com a segunda opção, sem dúvida.

O Palmeiras teve muitos obstáculos para para iniciar a reforma do seu estádio. Começou com severos obstáculos da prefeitura, órgãos do governo. Mas estão reformando o Chiqueirão, mesmo aos trancos e barrancos. Inclusive, derrubando na justiça alguns impasses provocados por opositores à obra. As dificuldades deles são muito maiores, as obras também.

O São Paulo estará atrasado em relação aos rivais. Esses novos estádios estarão cobertos e oferecendo conforto, podendo até majorar o preço dos ingressos. Enquanto isso o Morumbi terá que oferecer ingressos a preços menores, perdendo faturamento.

Essa gestão atual (2011 - 2014) só sofreu derrotas, seguidas derrotas em todos os níveis. Isso se chama incompetência. A cobertura do Morumbi é um sonho do torcedor. Um clube que fatura praticamente R$ 300 milhões por ano, não consegue captar recursos para enfrentar uma obra dessa? Nem que seja para pagar em dez anos? Lembrando que a cobertura custa R$ 250 milhões.

E outra, a cobertura estará solucionando o problema do ruído externo reclamado pelos vizinhos, além de valorizar ainda mais o patrimônio do clube. Em tudo que esses caras se metem, vira uma novela irritante e sem capítulo final. O Juvenal prometeu e nunca vou me esquecer. A cobertura ficou para 2015. Um fracasso enorme da gestão Juvenal 2011 - 2014.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 19:32
comente (0 /)

Vejo que toda a torcida está de saco cheio com tantos equívocos. Desde o início do ano estamos vendo um time sem consistência defensiva. A nossa defesa (meio, laterais e zagueiros) tem sido um convite aos adversários.

Temos visto várias equipes montarem seus times a partir da defesa, fechando o barraco. Para construir uma casa primeiro levanta-se os muros, instala-se os portões e só depois se começa a construir a residência para que corintianos travecos não invadam e furtem todo o material.

Estamos vendo o São Paulo montar uma equipe forte com meias e atacantes a um bom tempo, mas quanto aos volantes, zagueiros e laterais... Só pela misericórdia. Será que nessas equipes do interior não há ao menos um volante para se contratar? Daqueles que faça os adversários se preocuparem? Baraka da Ponte Preta custa tão caro assim? Ou não há volantes do Eduardo Uram?

A quanto tempo não temos confiança no sistema defensivo do time? Na semi-final do Paulistão o Penapolense deitou e rolou sobre os nossos defensores. PENAPOLENSE! Tem mais, estou achando que falta treino defensivo, definição de posicionamento, treinamento tático. Nesse caso já se configura uma falha grave da comissão técnica. Defensivamente o nosso time é todo esburacado.

Cadê as contratações dos volantes???

Que loucura estamos vendo. As maiores deficiências que vimos na equipe desde o início do ano não foram trabalhadas até agora para a disputa das competições do segundo semestre. O Brasilerão já inicia agora. Nunca deveriam contratar apostas para as carências maiores que temos no time principal. Sim, o nosso time principal não está pronto até hoje. Já viram como está o nosso banco de reservas?

Time de futebol é como uma máquina. Vai se ajustando aos poucos até ficar produtiva e confiável. Passo a passo as peças ruins vão sendo trocadas. Peças de baixo custo e material inferior só devem ser usadas provisoriamente ou em locais que não ocorra um comprometimento do funcionamento. Deve existir uma constante evolução. A nossa máquina está emperrando, não desenvolve e não passa nenhuma confiança.

Deus do céu, Buda, Alá, Jeová, Zeus, Ganesha, Tupã. Onde foi parar aquele São Paulo Futebol Clube bem gerenciado, inteligente, diferente, eficiente? Será que estamos no inferno?

Abs.
Peixoto
postado por Wender às 11:51
comente (1 /)

O São Paulo Futebol Clube é a equipe brasileira que mais enviou representantes nas cinco copas conquistadas pelo Brasil. Foram 13 jogadores nas conquistas de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002.

Em Copas, já cedemos 42 jogadores. Somente o Botafogo nos supera, com 46 convocados.

O SPFC domina, sendo o ÚNICO CLUBE DO MUNDO com jogadores convocados para TODAS as copas pós-II Guerra até 2006. Veja a lista:

1950 - Bauer, Friaça, Noronha e Rui
1954 - Alfredo, Bauer, Maurinho e Mauro Ramos
1958 - DeSordi, Dino Sani e Mauro Ramos
1962 - Bellini e Jurandir
1966 - Bellini e Paraná
1970 - Gérson
1974 - Mirandinha e Valdir Peres
1978 - Chicão, Valdir Peres e Zé Sérgio
1982 - Oscar, Renato, Serginho e Valdir Peres
1986 - Muller, Careca, Oscar, Falcão e Silas
1990 - Ricardo Rocha
1994 - Cafu, Leonardo, Muller e Zetti
1998 - Denilson e Zé Carlos
2002 - Belletti, Kaká e Rogério Ceni
2006 - Rogério Ceni e Mineiro

Em 2010 não tivemos nenhum jogador convocado do nosso clube, mas a seleção era formada por alguns jogadores revelados aqui ou que tiveram brilhante passagem anterior pelo São Paulo.

Esse clube só causa orgulho. A superioridade é notória. Os rivais piram.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 13:09
comente (0 /)

Modernidade, inovação e pioneirismo são palavras que não ouvimos a muito tempo quando se refere ao tricampeão mundial. Um clube notabilizado por sua forma diferenciada de ser, que atualmente tem praticado somente o retrocesso no que diz respeito à gestão de futebol.

O departamento de futebol de um clube é onde se desenvolve o trabalho para gerir a carreira dos jogadores, contratos, oportunidades de negócio para compra/venda, solucionar deficiências do elenco, planejamento do ano seguinte, etc. São muitos detalhes. Isto significa ser o coração do clube, onde deve haver somente pessoas preparadas para tal.

Atualmente vemos alguns clubes como Atlético MG, Fluminense, Cruzeiro, Botafogo e muitos outros já implementando, a alguns anos, a profissionalização da gestão no futebol. São gestores gabaritados do mercado, sendo remunerados para gerir seres, ações e situações. A complexidade envolvida e o orçamento milionário movimentado exigem pessoas preparadas à frente do futebol de um clube.

O São Paulo não precisa contratar alguém de fora para essa função. Temos pessoal extremamente qualificado como o Zetti, Marco Aurélio Cunha. Esse que poderá ser o presidente e atualizar o estado degradado que o clube se encontra.

Outros clubes podem até possuir um diretor de futebol não remunerado, mas são preparados para a função, gostam e sabem o que fazem. Vemos isso no São Paulo? Não. Já teve isso? Sim. Por que não existe mais?

Mexendo em time que se ganha.

A partir de 2009 vimos um clube ser transformado aos poucos. O presidente foi descendo de seu posto, assumindo o futebol cada vez mais. Passou a praticar seguidas ingerências na diretoria de futebol, exigindo sua vontade ao seu estilo. Em 2010 foi o ano da partilha, quando um bom time, com bom técnico foi desmontado após uma derrota na semifinal da Libertadores. As ações começaram a ser tomadas exclusivamente pelo presidente sem dar ouvidos ao seu diretor de futebol, sequer.

Todos sabem a função do Milton Cruz dentro do clube. Ele vasculha o mercado do futebol na busca por oportunidades de contratações. Em outras épocas ele possuía autonomia para falar em nome do clube, deixando tudo encaminhado. Hoje ele é um mero auxiliar do Juvenal Juvêncio, respondendo diretamente a ele, em um link na cadeia de hierarquia. Todo o trabalho desenvolvido, até o caderninho, é passado ao Juvenal.

O Adalberto Baptista é o diretor de futebol, mas passou a ser somente uma figura decorativa títere. Um secretário que negocia os jogadores a mando do presidente. Sim, quem escolhe e manda contratar é o presidente. O Adalberto somente fecha o negócio e pousa para a foto na apresentação do recém contratado. Foi assim com o Ganso e vários outros.

O Milton Cruz tem sido incompetente nas informações passadas ao Juvenal? Não. É o presidente quem avalia os nomes, escolhendo qual lhe afeiçoa mais. É nesse ponto que reside o erro maior desses quatro anos, quando se viu a vinda de 56 jogadores. As dicas do Milton Cruz são estritamente sobre atletas de baixo custo, para chegarem e resolver deficiências pontuais do elenco. Mas esse modelo de contratação cirúrgica somente proporciona o resultado esperado quando já se tem um time formado e entrosado. Eram os casos do quadriênio 2005 - 2008. Até o trabalho do Milton Cruz foi enquadrado à maneira do Juvenal.

O que vimos após 2009 foi uma sequência absurda de reformulações, com jogadores chegando a todo o momento, perdidos com mudanças de técnico, esquemas táticos, troca de companheiros. Nunca houve tempo hábil para se formar um conjunto de time convincente. Haja técnico.

Temos um presidente como diretor de futebol, na prática. Mas esse “diretor de futebol” tem agido seguidamente como torcedor. Ele manda contratar um jogador que, se não rende por N motivos, está fora no trimestre ou semestre seguinte. Repito, temos um torcedor no comando do clube. Quando ele se sente encurralado e pressionado traz alguns jogadores mais impactantes, não sempre produtivos. Tudo para segurar o ímpeto da torcida, arrebentando com os cofres ainda mais.

Vendo o São Paulo de hoje, direi isso com extrema dor na alma, lembra-me demais o amadorismo presenciado no Flamengo de anos anteriores. São os mesmos sintomas e características, com a diferença de termos sido mais eficazes nos pontos corridos. Tivemos equipes ligeiramente melhores sem atrasos de salário que o clube carioca. A cada ano a situação piora. Lembrando que o segundo semestre/2012 foi uma exceção, porque havia o Lucas e a chegada de um técnico melhor que os anteriores.

Não há mais planejamento algum. Não existe critério para se contratar 56 jogadores em quatro anos. Desses, 70% de dúvidas e puras apostas. Nesses quatro anos foram gastos, pasmem, R$ 218,7 milhões em contratações. O resultado disso é a configuração do oitavo clube mais endividado do Brasil, conforme mostrou uma recente reportagem da ESPN.

Estamos presenciando um modelo obsoleto de gestão da década de 80, quando o presidente centralizava e mandava em tudo que havia no clube, interferindo. A gestão moderna delega competências a profissionais preparados. Tudo na vida desgasta, deprecia e torna-se obsoleto. Isso ocorre com as pessoas, inclusive. Há um tempo para todas as coisas.

A única maneira de voltarmos a ser São Paulo Futebol Clube é parar tudo e recomeçar.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 22:26
comente (2 /)

Vejam como o Justafá Jualib administrou o futebol do São Paulo a partir de 2009. Em 2010, 2011 e 2012, o coronel torrou praticamente R$ 150 milhões em contratações.

Foi eliminado 17 vezes de competições em seis anos, acarretando uma perca de faturamento da ordem de R$ 200 milhões de reais.

2009
SAÍRAM: 10
Alex Silva (Z, Hamburg-ALE)
Juninho (Z, Botafogo)
Júnior (LE, Atlético-MG)
Néicer Reasco (LD, LDU-ECU)
Anderson (Z, Cruzeiro)
Jancarlos (LD, Cruzeiro)
Éder Luis (A, Atlético-MG)
Eduardo Costa (V, Monaco-FRA)
André Lima (A, Botafogo)
Wagner Diniz (LD, Santos)

CHEGARAM: 10
Denis (G, Ponte Preta)
Wagner Diniz (LD, Vasco)
Junior Cesar (LE, Fluminense)
Jean Rolt (Z, Ponte Preta)
Renato Silva (Z, Botafogo)
Adrián González (LD, San Lorenzo-ARG)
Nelson Saavedra (LD, Palestino-CHI)
Arouca (V, Fluminense)
Marlos (M, Coritiba)
Washington (A, Fluminense)
Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu nas quartas de final
Brasileirão: terminou em 3º

2010
SAÍRAM: 15
Fabiano (G, Toledo)
Nelson Saavedra (LD, Atlético-GO)
Rodrigo (Z, Grêmio)
Joilson (LD, Grêmio)
Zé Luis (V, Atlético-MG)
Borges (A, Grêmio)
Arouca (V, Santos)
André Luis (Z, Fluminense)
André Dias (Z, Lazio-ITA)
Hernanes (M, Lazio-ITA)
Jorge Wagner (M, Kashiwa Reysol-JAP)
Léo Lima (M, Al-Nasr-EAU)
Richarlyson (V, Atlético-MG)
Roger (A, Guarani)
Oscar (M, Internacional)

CHEGARAM: 16
Roger (A, Vitória)
Alex Silva (Z, Hamburg-ALE)
André Luiz (Z, Grêmio Prudente)
Xandão (Z, Grêmio Prudente)
Cicinho (LD, Roma)
Carleto (LE, Valencia-ESP)
Samuel (Z, Mirassol)
Ilsinho (LD, Shakhtar)
Cleber Santana (M, Mallorca-ESP)
Marcelinho Paraíba (M, Coritiba)
Léo Lima (M, Goiás)
Rodrigo Souto (V, Santos)
Carlinhos Paraíba (M, Coritiba)
Ricardo Oliveira (A, Al Jazira-EAU)
Fernandão (A, Goiás)
Fernandinho (A, Grêmio Prudente)
Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu na semifinal
Brasileirão: terminou em 9º

2011
SAÍRAM: 17
Cicinho (LD, Villarreal-ESP)
Marcelinho Paraíba (M, Sport)
Adrián González (LD, Arsenal de Sarandí-ARG)
Samuel (Z, Werder Bremen-ALE)
Junior Cesar (LE, Flamengo)
Mazola (A, Urawa Reds-JAP)
Edson Ramos (LD, Mogi Mirim)
Carleto (LE, Olimpia-PAR)
Alex Silva (Z, Flamengo)
Renato Silva (Z, Vasco)
Diogo (LE, Goiás)
Ilsinho (LD, Ilsinho)
Fernandão (A)
Miranda (Z, Atlético de Madrid-ESP)
Dagoberto (A, Internacional)
Xandão (Z, Sporting-POR)
Rivaldo (M, Kabuscorp-ANG)
Marlos (M, Metalist-UCR)

CHEGARAM: 11
Rhodolfo (Z, Atlético-PR)
Juan (LE, Flamengo)
Edson Ramos (LD, Mallorca-ESP)
João Filipe (Z, Botafogo)
Iván Piris (LD, Libertad-PAR)
Rivaldo (M, Mogi Mirim)
Cañete (M, Boca-ARG)
Denilson (V, Arsenal-ING)
Cícero (M, Wolfsburg-ALE)
Luis Fabiano (A, Sevilla-ESP)
Willian José (A, Grêmio Barueri)
Paulistão: caiu na semifinal
Copa do Brasil: caiu nas quartas de final
Sul-Americana: caiu nas oitavas de final
Brasileirão: terminou em 6º

2012
SAÍRAM: 12
Bosco (G)
Juan (LE, Santos)
Jean (V, Fluminense)
Carlinhos Paraíba (M, Omiya Ardija-JAP)
Piris (LD, Roma-ITA)
Bruno Uvini (Z, Napoli-ITA)
Henrique (A, Granada-ESP)
Paulo Assunção (V, Deportivo La Coruña-ESP)
Cícero (M, Santos)
Fernandinho (A, Al Jazira-EAU)
Wllian José (A, Grêmio)
Lucas (M, Paris Saint-Germain-FRA)

CHEGARAM: 11
Rafael Toloi (Z, Goiás)
Cortez (LE, Botafogo)
Paulo Miranda (Z, Bahia)
Edson Silva (Z, Figueirense)
Douglas (LD, Goiás)
Jadson (M, Shakhtar-UCR)
Fabrício (V, Cruzeiro)
Ganso (M, Santos)
Paulo Assunção (V, Atlético de Madrid-ESP)
Maicon (M, Figueirense)
Osvaldo (A, Ceará)
Paulistão: caiu na semifinal
Copa do Brasil: caiu na semifinal
Sul-Americana: campeão
Brasileirão: terminou em 4º

2013
SAÍRAM: 1
Casemiro (V, Real Madrid-ESP)

CHEGARAM: 8
Lúcio (Z, Juventus-ITA)
Aloísio (A, Figueirense)
Negueba (A, Flamengo)
Wallyson (A, Cruzeiro)
Renan Ribeiro (G, Atlético-MG)
Silvinho (A, Penapolense)
Roni (M, Mogi Mirim)
Caramelo (LD, Mogi Mirim)
Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu nas oitavas de final

São 56 contratações em somente quatro anos. Foram 57 dispensas de jogadores. Nesse período, após a saída do MAC, o JJ tem sido o próprio diretor de futebol do clube em todos os sentidos.
Adalberto Porschista tem sido somente um um secretário negociador a mando do JuJu.

O prejuízo politico causado por todas as brigas dele, Juvenal, com uma extensa lista de confusões:

- Vários clubes;
- Federações;
- Confederações;
- Vizinhos;
- Prefeitura;
- Patrocinadores / Andrade Gutierrez;
- Técnicos;
- TV;
- Dirigentes;
- Jogadores;
- Empresários;
- Preparadores Físicos / Fisiologistas.

Sem dúvida também causaram enormes custos financeiros ao clube.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 01:00
comente (2 /)

Aprendi a admirar o São Paulo bem no início da década de 90. Era o time mais querido, simpático, diferente. Possuía a menor rejeição entre os grandes. A imprensa nos elevava, elogiava, respeitava. E olha que começamos a vencer mesmo somente em 1991. As pessoas amavam o São Paulo pela forma de ser, pela cordialidade, hospitalidade, respeito. Era diferente, sem ser arrogante e com nível. Foi assim até 2005/2006.

Hoje o São Paulo está metido em brigas infindáveis com todos. O nossa imagem de O MAIS QUERIDO, passou para O MAIS SOBERBO. O clube é visto como arrogante, prepotente, antipático. A rejeição é enorme, como jamais vista antes.

A inabilidade dessa diretoria não se traduz somente nas contratações, mas em toda a sua trajetória dentro e fora de campo. A cada semana surge uma confusão, declarações desnecessárias, brigas em todos os meios. A lista de confusões é extensa:

- Vários clubes;
- Federações;
- Confederações;
- Vizinhos;
- Prefeitura;
- Patrocinadores / Andrade Gutierrez;
- Técnicos;
- TV;
- Dirigentes;
- Jogadores;
- Empresários;
- Preparadores Físicos / Fisiologistas.

Seguidas reformulações de elenco, afastamentos de jogadores, trocas de técnicos. Tudo vaza de dentro do São Paulo. Assuntos internos sempre escapam. CHEGA! Acabaram com a imagem do meu clube de coração e de tantos outros que formam essa nação de R$ 18 milhões de torcedores. Hoje torcemos para um clube irreconhecível, muito distante de suas tradições que o levaram à tantas glórias.

O prejuízo que essa administração de seis anos causou ao clube, competitivamente com todos os demais fatores agregados, não pode ser desprezado pela oposição do clube para fortalecimento. Se há SãoPaulinos de verdade lá dentro, que comecem a aparecer agora. Inclusive com informações que o público, feito de trouxa, não anda sabendo. O reino do São Paulo Futebol Clube está podre.

As pessoas que se achavam muito superiores, hoje vêm que participaram diretamente de dezessete eliminações em seis anos. Se ao mesmo tempo conseguiram um tricampeonato brasileiro, o que se viu a seguir foram frequentes fracassos retumbantes.
A roda gigante da vida gira constantemente. Quem se ensoberbece, para de subir e começa a descer sem parar.

Chegou a hora do BASTA!

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 18:21
comente (0 /)

Direto e reto. Se formos considerar o prejuízo financeiro causado por tantas eliminações, o custo é altíssimo. Imagine o que o clube deixa de ganhar com cota de TV, renda do Morumbi, valorização de jogadores, exposição da marca e patrocinadores, conquista de jovens torcedores, formação de novos ídolos, venda de camisas, venda de produtos licenciados, PPV, premiações.

Vamos falar basicamente do mensurável mais próximo.Por exemplo, rendas e premiações. Podemos considerar um padrão de renda média para as finais do Paulistão em R$ 3 milhões e demais jogos decisivos importantes nas competições maiores.

No Paulistão, poderíamos ter chegado à final em três situações (2007, 2008 e 2012). Prejuízo de R$ 9 milhões somente em renda. Nesses três anos nós tínhamos todas as chances de vencer a competição, que premia o campeão em R$ 2,5 milhões. Ou seja, mais R$ 7,5 milhões perdidos. Então no total, somente no Paulistão, perdemos R$ 16,5 milhões.

Na Libertadores é pior. Em 2007, fatalmente chegaríamos à final da competição, mas saímos nas oitavas. Vamos imaginar a renda do Morumbi na média de R$ 3 milhões por jogo em fases decisivas. Perdemos R$ 9 milhões em renda. Cada fase decisiva da Libertadores equivale à R$ 455 mil em prêmio para o mandante, na média. Deixamos de ganhar, desta forma, R$ 1,8 milhões. O prêmio do vice é de R$ 1 milhão. Somando tudo chegamos à uma conta aproximada de R$ 12 milhões deixados para trás.
Em 2008, saímos nas quartas, surpreendentemente. Imaginando uma semifinal, deixamos de faturar R$ 3,5 milhões.
Em 2009, saímos na semi eliminados vexatoriamente pelo Cruzeiro! Fatalmente chegaríamos à final. Deixamos de faturar, no mínimo, R$ 4 milhões.
Em 2010, saímos novamente na semifinal eliminados pelo time inferior do Internacional. Nesse ano arrecadamos a maior renda do Morumbi jogando contra o próprio time gaúcho (R$ 4,5 milhões). Fatalmente chegaríamos à final. Deixamos de faturar, no mínimo, R$ 5,5 milhões sendo vice contra um time mexicano! A Libertadores mais fácil para vencer que já passou por nós.
No total, somente na Libertadores, não faturamos R$ 25 milhões nesses anos. Não conto 2006.

Na copa do Brasil um desastre em 2011. Deixamos de faturar ao menos R$ 3 milhões na semifinal contra o Vasco, perdendo para o Avaí nas quartas.
Em 2012, outro vexame, porque tínhamos o melhor time da competição. Caímos na semi para o Coritiba. Fatalmente seríamos campeões. Deixamos de faturar, somando renda e prêmios, R$ 7 milhões. Ou seja, em 2011 e 2013 totalizamos R$ 10 milhões em valores que deixaram de entrar para os cofres do Morumbi.

Na Sulamericana, também temos prejuízos. Vamos considerar somente 2011, pois anteriormente praticamente não valia nada e não quero agravar a tese proposta aqui. Ao ser eliminado pelo Libertad do Paraguai, deixamos de faturar R$ 3 milhões avançando à próxima fase.

No cômputo geral, somando todas essas eliminações, o clube deixou de faturar R$ 54,5 milhões aproximadamente, por baixo. Estamos falando aqui de resultados minimamente esperados pelo momento, time, elenco, sem o lado torcedor.

O “Se” não entra na contabilidade do futebol, mas é possível explicar muitas derrotas. O nosso elenco foi ficando cada vez mais deficiente à partir de 2007. Ora, sempre faltavam meias, volantes, atacantes, técnico, zagueiros ou laterais no time principal ou no elenco. Basta analisarmos que sempre tivemos deficiências fatais. Se houver erros no decorrer do texto, não importa.
Falta de meias de qualidade (começou em 2008). Falta de laterais eficientes (2007). Falta de atacantes confiáveis (à partir de 2009). Os momentos dos técnicos incertos também se iniciaram em 2010 após a saída do Ricardo Gomes. Falta de bons volantes e atacantes (2010). Em 2011, o pior ano com falta de zagueiros, laterais, volantes e técnico. Em 2012 tivemos sérias deficiências no meio e ataque, mas felizmente chegou técnico que conseguiu ao menos por ordem na casa.

O que quero demonstrar, após essa longa análise? É inadmissível um clube com o orçamento da altura do São Paulo Futebol Clube ter, seguidamente em todos os anos, um ou dois setores deficitários no time e/ou elenco.
Em 2013, por exemplo, só temos Osvaldo e Luis Fabiano no ataque. Sem comentar os volantes e os laterais, quando um é inexperiente e o outro não sabe da permanência.

A diretoria está causando prejuízos enormes com esse pensamento enxuto, magro. Time forte aumenta a exposição, torcida, audiência, chances de títulos. Abaixo segue a relação de todas as eliminações à partir de 2007, provando como o nosso clube vem se apequenando competitivamente ao passar dos anos.

Campeonato Paulista.
2007: semifinal para o São Caetano. Tínhamos melhor time.
2008: semifinal para o Palmeiras. Tínhamos melhor time.
2009: semifinal para o Corinthians.
2010: semifinal para o Santos.
2011: semifinal para o Santos.
2012: semifinal para o Santos. Tínhamos melhor time.
2013: semifinal para o Corinthians.

Libertadores.
2007: oitavas para o Grêmio. Tínhamos melhor time.
2008: quartas para o Fluminense. Tínhamos melhor time.
2009: semifinais para o Cruzeiro. Tínhamos melhor time.
2010: semifinais para o Internacional. Tínhamos melhor time.
2013: oitavas para o Atlético MG???

Copa do Brasil.
2011: quartas para o Avaí. Tínhamos melhor time, claro.
2012: semifinal para o Coritiba. Tínhamos melhor time.

Sulamericana.
2007: quartas para o Milionários COL. Tínhamos melhor time.
2008: segunda fase para o Atlético PR. Tínhamos melhor time.
2011: oitavas para o Libertad PAR. Tínhamos melhor time.

São 16 eliminações em seis anos!
Após ler esse longo texto, espero que compreendam o real motivo da nossa "falta de sorte".
Para você, em $$$, o clube deixou de ganhar quanto nesses seis anos?
R$ 54,5 milhões?

 

Wender Peixoto

postado por Wender às 00:54
comente (0 /)

Calma pessoal, vejam. Com a expulsão do Lúcio, o Ney Franco teve que tirar o Ademílson para por o Rhodolfo, que a meu ver também falhou no gol do Gaúcho. Fomos para o intervalo.

Quando o time retornou, o Ney Franco teve que recuar o Jadson e o Osvaldo para formar as duas linhas de quatro jogadores para apertar o toque de bola do Patético. Na primeira linha havia P. Miranda, Toloi, Rhodolfo e Carleto.
Já na segunda linha tínhamos Jadson, Denílson, Wellington e Osvaldo. O Ganso ficou centralizado na frente para cadenciar o jogo e segurar a bola.

Jadson e Osvaldo nunca formariam um linha segura de marcação no meio. E foi difícil ver a segunda linha de marcação corretamente formada. O correto seria trocar o Jadson pelo Rodrigo Caio para ganharmos poder um poder de marcação maior. Poderíamos ter segurado mais o jogo com três volantes no meio.

O leite já derramou, não adianta chorar, mas com dez jogadores poderíamos ter visto uma formação mais cautelosa. A saída de jogo seria somente com o Osvaldo, pois a ideia seria apertar o toque de bola deles sem permitir a aproximação da grande área.

Não acompanho os treinamentos, mas os técnicos deveriam também prever situações como essas treinando o time com dez jogadores. Nosso time estava desorganizado em campo.

Para quem não se lembra, em 2009, nós enfrentamos o Grêmio em Porto Alegre com oito jogadores no segundo tempo e empatamos. As duas linhas funcionaram perfeitamente. Até o Chelsea conseguiu enfrentar o Barcelona, fora de casa com um a menos, utilizando corretamente as famosas linhas de marcação organizadas.

Longe de querer inventar novos culpados para o resultado péssimo, pois sem dúvida o Lúcio foi trágico para o time, mas poderia ter sido mais difícil para o Atlético nos vencer. Me pareceu muito fácil para eles.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 16:32
comente (2 /)

É uma situação que existe no futebol à muito tempo. Sorte de vencedor, azar de perdedor. Sorte de campeão, azar de rebaixado. Mas tudo tem explicação.

A sorte do vencedor existe quando se tem um time equilibrado, entrosado, sem deficiências. Até a arbitragem fica a favor, porque o time é mais respeitado e os jogadores jogam mais tranquilos sem reclamarem muito com os árbitros (que são humanos). É aquele time que sofre pressão, mas não toma gol pelo conjunto bem formado. Mas em uma única bola atinge o adversário em cheio. Isso é sorte? Pode ser, mas sorte acompanha somente os que erram menos e acertam mais.

O azar do perdedor existe quando se tem um time com algumas deficiências, algumas peças que não funcionam como deveriam. O azar ocorre para o time que joga bem, mas não está pronto, não é consistente, não é totalmente confiável. Quando isto ocorre, os jogadores jogam nervosos, inseguros. O time típico que pressiona, marca, joga bem, a bola não entra, não vence, porque não está totalmente formado. O azar está ao lado de quem erra mais.

Qual é o segredo para um time transformar o azar em sorte? A receita é tempo e aprimoramento reconhecendo as nossas deficiências. Devem-se reforçar os setores que todos reconhecem (torcida, comissão técnica e diretoria), na lateral direita, zaga, meio e ataque. São quatro contratações, já que estamos com uma situação financeira boa de acordo com o balanço de 2012.

Temos uma dupla de zaga sólida e confiável? Não, porque o Lúcio nunca passou confiança e o Toloi está jogando do lado errado. O Toloi é o nosso melhor zagueiro e joga fora de posição, isso é um absurdo.

Temos uma dupla de volantes sólida e confiável? Não, porque o Denílson joga sem saber se ficará e o Wellington necessita de experiência para os momentos decisivos (tem somente 22 anos).

Um time campeão se constrói a partir de uma defesa que impõe respeito. Isso passa por quatro jogadores principalmente que são os dois zagueiros e os dois volantes.

Nesta Libertadores a equipe tem mostrado uma ingenuidade impressionante em gols muito bobos, lances de inocência pura. Ontem, por exemplo, sofremos nas cobranças de lateral no primeiro tempo. O gol do Gaúcho foi de uma facilidade incrível, cabeceou sozinho, a bola veio lentamente para o gol, todos ficaram olhando e passou em frente ao Rhodolfo que não teve reação alguma de zagueiro.

O time do Atlético é bom? Sim. Mas com dez, nós não notamos duas linhas compactas de quatro jogadores para apertar o toque de bola dos caras. Cadê o cara de linha, líder, para organizar isso durante o jogo. Amigos, com 1x0 na mão aquele primeiro tempo deveria ter acabado sem sustos. Até o Atlético não sabia o que fazer no jogo, com um homem a mais no primeiro tempo.

E outra, cansei da ausência do Luis Fabiano. Os jogadores com mais bagagem do elenco têm sido os mais juvenis nos momentos que mais importam. Tomara que ele cale a minha boca lá em Minas ou no Domingo, mas até agora tem sido difícil tolerar tantas ausências decisivas.

O nosso time tem um potencial muito grande de crescimento, mas ainda está cru em matéria defensiva. Nas jogadas de ataque temos um volume bom, com qualidade. Porém, não vejo no São Paulo, por exemplo, jogadas perigosas de bola parada com jogadas aéreas quando temos faltas, escanteios. Tudo isso mostra que não temos um time exatamente pronto. A vontade e a garra tem se sobressaído à técnica muitas vezes, escondendo os nossos problemas.

Acredito que possamos passar sim por Patético e Travecos, pela qualidade individual dos nossos jogadores e a garra. Em matéria de conjunto e jogo estamos atrás desses dois times. Se não vencermos, vamos corrigir esses erros e ganhar o Brasileirão para estarmos prontos em 2014. O primeiro ano de retorno à Libertadores é sempre difícil. O time vem crescendo o futebol pouco a pouco juntamente ao trabalho do técnico. Os ajustes ocorrem naturalmente no decorrer do desenvolvimento de uma equipe.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 20:20
comente (0 /)

Estive no jogo SPFC 1x0 CAP. No intervalo houve um evento com cinco sócios torcedores dentro do campo, que ocorre em todos os jogos.

São sócios torcedores que foram contemplados a ganharam um jantar noturno no restaurante Copa do Morumbi, com direito a acompanhantes. Também conheceram todo o CT de Cotia em suas dependências. No Morumbi fizeram um tour completo, conhecendo os vestiários ontem.
Como prêmio também receberam, cada um, camisas originais autografadas e emolduradas. As camisas foram entregues pelo Vice Presidente Social Roberto Natel e demais conselheiros do clube, para todo o estádio ver. Cada um teve o nome anunciado bem como de onde vinha pelo sistema de som. Houve um do Paraná que se deu bem ontem.

Sempre bom ressaltar que o São Paulo vem oferecendo seguidas promoções nos ingressos com descontos de 50% na vermelha, laranja e azul.

Nas redes de supermercados e nos produtos habilitados tem havido bons descontos, para quem é sócio torcedor.

Logo em breve as pesquisas sobre tamanho de torcida avaliarão a quantidade de sócios torcedores de cada clube, será um fator cada vez mais relevante. O programa de sócios torcedores foi uma campanha da AmBev que deu certo e cresce a cada dia.

Vale a pena ser sócio torcedor do São Paulo Futebol Clube.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 18:14
comente (0 /)

VOCÊ SABIA?

1 – MENTIRA: Que o São Paulo foi fundado em 1930, lá na beira da Marginal do Tietê.
RESPOSTA: O São Paulo foi fundado na Praça da República, número 28, no centro de São Paulo. Foi criado por dissidentes do CA Paulistano e integrantes da Associação Atlética das Palmeiras. A sede esportiva ficava na Chácara da Floresta, na Marginal do Rio Tietê. A propriedade era utilizada pela AAP.

2 – MENTIRA: Que por má administração, o clube faliu em 1934. Que tentaram recriar o clube, mas faliram novamente. Que as dívidas contraídas nunca foram pagas pelo São Paulo, mas pelo clube vizinho, o C.R.Tietê que aceitou incorporar o terreno, ficar com as taças e pagar todas as dívidas.
RESPOSTA: Os são-paulinos negam que estivessem enfrentando dificuldades financeiras, que teriam sido provocadas, em parte, pela compra do Palácio de Trocadero. O Tietê propôs a fusão numa época em que o clube andava às rusgas com a CBD, que levou quatro de seus atletas para o a Copa do Mundo da Itália. Como o Tietê não se dedicava ao futebol, mas a outras modalidades, a diretoria tricolor rachou e a parte que ficou contra a fusão, fundou o São Paulo Futebol Clube.

3 – VERDADE: Que finalmente o clube foi fundado em 1935 sem qualquer patrimônio. O clube foi fundado por integrantes que não concordaram com a fusão com o Tietê. Desta vez, a reunião de fundação foi feita na Rua 11 de Agosto, número 9A. Todo material inicial alugado. Daí vem o apelido de Clube da Fé: não tinham nada e deixaram para trás a formação elitista de 19 03, acreditando na construção de uma nova agremiação.

4 – MENTIRA: Que só sobreviveram nesta terceira fundação porque se fundiram com o C.A. Estudantes da Moóca, passando a mandar seus jogos naquele bairro.
RESPOSTA: Em 12 de setembro de 1938, o São Paulo incorporou o C.A. Estudantes Paulista, que era formado por ex-integrantes do próprio São Paulo de 1930 e jogava no campo da Companhia Antarctica Paulista, no bairro da Moóca. Mas não é verdade que o São Paulo precisou desta fusão para sobreviver. Ao contrário. O clube já pagava salários de atletas do Estudantes, que tinha sido enganado por um empresário que o levou a jogar amistosos na América do Sul. Tanto que, em agosto de 1938, o São Paulo venceu um amistoso com o Corinthians (3 a 0), utilizando vários titulares que pertenciam ao Estudantes.
5 – MENTIRA: Que o São Paulo foi salvo de nova falência por um jogo beneficente entre Palestra e Corinthians, o famoso jogo da barrica, assim chamado, pois colocaram uma barrica na entrada para o povo jogar dinheiro e ajudar o São Paulo a pagar suas dívidas.
RESPOSTA: Em 3 de julho de 1938, aproveitando a paralisação dos campeonatos por causa da Copa do Mundo da França, o São Paulo organizou um ”festival” de um dia, com a participação de Corinthians, Palmeiras e Portuguesa de Desportos. O clube colocou em disputa a Taça Henrique Mündel. Os anúncios colocados nos jornais da época informavam que a entrada seria gratuita e que, quem quisesse poderia contribuir com a quantia que bem desejasse. O dinheiro arrecadado foi repassado aos jogadores do Estudantes Paulista que enfrentavam dificuldades financeiras.

6 – MENTIRA: Que neste Jogo das Barricas, Porfírio da Paz andou no meio das torcidas adversárias com a bandeira do arco-íris, esticada, para o pessoal atirar algumas esmolas na bandeira.
RESPOSTA: Trata-se de provocação explícita. A bandeira com o arco-íris foi adotada em 25 de julho de 1978, durante a San Franciso Gay Freedom Day Parade, uma manifestação organizada no bairro de Castro, maior comunidade gay dos Estados Unidos. Ou seja, bem depois do Jogo das Barricas.

7 – MENTIRA: Que em 1942, com apenas sete anos de vida e sem patrimônio, foi salvo pela II Guerra Mundial.
RESPOSTA: Na década de 40, o São Paulo começou a construir um patrimônio, mas não há uma relação direta entre o conflito mundial e o fato do clube ter se fortalecido administrativamente.

8 – MENTIRA: Que por utilizar o nome da cidade eram aliados da elite politica (racista) e por isto não aceitavam atletas negros.
RESPOSTA: Desde o primeiro jogo de sua história, em 1930, o São Paulo tinha em seu quadro o atleta negro Bino, vindo da Ponte Preta. Sem falar em Artur Friedreich, um mulato que se tornou um dos grandes nomes do futebol brasileiro.

9 – MENTIRA: Que tentaram a todo custo se apropriar do estádio Palestra Itália já que o Brasil havia declarado Guerra ao Eixo. Que não conseguindo tomar o estádio do Palestra, conseguiram ao menos tomar de graça um Clube Alemão (Germânia) lá na região da Marginal Tietê (Canindé).
RESPOSTA: O São Paulo nunca teve essa pretensão. E o clube que se fundiu ao São Paulo não foi o Germania. Em janeiro de 1942, o São Paulo iniciou um processo de incorporação da Associação Alemã de Esportes, batizada de Deutsche Sport Club. Este clube tinha uma sede alugada no Canindé, que pertencia a um casal de italianos. A DSC, pressionada pelo governo brasileiro, optou por ser incorporada por um clube brasileiro. Corinthians não se interessou. O Palestra Itália também. Em março de 42, o Conselho Deliberativo do São Paulo votou a favor. Detalhe, tudo isso aconteceu antes que o governo de Getúlio Vargas declarasse guerra aos países do Eixo.

10 – MENTIRA: Que neste mesmo ano, 1942, o São Paulo fugiu do gramado para não ser goleado pelo Palmeiras, na final do Paulistão.
RESPOSTA: O jogo foi disputado sobtensão. Pressionados pelo governo, os palestrinos tiveram que mudar de nome para “abrasileirar” o clube. De início, tentaram mudar para Palestra São Paulo. Já com o nome Palmeiras, o time entrou em campo portando a bandeira do Brasil. Os torcedores do São Paulo, que preparavam uma vaia, uniram-se aos aplausos. Mas, durante o jogo, passaram a reclamar da atuação do árbitro Jayme Rodrigues Janeiro. Ele permitiu que o jogo enveredasse para a violência. O Palmeiras vencia por 2 a 1, quando Janeiro marcou um pênalti contra o São Paulo e ainda expulsou o infrator, Virgílio. Os tricolores reclamaram e o capitão Luizinho, que já tinha passado pelo Palestra, chamou os diretores e disse que a partida estava “armada”. O time então decidiu não jogar mais. Ficou no campo até o juiz dar a partida por encerrada depois de constatar que o São Paulo não iria mais jogar.

11 – MENTIRA: Que 10 anos depois venderam para a Portuguesa o terreno que havia sido tomado de graça.
RESPOSTA: Ao incorporar o clube alemão em 1942, o São Paulo passou a pagar 80% do valor do aluguel do campo, que pertencia ao casal Vanucci, de italiano. Em 1944, o São Paulo comprou a área por 780 mil cruzeiros. O valor era quatro vezes maior do que foi investido na contratação de Leonidas da Silva. O clube só terminou de pagar esta dívida em 1951. Em 1955, vendeu o terreno para Wadi Saddi, conselheiro do próprio São Paulo e empresário do ramo de venda de carros, por 12 milhões de cruzeiros. No ano seguinte, ele vendeu o terreno para a Portuguesa de Desportos.

12 – MENTIRA: Que, como até meados da década de 50, não aceitava negros no seu elenco, para enganar diretores e torcedores os negros alisavam o cabelo e usavam um pó branco sobre a pele conhecido como pó de arroz.
RESPOSTA: Provocação. A referência é ao Fluminense no início do século 20.

13 – MENTIRA: Que um dos maiores craques do São Paulo só assumiu sua negritude quando foi jogar no Corinthians e tal fato foi tão importante para a sociedade negra do Brasil que uma empresa de alimentos criou um produto em sua homenagem.
RESPOSTA: O jogador foi Leônidas da Silva, a empresa foi a Lacta e o produto foi o chocolate Diamante Negro. Leônidas nunca jogou no Corinthians. O chocolate foi batizado com seu apelido, mas no final dos anos 30. Ele foi contratado pelo São Paulo em 1942. E Leônidas nunca escondeu suas origens raciais.

14 – MENTIRA: Que nos anos da ditadura sem explicar a origem do dinheiro, sem um clube de associados, sem rendas (pois jogava em estádios vazios pela péssima campanha), construíram o maior estádio particular do mundo. Que enquanto construía seu estádio, o São Paulo mandava seus jogos no Palestra Itália sem pagar aluguel, por caridade. Que Laudo Natel dirigente do São Paulo era Governador do Estado na época da construção do estádio. Antes mesmo de alugar o terreno do Canindé, em 1942, o São Paulo ostentava o quarto maior quadro social dos clubes de São Paulo (depois de Tietê, Corinthians e Palestra). Eram cerca de 10 mil associados que contribuíam somente para o futebol. Ajudaram a contratar Leônidas da Silva.
RESPOSTA: O estádio do Morumbi começou a ser construído em 1952 e a primeira fase, com um pouco mais de um terço do estádio pronto, foi inaugurada em 1960. A construção foi concluída em 1970, depois das obras andarem lentamente entre 1960 e 1968. Ou seja, começou 12 anos antes do golpe militar de 1964 e terminou seis anos depois. O impulso para os dois últimos anos de obras veio da venda do Carnê Paulistão, onde quem aderia pagava mensalidade e concorria a sorteios de carros e eletrodomésticos. Antes do São Paulo inaugurar a primeira parte do Morumbi, em 1960, ele mandava seus jogos no estádio do Pacaembu. Laudo Natel foi governador de São Paulo em duas ocasiões. Na primeira, em 1966, ele substituiu Ademar de Barros, que foi cassado pelo governo militar. Ficou nesta função por oito meses. Entre 1960 e 1968, as obras do Morumbi ficaram praticamente paradas. Depois, Natel voltaria ao Palácio do Governo em 1971, quando o estádio do Morumbi já tinha sido completado.

15 – MENTIRA: Que para inaugurar seu estádio (parcialmente acabado) precisou de dois jogadores do Palmeiras (Julinho e Djalma Santos) para reforçar seu time, que era medíocre demais, e arriscava apanhar no jogo de inauguração.
RESPOSTA: Para inaugurar o estádio, o São Paulo promoveu vários eventos festivos durante uma semana. No dia 2 de outubro de 1960, quando a inauguração oficial foi feita, o time paulista derrotou o Porto, de Portugal, por 1 a 0. Nesta partida, só atuaram atletas do elenco tricolor. No dia 9, numa festa de confraternização, foram convidados jogadores de outras equipes para participarem do jogo. O time de vários atletas venceu o Nacional do Uruguai por 3 a 0.

16 – MENTIRA: Que tinham o governador biônico (Laudo Natel), não eleito, imposto pela Ditadura como dirigente do clube, chegando a sentar no banco de reservas nas partidas para tirar o time da fila.
RESPOSTA: Nos anos 70, não só Laudo Natel como outros dirigentes ficavam no banco de reservas. E ele, de fato, participou de alguns jogos.

17 – VERDADE: Que o São Paulo é o único clube grande da capital que nunca vestiu a camisa da Seleção Brasileira. De fato, o São Paulo nunca representou a seleção brasileira. Mas o São Paulo é a agremiação que mais cedeu jogadores ao selecionado em Copas do Mundo: 47 convocações. E incluem nesta conta, os quatro atletas “roubados” pela CBD para o Mundial de 1934, além de Araken Patuska, “pirateado” pelo Flamengo em 1930.

18 – MENTIRA: Em 1936, primeiro uniforme do São Paulo foi dado pelo Corinthians. Um uniforme nas cores Branca, Vermelho e Preto. Que o uniforme era camisa branca com a manga direita Vermelha e a manga esquerda era Preta. Short branco com listra lateral e meias brancas.
RESPOSTA: Provocação explicita sem nenhum fundamento.

18 – MENTIRA: O São Paulo caiu no campeonato paulista de 1990.
RESPOSTA: Isso não seria possível pelo simples fato de o regulamento dizer claramente que no Paulistão de 1990 não havia descenso nem rebaixamento. Esse fato foi criado pela imprensa. No ano seguinte o São Paulo disputou novamente a série A1, sendo campeão.

Quero ver os rivais desmentirem a história deles que contêm provas em todos os lugares.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 23:24
comente (0 /)

Pessoal, aproveitando a ótima idéia da diretoria de marketing, que começa a mostrar trabalho rapidamente após a admissão do novo gerente Gilberto Ratto. Esse cara é fera. O São Paulo precisa fazer jogos exaltando as três cores, separadamente com essas ações.

Vermelho a cor da Raça.
Preto a cor da Força.
Branco a cor da Fé.

Precisa fazer um jogo de cada cor e o clube incentivaria a torcida à ir com roupas somente de uma coloração única para o espetáculo se estender para as arquibancadas. Imaginem um estádio todo vermelho, branco ou preto, exclusivamente. Se isso não for possível, devem fornecer faixas ou bandeiras pequenas de cada cor para o torcedor interagir nas arquibancadas.

Já temos a camisa branca, mas há mais uma oportunidade de fazer a camisa preta para um único jogo, explorando a brecha do estatuto que se abriu. Uma camisa preta também seria linda. O preto, entre outras coisas, simboliza a força e luta. Pesquisei razoavelmente sobre esse assunto e remete também ao significado do preto na bandeira do Estado de São Paulo. O preto também, por simbolizar força, é a cor das fardas dos batalhões de elite da polícia.

Nesse tópico gostaria de agradecer, muito, a todos os comentários naquele tópico sobre ações de marketing para o Morumbi. A interatividade com incremento de novas idéias foi sensacional até agora e estou reservando um dia para agendar uma visita à diretoria do São Paulo com a finalidade de expor tudo o que conversamos lá. As dificuldades me motivam ao contrário de desanimar, porque esse projeto é formidável.

Peço para que não deixem o assunto morrer: http://spfc.terra.com.br/forum2.asp?nID=203035
Continuem postando comentários com sugestões e novas idéias.

Não deixem esse clamor #PorUmMorumbiAindaMelhor cair no esquecimento.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 00:35
comente (0 /)

A melhor forma de se comparar épocas atuais com outras é a seguinte tanto para jogadores ou times. O mesmo serve para se comparar desempenhos atuais.

Qual foi o período de dominância daquele jogador ou time na época que existiu? Isso se traduz por títulos e anos de domínio. Raramente pode ocorrer de se ajustar essa avaliação pelo nível dos adversários concorrentes.

Sempre perguntam quem foi mais jogador Pelé ou Maradona. Alguns dizem, mas foi em épocas diferentes. Mas quem dominou por mais tempo e construiu maiores feitos?

O Pelé foi o melhor jogador por vários anos, conquistou duas copas, fez muitos gols. Conquistou mais títulos. Quando jogava na seleção era o melhor. Não havia oscilação.

E o Maradona? Oscilava mais. Não foi o melhor jogador anos e anos seguidos. Tinha picos e vales de desempenho e construiu menos feitos que o Pelé.

Quem foi melhor, Rogério Ceni ou Marcos? Quem foi mais regular no gol? Quem conquistou maiores feitos? Quem conquistou mais títulos? Pelo crivo dos números se determina facilmente quem foi melhor. Não adianta ser espetacular por dois, três anos e depois atuar pateticamente por várias temporadas e sendo até reserva. A média de atuações é o que importa.

Qual foi o melhor time separando épocas? Basta responder qual venceu mais e dominou por mais tempo. Esse Barcelona é melhor time do Barcelona de todos os tempos. O São Paulo do Telê foi o melhor time do São Paulo de todos os tempos. E figura entre os melhores times da história dos clubes brasileiros e mundiais pelo período que dominou o mundo.

O período dominante determina quem foi o melhor. Os números são importantes para limitar a força da opinião para que o gosto pessoal não seja o fator preponderante na avaliação.

O gosto pessoal contamina a pureza da opinião. O resultado é sempre o que mais importa em uma avaliação séria.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 02:53
comente (0 /)

1) É o único campeão da parada GLSBT da av. Paulista, sem contestação. Existem pesquisas de institutos sérios, etc, confirmando sempre a larga folga na primeira posição chegando até a 62% em 2013.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1103269-torcedores-do-corinthians-sao-maioria-na-parada-gay-de-sp-diz-datafolha.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u405317.shtml

http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2013/06/videos-genet/video-corinthians-e-pato-sao-eleitos-como-favoritos-na-parada-gay.html

http://i.imgur.com/urgG9wR.png

2) As fachadas dos prédios no CT de Itaquera são todas coloridas na cor lilás.

http://www.lancenet.com.br/minuto/Corinthians-inaugura-CT-Joaquim-Grava_5_609589038.html

3) Filmes pornô gays envolvendo eles. Até vazou um na web chamado corintiano-chupador onde o ator trava tem o escudo tatuado nas costas.

http://i.imgur.com/afM1Ixp.png

4) Tem o Frota, jogador do time de futebol americano deles, que fez filme com traveco. É o marketing ousado deles do time dos Travecos.

http://globoesporte.globo.com/outros-esportes/noticia/2013/03/quase-cinquentao-alexandre-frota-inicia-despedida-do-futebol-americano.html

http://www.gp1.com.br/celebridades/noticias/em-entrevista-alexandre-frota-fala-sobre-sexo-com-travesti-porno-filho-e-claudia-raia-196006.html

5) A Vera Verão pegava o Marcelinho Carioca, há muitos relatos sobre isso.

http://falamanegol.blogspot.com.br/2012/02/o-lado-obscuro-dos-jogadores-de-futebol.html

6) O famoso “homem picanha” divulgou caso com jogadores. Muitos afirmam que seria o Jorge Henrique.

http://mais.uol.com.br/view/qcji1ffyt7fw/homem-picanha-revela-seu-affair-do-corinthians-0402CD19306AC8A13326

7) Vampeta e Dinei, primeiros jogadores a posar para revista do publico gay quando jogavam lá no time dos travecos.

http://esporte.uol.com.br/futebol/biografias/129/vampeta  

http://entretenimento.band.uol.com.br/famosos/noticia/?id=100000517507

8) O Vampeta, ídolo corintiano, levou a parada GLS para a Bahia, seu estado. Tem foto junto a travestis por todo o lado.

http://esportes.terra.com.br/futebol/noticias/0,,OI803214-EI1832,00-Vampeta+e+padrinho+de+Parada+Gay+na+Bahia.html

9) Léo Áquila a mais famosa transex se declara fanaticamente corintiana. Vivian Fadel, outra boneca, solta nas redes sociais que ela e sua "amiga" estavam subindo a rua Augusta comemorando o título da Libertadores no ano passado.

http://www.youtube.com/watch?v=Unry8o5z1o4

10) Tiveram o Tevez, beijoqueiro de boca de homem (Maradona). Todos sabem.

http://esportes.terra.com.br/noticias/0,,OI374407-EI2260,00-Maradona+reaparece+e+entrega+placa+a+Tevez.html

11) O goleiro Felipe deles saiu com traveco e a foto vazou na web. E tem foto comprometedora dele.

http://passocaverde.files.wordpress.com/2009/07/felipe-corinthians.jpg

12) Por falar em goleiro, o Bruno já foi goleiro deles em 2006 (o mesmo que teve caso com o Macarrão e está preso por matar a ex-mulher).

http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/caso-bruno/2013/03/08/internas_caso_bruno,355449/saiba-mais-sobre-a-trajetoria-do-goleiro-bruno-fernandes.shtml

13) Ronaldo, após se envolver com três travestis foi contratado e virou ídolo. Aconteceu o mesmo com o Frota após o filme gay quando virou jogador deles. E tentou beijar o cunhado. É sempre assim, se tiver jogador envolvido com traveco, ele joga no Corinthians.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ronaldo-envolvido-em-incidente-com-travestis,164313,0.htm

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL770003-9825,00.html

14) Dinei, mais um ídolo, propicia cenas de travecuras na Fazenda da Record, se ridicularizando de calcinha fio dental, maquiagem e tudo mais. Mais um que tem foto na web com traveco.

http://ofuxico.terra.com.br/noticias-sobre-famosos/a-fazenda-conheca-edineide-e-bebete-os-integrantes-transformistas-da-casa/2011/08/11-115153.html

http://mais.uol.com.br/view/e28h1sxcz1jv/dinei-admite-que-ja-confundiu-travesti-com-mulher-04024C1C3160C8812326?types=A&

http://1.bp.blogspot.com/_olkaDRCQ6WM/TNx4ZJGK5ZI/AAAAAAAAAYQ/fUtDnFhv4O4/s400/190771280.jpg

15) Travestis entrevistados pelos programas A liga, CQC, Pânico e os Legendários sempre são torcedores deles.

http://www.youtube.com/watch?v=nA2I8PrWbeo

16) Fundaram até a torcida Pandora da Fiel na av. Paulista nessas paradas anuais.

http://www.youtube.com/watch?v=CXtEeoLH0YI

17) Seguidos escândalos de pedofilia nas categorias de base em 2007 investigados pela polícia.

http://www.youtube.com/watch?v=jkZypHsTNJM

http://oglobo.globo.com/esportes/pedofilia-nas-categorias-de-base-o-novo-escandalo-do-corinthians-4141808

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/preso-por-pedofilia-ex-jogador-denuncia-abusos-no-corinthians,a54bac68281da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

18) Em 2010 o presidente Andrés solta, com conhecimento de causa, “claro que existem gays no futebol”. O diretor das categorias de base é investigado por pedofilia em 2007. O ex-jogador Fabinho denunciou á policia que era abusado no Terrão em 1990.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ex-gerente-nega-abusos-nas-categorias-de-base-do-corinthians,78669,0.htm

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/preso-por-pedofilia-ex-jogador-denuncia-abusos-no-corinthians,a54bac68281da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

19) Já tiveram um técnico viado metrossexual em 2006. Ademar Braga, aquele que diziam ser o Bianchi brasileiro.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0604200602.htm

20) O Presidente da Associação GLS de São Paulo concedeu entrevista ao lance dizendo ser corintiano ativo.

http://www.lancenet.com.br/minuto/Presidente-GLS-condena-declaracao-Rosenberg_0_555544532.html

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI5353251-EI6594,00-Corintiano+representante+GLS+repudia+piada+sobre+TV+do+Sao+Paulo.html

21) Em 2012, Sheik se entrega na MTV dizendo que perderia meia hora com o repórter homossexual que o estava entrevistando. Toda hora esse cara sai rebolando por aí.

http://www.youtube.com/watch?v=Wr_wNaJZ5SQ

http://4.bp.blogspot.com/-q86mj5ezwnw/UF4mISfpiwI/AAAAAAAAE1I/tfmhGukTwEY/s640/299382_493300437347043_1385090091_n.jpg

22) Único time de futebol a ter patrocínio de camisinha nas costas, a Jontex.

http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-a/ultimas-noticias/2011/09/09/corinthians-tera-marca-de-camisinha-como-patrocinio-no-uniforme.htm

23) O time Inglês que inspirou a fundação do clube em 1910 joga com as cores rosa e chocolate.

http://www.lancenet.com.br/corinthians/aniversario-LNET-Corinthian-Casuals-Timao_0_764923720.html

http://innergeticus.wordpress.com/2010/09/01/corinthian-casuals-a-inspiracao-para-fundacao-do-corinthians-paulista/

24) O símbolo dos caras tem uma chupeta. Isto por si só já é um símbolo de traveco. Pode ser até uma referência à sua origem, quando foi fundado em um salão de cabeleireiro. Hoje no mesmo endereço funciona uma loja de roupas femininas.

https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/969422_455106751249054_862206556_n.jpg

http://www.meutimao.com.br/historia-do-corinthians/fatos-marcantes/os_presidentes_do_corinthians

http://baudocorinthians.blogspot.com.br/2010/08/1910-fundacao-do-corinthians.html

Não há duvidas, TIME DOS TRAVECOS, GAIVOYAS, GALINHAS, BEIJA-FLORES, TRAVECADA. E estádio ITRAVECÃO.

 

Mais detalhes.

Bebezinho chamando eles de travecos:

https://www.youtube.com/watch?v=MFox4hg_9zY

Vampeta amarela sobre o apelido bambi:

http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/1105918-apos-corinthians-vencer-parada-gay-vampeta-nega-ter-lancado-termo-bambi.shtml

Ronaldo Bambi:

http://www.youtube.com/watch?v=tdqRmxWU15c

Lançaram a camisa lilás em 2008:

http://www.mundo47.com.br/corinthians-lanca-camisa-para-o-publico-gay/

http://st.depositphotos.com/1435560/1341/i/950/depositphotos_13410232-Lilas--vector-seamless-pattern.jpg

David Brasil também gosta. “Visto a camisa assim só de viadagem”.

http://www.lancetv.com.br/videos/VIDEO-David-Brazil-boleiros-Total_3_975532453.html

Guerrero beijoqueiro:

https://www.youtube.com/watch?v=eryZcVhhO7g

Emerson Beija amigo íntimo:

http://esportes.terra.com.br/corinthians/emerson-publica-foto-beijando-amigo-tem-que-ser-muito-valente,6567fe95c6490410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

Nany People pega craque do Corinthians:

http://contigo.abril.com.br/noticias/nelson-rubens-diz-que-nany-people-teve-caso-com-craque-do-corinthians

A Nike patrocina os travecos:

http://colunas.revistaepocanegocios.globo.com/negociosfc/2013/04/12/a-procura-da-nike-por-um-atleta-gay/

Compraram até tanga feminina usando nota fria:

http://blogdojuca.uol.com.br/2006/05/a-tanga-e-o-pcc/

http://mais.uol.com.br/view/t2pjn3videvl/diretor-usou-nota-de-tanga-para-justificar-gasto-diz-dualib-04024D183562DCA14326?types=A&

Jogador corintiano (Emerson Sheik) beija amigo em restaurante chic de São Paulo, comemorando uma vitória de pênalti irregular. Além dele, mais cinco quatro atletas corintianos fizeram o mesmo: Tevez, Ronaldo, Guerrero e Anderson Silva.

http://esporte.band.uol.com.br/futebol/times/corinthians/noticia/100000624181/guerrero-ja-deu-selinho-em-zagueiro-adversario.html

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL770003-9825,00.html

http://www.vooz.com.br/noticias/globo-divulgou-foto-do-ronaldo-beijando-homem-por-vinganca-4067.html

http://esportes.terra.com.br/noticias/0,,OI374407-EI2260,00-Maradona+reaparece+e+entrega+placa+a+Tevez.html

http://m.espn.com.br/noticia/340806_anderson-silva-beija-weidman-durante-pesagem-do-ufc-162

Sheik Chama Julio Cesar de lindo:

http://www.youtube.com/watch?v=vzGWNv5jgO0

Casamento gay de corintiano em Pindamonhangaba:

http://jornaltribunadonorte.net/wp-content/uploads/2013/08/EDI%C3%87%C3%83O-8250-DE-30-DE-AGOSTO-DE-2013.pdf

Bambeta pega traveco também:

http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/vampeta-fala-sobre-a-fama-de-mulherengo--travestis-e-a-vida-sexual-dos-jogadores-de-futebol-234822929.html

http://esportes.r7.com/futebol/fotos/apos-pegar-travestis-vampeta-diz-que-jogadores-tem-muitos-filhos-porque-oferta-de-mulher-e-grande-03102013#!/foto/1

Criada a torcida Gaivotas da Fiel:

http://entretenimento.r7.com/blogs/fabiola-reipert/jornalista-cria-torcida-gay-do-corinthians/2013/10/14/

Corinthians é como um puteiro, segundo Rosenberg:

http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2014/01/1394153-cartola-compara-corinthians-a-uma-casa-de-prostituicao.shtml

Verdadeiros bambis:

https://www.youtube.com/watch?v=WmwWoL63iks

Como corintiano vê mulher:

https://www.youtube.com/watch?v=nyY5sUTwGbo

Elias flagrado com Maicon:

http://g1.globonews.co/noticias/maicon-foi-cortado-da-selecao-por-ter-sido-flagrado-tendo-relacao-sexual-com-o-meia-elias

postado por Wender às 17:37
comente (6 /)

http://www.youtube.com/watch?v=Bq3Y4xCicjU

Já vi esse vídeo umas dez vezes hoje. Retrata uma saga.

1) A garra da torcida na chegada do ônibus ao estádio nas ruas. Dizem que torcida não ganha jogo, mas os jogadores se empolgaram na recepção calorosa;

2) Desde a chegada o Fabrício demonstrou o quanto é jogador de grupo e estava incentivando a todos;

3) A união do grupo antes do momento de aquecimento quando todos estavam reunidos. Observei que o Fabrício estava com a camisa de jogo desde aquele momento, impressionante;

4) O Carleto pendurando sua camiseta fazendo questão de deixar o desenho FÉ á mostra de todos. Depois a oração dele com braços erguidos segurando a camisa que usaria no jogo. Contagiante a concentração dele;

5) As palavras do Fabrício antes da oração final. "Nossa camisa tem que pesar gente, esse clube tem muita história, muita, muita. Vamos nos impor lá dentro e pegar essa energia desses 60.000 que estão aqui hoje".

6) O discurso do M1TO que dispensa detalhes. Notem que ao lado dele estava o Wellington inflamado e garanto a vocês, se ele encontrasse o Anderson Silva pela frente não sobraria nada. Ele berrava e não se continha de tanto gás de raça que havia. Impressionante;

7) O M1TO disse: "isso aqui é passar para a história. O que fizermos hoje aqui, esses caras vão nos carregar para um título só que depende da porra da gente dentro de campo". Vocês acreditam em Deus? Que isso aqui vire um inferno. Na hora que vocês subirem ao campo e verem aqueles caras lá em cima (torcida), olhem para cima, olhem onde vocês estão. Olhem o que vocês estão usando (camisa) e a oportunidade que Deus está dando a vocês como time, ser humano, pai de família. Eles querem ver história (torcida). Eles querem ver história!. Vamos lá dentro e vamos mostrar isso a eles. Vamos porra! Vamos porra! Vamos porra!".

8) Quando saíram os gols o grito da torcida foi tão alto que o som da câmera chegava a falhar;

9) A alegria do Maicon ao dizer que o Ademílson lhe confidenciou que faria um gol, e fez mesmo;

10) O placar do Morumbi informando "obrigado são paulinos". Demais;

11) O abraço geral na entrada do túnel. Contagiante até o abraço entre o lúcio e o Edson Silva. E o Wellington entrando e berrando "Ganhamos porra"!

12) Nos vestiários novamente o Fabrício cumprimentando a todos "foi show de bola porra". Era o cara mais contagiado que havia no vestiário;

13) O choro de emoção do Osvaldo sentado. Emocionante;

14) A oração final.

O Grupo de jogadores mostrou muita união.

Soberanos tricolores eu já vi muitos usuários afirmarem aqui que torcida não ganha jogo e tal. Eles não entendem a verdadeira emoção de se torcer em um estádio e sentir que o time está percebendo e recebendo a força das arquibancadas. A torcida favorável em um estádio cheio e barulhento é o 12º jogador de um time, contagia e empurra. Quem não acredita nisso, há números que provam e se quiser eu posto aqui.

O próprio Rogério Ceni disse que o Morumbi é um local especial para se jogar, estando cheio. A torcida teve grande parte nessa vitória, está provado em vídeo.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 14:53
comente (0 /)

Tem que usar os dois. Vejo algumas pessoas dizendo que não é legal utilizar o termo Soberano, pois denota arrogância. Discordo totalmente. Qual é o time mais vitorioso do futebol brasileiro em nível de importância?

Soberano = Supremo, excelso; que atinge o mais alto grau: o soberano bem.
Acima de qualquer controle; absoluto: poder soberano. Poderoso, incontestável.

Tem rival que usa o tal Todo Poderoso. Soberano sim e com orgulho para um clube que é tricampeão mundial dentro do futebol brasileiro, uma façanha.

Mas é preciso saber usar as expressões nos momentos certos.

Tem que ser Soberano quando é campeão, e;

Tem que ser o Clube da fé quando as coisas não vão bem.

O novo gerente de marketing Gilberto Ratto já começa a mostrar resultados quando fez ressurgir o termo a tempos esquecido. Lembrando que essa ação iniciou-se através do Facebook do São Paulo antes do jogo contra o Atlético e aqui no SPFC.Net.

A torcida também precisa aderir ao personagem fictício Jason e inclusive assimilar o quão legal é ter aquela máscara. Eu já tenho a minha. Há coisas que somente a torcida é capaz de engajar e não precisa de um clube para implementar.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 14:31
comente (0 /)

Deveria se trabalhar para haver o mínimo possível de falhas em algo que envolve paixão e $$$ milhões. Eu vejo futebol como um item valioso guardado no banco. Ou seja, vale milhões, envolve paixões e não pode haver falhas na segurança do item protegido.

Pessoas me dizem. Ah Peixoto, isso faz o futebol ter graça. Você realmente acha graça nisso? É justo? Não critico os árbitros e auxiliares. Hoje o futebol é rápido demais até para os olhos humanos, quanto mais fisicamente. Você acha realmente fácil marcar um impedimento, por exemplo?
Como é possível para uma pessoa prestar atenção em dois alvos simultâneos, a bola e os jogadores? Sendo que a distancia entre os dois alvos são de trinta a quarenta metros. Ah Peixoto, eles são profissionais treinados para isso. Isso é desumano!
A graça do futebol não é o erro, mas os acertos. São os belos gols que dão graça e promovem o espetáculo. O lance bonito, o jogo duramente disputado. Não os erros.

Uma das coisas que me irrita profundamente é a autoridade inquestionável dos árbitros. Dentro ou fora de campo, ao contrário dos jogadores, árbitros fazem o que querem, o que pensam. Erram constantemente e não recebem punição ou raramente são punidos. Hoje se vê muito mais jogos decididos por “juízes”. Algumas partidas onde o juiz foi muito mais relevante no resultado do que os próprios jogadores. São verdadeiros juízes por definição.
A arbitragem hoje é uma pagina feia no futebol, nojenta. E qual é a solução? Inserir o “arbitro eletrônico” urgentemente.

Ah Peixoto. Mas se fizer na primeira divisão tem que se fazer até na série D por justiça. Claro que não. Explico novamente.
Futebol é como um bem muito valioso que você precisa zelar pela segurança. Quanto mais importante for o jogo e o campeonato, mais elementos deve haver para impedir o prejuízo, dano, extravio. Como se guarda itens valiosos? Os recursos de segurança são proporcionais ao valor. Há que se levar em conta também o incalculável, a paixão e a importância pessoal. Se for um item de valor razoável, guarda-se em um cofre pessoal dentro de casa. E de grande valor guarda-se em um banco. Se for de pequeno valor só precisa estar seguro em um local que você tenha fácil acesso. Tudo é proporcional à importância. Futebol é exatamente isso.

Um jogo de série D tem a mesma importância que um jogo decisivo de série A? Claro que não. Há o mesmo impacto financeiro? Não. Existe paixão? Sim, muito menor. Então quanto mais importante for o jogo mais recursos de segurança deve haver, proporcionalmente, para garantir que grandes somas de dinheiro investidas não sejam ignoradas. Deve-se cuidar do futebol como um tesouro valioso a ser zelado, justamente pelo grande fator paixão envolvido. Futebol não é socialista, mas capitalista. É necessário dizer isso antes que alguém apregoe a igualdade de condições em um jogo São Paulo x Atlético MG e um jogo Piauiense x Amazonense.

Lances capitais para o resultado do jogo devem, obrigatoriamente, permitir o desafio da equipe supostamente prejudicada. Marcação de impedimento errado é um caso recorrente e faria parte. A mesma coisa para pênaltis. O técnico vitimado lançaria um pano vermelho no campo. O arbitro seria obrigado a parar o jogo para conferir eletronicamente, por um monitor, se a decisão foi acertada ou não, reunindo-se com os auxiliares. Se o técnico estiver certo, pênalti. Se o técnico estiver errado, haveria um escanteio contra o time dele para não banalizar o desafio. Tem que punir a equipe do técnico equivocado por ter parado o jogo.

Todo gol marcado deveria ser revisado automaticamente pelo corpo de arbitragem da partida. Ah Peixoto, novamente. Mas isso atrasaria muito o jogo parando-o. Diga-me então o que acontece em campo naquelas “reuniões” em lances polêmicos. Perde-se muito tempo de jogo, igualmente.

Postem sugestões para melhorar a arbitragem nos jogos de futebol.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 14:01
comente (0 /)

Precisamos vencer o jogo de qualquer maneira. O São Paulo tem que entrar com três atacantes, abafando a saída de bola do Atlético. Mas tem que entrar com Wellington e Fabrício no meio para segurar a bronca.
O Rodrigo Caio precisa fazer marcação individual no Ronaldinho pelo lado direito e não deixá-lo sequer beber água.

É a única formação que daria certo sem o Jadson.

Temos que ter 11 homens de verdade dentro de campo no dia 17/04. Jogar com brio. Quero ver o campo do Morumbi sem grama ao final do jogo, todo esburacado.

Nessa partida temos que utilizar o anti jogo e fazer rodízio de faltas no camisa 10 deles. Tem que catimbar o jogo todo, provocar bastante. Utilizar o cotovelo a meia força em todas as disputas de bola. Entrar com o pé elevado nas divididas. Mas com nervos controlados para não fazer besteira, dando carrinho por trás. Não pode ser burro e praticar agressão fora da disputa. Quem tem que entrar na pilha são eles e não nós.

Nada de fair play jogando bola para a lateral. Tem que jogar objetivamente pensando somente no nosso resultado. Dane-se a hipocrisia e falsa moralidade que as pessoas pregam, mas não praticam no futebol.

Pegar o jogador mais esquentado deles e provocar o jogo inteiro utilizando todos os artifícios dentro da tolerância permitida pelo arbitro do jogo. Malandragem é necessária. Nosso time é inferior tecnicamente. Temos que igualar na catimba e usar o peso da nossa camisa.

O Ney Franco precisa ser, pelo menos por um dia, sangue nos olhos. Por um dia se transformar num Scolari em decisões para acender o espírito guerreiro e brigador dos jogadores.

Em qualquer lance apitado contra nós tem que cercar o arbitro, pressionar. Mas tem que ser o time inteiro. O arbitro precisa sentir medo de apitar no Morumbi. E a torcida ir junto.

Dá para vencer eles sim usando táticas uruguaias. Tem que parar o Atlético durante todo o jogo com faltas. Mas o São Paulo precisa utilizar sua força de bastidor para escalar um arbitro favorável e irá conseguir isso por um simples motivo. O Atlético não tem tradição e peso político nenhum na Conmebol.

Outro fator. A Conmebol recebe 10% da renda dos jogos da Libertadores. O São Paulo hoje é o clube com maior capacidade para gerar renda em uma partida de futebol. O Morumbi lotado em uma oitavas de final arrecadaria quase R$ 5 milhões em um único jogo. Ou seja, meio milhão somente para eles. Como o São Paulo poderia ficar de fora?

Uma das coisas que eu faria também é levar o time para um retiro. Treinar e concentrar bem longe da pressão na semana do jogo. Isso serviria para unir mais a equipe. Tiraria o time do olho do furacão antes do jogo. Estando fora e longe da imprensa, seria mais fácil para conversar e treinar tudo isso que disse acima. Tempo há.

Para vencer é necessário querer. Futebol é uma paixão.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 23:03
comente (0 /)

Certa vez ouvi uma frase que cliente bom é o que reclama, porque evidencia oportunidades de melhoria.
No ano passado e no início deste cansamos de postar tópicos enumerando as virtudes do Ney Franco. Mas vou listar alguns equívocos inconcebíveis por parte dele que estão corroborando com a péssima fase do time:

Primeiro. A quantos jogos estamos vendo jogadores melhores no banco que o Ney Franco não deixa jogar no time principal? Alguns sequer são eventualmente relacionados para o banco como o Canete.

Segundo. A quantos jogos a torcida detona Douglas e Cortez, mas eles não saem do time principal? Já vimos jogadores serem colocados no banco, como cobrança de desempenho. Assistimos os casos do Wellington e Rhodolfo. No entanto, Douglas e Cortez não saem do time. Por quê?

Terceiro. Insistir que o time do São Paulo joga com Douglas e mais dez. Se ele não é lateral, se torna terceiro atacante. O Ney Franco considera esse jogador a peça principal do esquema. Lá na Argentina chegou a montar um falso 3-5-2, onde o Tolói virou lateral e Douglas, o terceiro atacante. Afirmou certa vez que Douglas era ideal para substituir o Lucas.

Quarto. Quando o Ney Franco colocou Ganso e Jadson “juntos”, porque ele não escalou os dois centralizados no 4-4-2 tradicional? Mas ele colocou o Jadson no lado do campo como terceiro atacante para satisfazer o seu 4-2-3-1. No segundo teste os dois jogaram “juntos” novamente e foi Ganso quem jogou no lado do campo. E ainda vem torcedor dizer que os dois não jogaram bem juntos? Mas eles não atuaram na essência de suas melhores características.

Quinto. Desde quando o Paulo Miranda se machucou, porque ele não manteve a coerência de escalar um zagueiro na lateral direita? Não temos zagueiros com boa qualidade de saída de bola para aquela faixa, enquanto não temos um lateral de peso para jogos importantes?

Sexto. Se o Aloísio é o reserva imediato do Luis Fabiano, o que ele está fazendo no time principal? Os especialistas em futebol dizem que nenhum ataque funciona com dois centroavantes, porque um deles precisaria jogar fora de suas virtudes.

Sétimo. O time vem, de forma crescente, perdendo organização tática, ocupação de espaços e padrão de jogo. Todas as vezes que vejo mais da metade dos jogadores de uma equipe rendendo abaixo do esperado, isso é resultado de falha no esquema e/ou desempenhos individuais fracos. Estamos presenciando os dois, sendo que as duas situações são de responsabilidade do comandante da comissão técnica. Ora, se um jogador não rende e compromete, coloque no banco. No entanto, se o técnico não age, assume inteira responsabilidade.

Oitavo. Desnecessárias improvisações constantes de jogadores em outras posições.

Nono. Está mostrando que não explora as melhores características dos jogadores que há no elenco, e somente consegue utilizar uma opção tática.

Décimo. O Ney Franco não tem, atualmente, canal de diálogo com os principais jogadores do elenco. Cito Luis Fabiano, Rogério Ceni, Lúcio, Ganso e talvez outro. São jogadores inteligentes, líderes por natureza e formadores de opinião. No organograma de uma equipe, se o técnico não for humilde para conversar e ouvir os líderes do elenco o ambiente de vestiário racha. O técnico perde liderança.

E só para terminar. Quanta ingenuidade do Ney Franco ao não escalar o Ganso, mesmo se estivesse em péssimo momento. Colocasse-o para jogar, transferindo toda a responsabilidade escalando ele no time principal. Se o time for mal com Ganso, coloque-o para as entrevistas para tomar pancada da imprensa.
Se o Ganso jogar mal, a culpa não é do técnico, mas de quem o contratou. Mas escalar a principal contratação da diretoria no banco é o mesmo que disparar um tiro no pé.

O torcedor também enxerga jogo e sente o ambiente. Tudo ou quase tudo escrito acima está sendo ouvido e visto a mais de um mês dentro da torcida e nos canais de imprensa.

Abs.
Peixoto.
postado por Wender às 12:51
comente (0 /)

O estádio de Itaquera está sendo concebido somente no concreto, sem acessórios (R$ 820 milhões). A construtora só vai fazer o básico do projeto com esse dinheiro. Estão fora disso, toda a infra estrutura (som, centro médico, ar condicionado, ventiladores, macas móveis, macas motorizadas, chuveiros, monitores, telões, mobília, ambulâncias, equipamentos de manutenção, estrutura de imprenssa, etc). É como uma casa nova que não tem nada dentro ou fora. O Itravecão completo ficará em R$ 1,2 Bilhão. Vai sobrar para o poder público para não haver vexame. O clube beneficiado não tem condições de arcar com esse custo. A Odebrecht está preste a parar as obras por falta de dinheiro, pode acontecer a qualquer momento.

Aguardem novidades aos que decantam “somos os melhores, mais ricos, mais poderosos”. Nem adianta vir falar de naming rights.

Há quem diga que a abertura da competição poderá ser transferida para Brasília. Até porque o Maracanã já está comprometido com o encerramento e a final. Realizar a abertura da copa na capital brasileira não seria complicado. O estádio Mané Garrincha foi construído dentro da normas FIFA e está preparado para uma eventual abertura de copa.

Ao final pode dar tudo certo (abertura), mas haverão muitas manchas. Até a oposição do clube dos travecos já está se armando para o dia que a casa cair. Por enquanto ainda tudo é lindo. As fontes abaixo lincadas comprovam o que estou dizendo:


http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/itaquerao-corinthians-tenta-impedir-paralisacao-da-obra

http://exame.abril.com.br/negocios/empresas/noticias/espera-para-ontem-emprestimo-do-itaquerao

http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/07/21/com-juros-e-assentos-extras-itaquerao-custara-mais-de-r1-bilhao.htm

http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/81486/

http://blogs.lancenet.com.br/deprima/2013/03/16/corinthians-ameaca-tirar-arena-da-copa/

Abs.

Peixoto.

postado por Wender às 16:35
comente (0 /)

A vida útil dessas novas Arenas pré-moldadas tem uma durabilidade bem inferior que a estrutura robusta do Morumbi. Converse com qualquer engenheiro civil e vão entender o que estou dizendo. A manutenção desses novos estádios será muito mais custosa que o Morumbi. Nada menos que R$30 milhões anuais.

Eu não sei se alguém aqui já leu sobre o desgaste precoce do estádio Engenhão. Vocês verão como essas arenas tão pronunciadas estarão após 10 anos. Temos outros exemplos mais recentes como o novo Mineirão e a Arena do Grêmio que já nasceram com sérios problemas.

O fato de termos um estádio clássico é motivo de orgulho para a nossa torcida. O Morumbi é um cartão postal da cidade de São Paulo. Monumento histórico.

É um estádio que impressiona e intimida.

Dizem por aí que o nosso estádio tem um campo neutro pela distância da torcida. Discordo completamente.

O tamanho gigantesco de nosso campo e do nosso estádio intimida os adversários. Eu frequento o Morumbi e todas as vezes que acesso me arrepio, pois passa uma sensação de poder e soberania pelo enorme tamanho e estilo.

Não esqueço quando demoliram o estádio de Wembley. Houve severas críticas por derrubar um estádio com tanta história e bela arquitetura. E não havia necessidade extrema para aquilo.

O modismo leva as pessoas sempre a buscarem o novo. Mas os novos estádios quadrados, chamados de arenas estarão desatualizados em 15 anos. Até porque a dinâmica arquitetônica é constante com o passar dos anos.

Pelo mundo nós vemos o quanto construções antigas são veneradas, vejamos, por exemplo, o Empire States. É um prédio modernizado, mas antigo somente na arquitetura. Todos querem conhecer para visitar e admirar, por ser histórico e bonito.

O nosso estádio tem tanto espaço interno que estão construindo até um verdadeiro shopping center lá dentro. Haverá muitas lojas naquele pavimento do anel inferior. O São Paulo vai faturar muito com os espaços cedidos.

A modernização do Morumbi irá torná-lo o mais completo estádio já visto:

- Estacionamento para 3.000 lugares. Só falta a prefeitura liberar o alvará.

- Hotel de convenções.

- Museu de futebol.

- Shopping center interno no anel inferior com mais de 80 lojas

- Arena para Shows de 25.000 lugares.

- Cobertura para os torcedores.

Com a reforma não teremos um clube arrendado por trinta anos, endividado. Ao custo de 1/4 que todos estão torrando por aí sem tudo que o Morumbi terá.

Muitos afirmam ser um estádio ultrapassado e precisa fazer um novo. Mas se alguém aqui morasse em uma casa antiga em área nobre, venderia para construir em região inferior? Ou derrubaria tudo mesmo tendo uma estrutura bem conservada para fazer outra no mesmo local?

Ou pagaria o custo de 1/4 de uma nova residência para reformar e ter uma verdadeira mansão em área nobre?

Hoje o Morumbi já é o estádio mais ocupado em eventos que não seja futebol. Em finais de semana alguns espaços são cedidos até para realização de festas e convenções quando não há jogo. É o estádio que mais fatura no Brasil, disparado. Após a reforma ampliaremos essa distância ainda mais.

Mas precisa ter paciência. A demora é compreensível, pois não somos o time do governo. Questões políticas sempre surgem nos bastidores para travar o processo. E principalmente estamos reformando a nossa casa com recursos próprios sem fazer loucuras para não deixar o clube pendurado em dívidas por décadas.

Se para reformar já criam tantas polêmicas de liberação dos projetos, imaginem a construção de um novo estádio. Basta olharem para o estádio do Palmeiras e o quanto estão travados por exigências de todos os lados sem nenhum apoio ou simpatia da prefeitura e vizinhança.

O Morumbi é como um Dodge Charger antigo com chassi e estrutura intactos que precisa de uma envenenada, ajuste na suspensão e funilaria. Clássico e elegante com glamour. Mas quando encara um duelo com os outros não come poeira. Prefiro um Dodge Charger do Velozes e Furiosos que um Camaro.

Teremos um estádio Soberano e Magnífico.

postado por Wender às 13:04
comente (2 /)

Sabemos que é muito difícil um time se manter no topo por tanto tempo, rendendo em alto nível.
Também sabemos que o ciclo de um time campeão, mantido, perdura em média quatro anos.

Mas em um grupo de craques jogando à tanto tempo juntos, chega um momento que alguns atritos vêm a tona pelo desgaste da convivência.

Até por isso esse foi o maior motivo da saída do Guardiola. Sair por cima antes da lenta decadência. Além do mesmo desgaste da prolongada convivência.

O novo técnico deles não possui a mesma inspiração inovadora. A manutenção do padrão de jogo atual sem evolução leva os adversários a identificar e neutralizar os pontos fortes.

É o melhor time do mundo e não deixará de ser um timaço por algum tempo. Mas o Barcelona pode estar em uma vagarosa queda de rendimento. Já há rumores até que alguns jogadores cogitam sair, também.

Abs.
Peixoto.

postado por Wender às 23:31
comente (0 /)

Segue alguns fatos e acontecimentos históricos que envergonham um clube carcterizado por bandidagem, corrupção e quadrilhagem. São fatos que mostram um favorecimento histórico governamental. Acontecimentos que envolve muitas pessoas do clube em escandalos sexuais, sendo jogadores ou dirigentes, inclusive com praticas de pedofilia nas categorias de base. Inúmeros jogadores envolvidos em polêmicas escabrosas. Alguns elementos que evidenciam um clube com dirigentes mais investigados da história pelas insituições judiciais e policiais. E como não poderia deixar de ter, casos históricos de favorecimento do apito por interesses das instituições esportivas mais interessadas. Boa leitura.

 

- 1910: São fundados com nome inspirado no time inglês Corinthian Casuals (a matriz) que usa uniforme cor de rosa e chocolate até hoje. O time inglês disputa atualmente a 8º divisão da Inglaterra. Na origem do nome nota-se a falta de originalidade.

- 1910: O primeiro presidente foi um alfaiate (!).

- 1910: O primeiro uniforme era rosa em alusão ao time inglês. Dizem até hoje que era bege. Há uma réplica do uniforme do time inglês no Memorial do Parque São Jorge.

- 1910: A primeira sede foi um salão de cabeleireiros (!). Antigamente chamavam de barbearia. Atualmente, no mesmo endereço, há um movimentado centro de compras feminino.

- 1910: Desde a fundação já usaram oito tipos de escudos diferentes. Uma histórica falta de convicção, tradição e originalidade quanto ao símbolo que representa o clube. A "nação" que troca de bandeira toda hora. O escudo sofreu tantas alterações que hoje uns dizem parecer com despertador antigo, outros afirmam que lembra uma chupeta.

- 1910: A primeira definição popular conhecida do time foi “galo brigador do bom retiro”.

- 1913: Por imposição do presidente e da diretoria, trocam o uniforme rosa, contra a vontade da sua torcida, pelo bege para não distanciar muito a cor da camisa mãe do clube. Até hoje dizem que a primeira camisa foi bege tentando apagar sua história.

- 1913: Perdeu em primeira partida oficial disputada por 3×1 para o Germânia (atual Pinheiros).

- 1914: Por discordarem da administração alguns sócios, dirigentes e jogadores se rebelam e abandonam o clube. Por causa de dividas o clube deixou de ser elitizado e se popularizou. Os rebeldes fundam outro clube rival. Isto causou a dissenção e o racha. A história da traíragem é conhecida.

- 1915: O Corinthians faliu. Resolveu abandonar a Liga Paulista para tentar participar do Campeonato promovido pela APEA. Não obteve êxito. Quando tentou retornar à Liga não foi aceito, desta maneira o Clube apenas participou de amistosos implorados neste ano. Tal fato contribuiu para dificuldades financeiras, o que ocasionou inclusive o embargo da sede do clube. O proprietário do local fechou as portas com todos os bens do Corinthians dentro e o clube era ameaçado por cobradores de penhor. Deram o clube como falido, só que retornaram as suas atividades normais ano seguinte sorrateiramente, mudando até o escudo e dando calote.

- 1916: O Estádio da Ponte Grande foi a primeira casa do Clube. O local ficava próximo da Ponte das Bandeiras, onde hoje está localizado o Clube de Regatas Tietê. A área foi concedida ao clube pela prefeitura de São Paulo por intermédio do político Alcântara Machado. Machado atuou a favor do clube para que o terreno fosse transformado em uma praça de esportes. A aquisição do terreno foi o primeiro favorecimento publico.

- 1928: Foi campeão por W.O sobre a Portuguesa. Após claro gol irregular de Gambinha, a Lusa não quis prosseguir no jogo, que terminou antes do fim. Era o inicio do apito amigo.

- 1933: Sofrem três goleadas históricas no paulistinha para os três rivais da capital: 0×6 Santos, 1×6 São Paulo, 0×8 Palmeiras. Resultado, a sede foi invadida, atearam fogo e toda a diretoria se demitiu.

- 1938: Com gol claro de mão de Carlitos, são favorecidos e ganham o Campeonato Paulista contra o São Paulo.

- 1948: O Palmeiras vence por 6×0. Detalhe, na história dos confrontos, perde por 5×2 em jogos de grandes goleadas (de quatro gols ou mais).

- 1956: Receberam 10 milhões de cruzeiros da prefeitura como incentivo para construção do seu estádio. O projeto de Lei 5066, de 22 de outubro de 1956 beneficiou o clube, assim como São Paulo e Palmeiras. Gastaram todo o dinheiro e até hoje não possuem estádio de sua propriedade.

- 1957: Após perder o Paulista para o São Paulo a torcida enche o Pacaembu de garrafas, no episódio conhecido como “Jogo das Garrafadas I”.

- 1961: É motivo de chacota dos rivais e chamados de “faz me rir” por perder sete partidas em 11 no paulistinha.

- 1966: “Conquistam” o Rio-SP dividindo-o com mais 3 clubes.

- 1968: Completam 11 anos de freguesia sem vencer o Santos. Recorde.

- 1971: O Clube viajou à Europa para jogar um amistoso (dizem que foi em razão do aniversario do clube). Jogou contra Barbara o FK da Noruega (que já faliu). O time havia saído campeão aqui no Brasil, mas perdeu por 12x0 (doze a zero!) para o time local da 4º divisão (quarta divisão!). Vergonha nacional lá fora, após o Brasil ter sido Trimundial.

- 1974: Após perderem o Campeonato Paulista para seu arqui-rival Palmeiras, a torcida resolve expulsar do clube o maior jogador de sua história: Rivellino. O jogador vai defender o Fluminense e, por coincidência ou destino, seu primeiro jogo pelo time carioca é contra o mesmo Corinthians. Ao entrar em campo, uma faixa levada ao Maracanã pelos corintianos com os dizeres: “A Fiel já esqueceu o Ruinzinho do Parque”. Rivellino sai de campo com 3 gols marcados na vitória de 4 a 1 do Fluminense sobre o Corinthians, que já ostentava 20 anos de fila.

- 1977: Final do Paulista contra a Ponte Preta. O artilheiro ponte pretano Ruy Rei, comprado, sem motivo nenhum dá um pontapé num zagueiro corinthiano, e xinga o arbitro até ser expulso no começo do jogo. Corinthians Campeão saindo da fila de 23 anos (No Paulista!). Misteriosamente, logo depois, Ruy Rei anuncia acerto de contrato com o time favorecido.

- 1977: No jogo contra a Ponte Preta batem recorde de publico em jogo no estádio do Morumbi com 146.000 pessoas, comprovado. Detalhe, a capacidade máxima do estádio era de 120.000 torcedores. Os 26.000 travecos a mais somente caberiam sentando no colo dos demais. O maior público já registrado no Morumbi foi de 163.000 pessoas (43.000 no campo e entorno) em 1985 quando houve um congresso evangélico. Todos os demais maiores públicos em jogos teve média de 120.000 torcedores (capacidade máxima do estádio).

- 1978: A prefeitura cede um terreno público em Itaquera para a construção de seu estádio. A entrega foi feita no parque São Jorge pelo general Ernesto Geisel, que presidia o Brasil, em ato populista na época da ditadura. É o mesmo terreno público onde está sendo erguido o Itravecão. Não é de hoje que o poder público se encarrega de suprir a incompetência administrativa do clube em nome do time do “povão”.

- 1982: Depois de fazer campanha pífia no Campeonato Paulista de 1981, é obrigado a disputar a Taça de Prata do Campeonato Brasileiro de 1982, correspondente a Segunda Divisão do Torneio.

- 1987: Terminam a Copa União em último lugar (16º lugar) e só não é rebaixado pois a mesma havia sido organizada pelo Clube dos 13, e não pela CBF.

- 1988: A torcida Gaviões entoa o nome do Palmeiras no estádio. O Corinthians precisava vencer o Santos para chegar à final do Paulista, mas torcendo também para que o Palmeiras vencesse o São Paulo no outro jogo. Vencendo por 2×0, os corinthianos viram o placar eletrônico mostrar que o Palmeiras havia vencido o São Paulo por 1×0 e o locutor anunciou o resultado. Imediatamente começaram a entoar no Pacaembú o nome do rival Palmeiras.

- 1988: Realiza jogo amistoso no Pacaembu contra o clube inspirador da fundação que usa uniforme cor de rosa/chocolate, Corinthian Casuals. Ao final do jogo trocam camisas.

- 1990: Ganham primeiro titulo nacional. Após 80 anos de fundação. Inédito, mas vergonha para quem diz ser grande.

- 1991: Revoltados por terem perdido de 2 a 0 para o Flamengo em pleno Pacaembu, pela Libertadores, resolvem encher o campo do Pacaembu de garrafas, no episódio denominado “Jogo das Garrafadas II”.

- 1993: Viola imita um porco ao fazer o gol da vitória no primeiro jogo contra o Palmeiras na final do Campeonato Paulista. No jogo de volta, um sonoro 4 a 0 dá o título ao Palmeiras.

- 1994: Globo denuncia no Jornal Nacional o “Esquema Ives Mendes” de arbitragem, envolvendo os dirigentes Mário Celso Petraglia, do Atlético/PR, e Alberto Dualib. O esquema culminou no banimento de Ives Mendes do futebol e no rebaixamento do Atlético Paranaense para a segunda divisão. Ao Corinthians, misteriosamente, nada foi aplicado. Mas moralmente foi rebaixado.

- 1994: Com o time principal e jogadores como Casa Grande, Ronaldo, Branco, Viola, Biro Biro, perdem a Copa Conmebol para o time júnior do São Paulo.

- 1996: A prefeitura de São Paulo cede uma área pública de 18,4 mil metros quadrados ao clube para ser usada como estacionamento de sócios no entorno do parque São Jorge. O local é a Avenida Elisabeth de Robiano (absurdo!). Nunca pagaram aluguel à prefeitura pelo uso do local. A prefeitura entrou com ação de reintegração de posse, mas o clube contesta a ação na justiça.

- 1997: Recorde de 16 partidas seguidas sem vencer ninguém no campeonato brasileiro. Recorde de vencibilidade.

- 1998: Jogo do Castrili. Arbitro argentino rouba descaradamente a Portuguesa na semifinal do Paulista anulando 2 gols legítimos da Lusa e marcando um pênalti de mão que não existiu. Desclassificou a Portuguesa.

- 1999: Revista direcionada ao publico gay divulga ensaios com dois jogadores do Corinthians (Vampeta e Dinei seguidamente). O Corinthians é pioneiro nesse quesito.

- 1999: Jogadores do Corinthians, irritados por serem eliminados da Libertadores pelo Palmeiras à um mês, resolvem iniciar uma briga generalizada na final do Paulista, no Morumbi contra o próprio Palmeiras que havia sido campeão da Libertadores. A confusão foi iniciada pelo jogador Edilson que provocou, mas saiu correndo para não apanhar dos palmeirenses.

- 1999: Após o banco Excel falir na parceria que fazia com o time, dá um novo golpe. Fecharam parceria com a Hicks Muse. O parceiro americano ingenuamente colocou R$ 100 milhões no clube e contratou diversos jogadores no inicio. O contrato era de 10 anos, mas após 3 anos houve o rompimento após vários desacordos com o Clube. Ficou famosa a frase que Dualib disse ao seu vice e companheiro, Nesi Curi. "A gente traz os investidores estrangeiros e depois dá um bico neles e fica com o dinheiro".

- 2000: É convidado, misteriosamente, a participar de um Torneio denominado “Mundial de Clubes”, aqui no Brasil. Detalhes interessantes: o Corinthians não era campeão continental e o patrocinador do Torneio, Traffic, era um dos parceiros do Corinthians. Coincidentemente, só passou de fase por um gol marcado do zagueiro Fabio Luciano que não entrou 20cm. O arbitro validou o gol contra decisão do bandeirinha. Ao vencer a competição, a própria FIFA enviou fax chancelando o título após sete anos em 2007.

- 2000: Sofre uma sequência de 10 derrotas seguidas e é desafiado para um amistoso pelo Íbis, conhecido como “o pior time do mundo” naquele ano. AMARELOU para o desafio! Terminou a Copa João Havelange em último e não caiu porque o torneio não foi organizado pela CBF.

- 2001: Jogadores consomem cocaína nas categorias Juvenil e Juniores. A Placar fez uma denúncia em Março de 2001 apontando e testemunhando até trafico de drogas. Em 2000 ganharam praticamente tudo, de forma mais que suspeita. Afastaram sete jogadores depois. Não houve pronunciamento ou explicação. O Clube possui atualmente oito títulos na Copa São Paulo de Futebol Junior.

- 2002: Vários erros de arbitragem a favor no primeiro jogo do Morumbi, com arbitragem de Carlos Eugênio Simon, na final da Copa do Brasil. São campeões contra o Brasiliense.

- 2003: Fazendinha e a sede do Clube são penhoradas devido a uma ação trabalhista, movida pelo atacante Luizão, ídolo no clube que não recebeu vencimentos.

- 2003: O técnico Junior fica somente uma semana no clube após ser contratado. Pede demissão ao perder clássico. Mais um recorde.

- 2003: São vergonhosamente goleados pelo Juventude de Caxias! 22º colocado! Por 6×1 no campeonato brasileiro!

- 2004: Após campanha pífia no Campeonato Paulista, só não é rebaixado, pois o São Paulo vence o Juventus da Rua Javari na última rodada com gol de Grafite.

- 2004: Com dívidas em bancos, empréstimos a vencer, protestos em cartórios e salários atrasados, os dirigentes do clube não veem saída para salvar o clube da falência. Associam-se a Kia Joorabchian (investigado pela Interpol) e sua empresa MSI. Tem inicio os escândalos de lavagem de dinheiro, máfia russa e crimes financeiros.

- 2005: Pesquisa informal do programa Mesa Redonda da TV Gazeta aponta que 45% do publico na parada GLS são corintianos. Um dos travestis corintianos entrevistados fundou informalmente a torcida organizada Pandora da Fiel (está no Youtube).

- 2005: Conquistam o campeonato brasileiro após 11 jogos anulados que o favoreceram claramente. Pedidos de desculpas de Márcio Rezende após erro vital no jogo contra o Inter no Pacaembu em um pênalti absurdo não marcado. Esse foi o Zveitão 2005 vencido escandalosamente. Melhor resumir o texto e parar aqui.

- 2006: Efetivou Ademar Braga, reconhecidamente viado homossexual, como seu técnico.

- 2006: São rebaixados no carnaval de São Paulo após ficar em último na classificação das escolas de samba.

- 2006: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2006: A torcida estoura o alambrado e tenta invadir o campo do Pacaembu após vergonhosa eliminação da Libertadores pelo River Plate, mas afinam pra uma dúzia de PM’s.

- 2006: Queda do 14º técnico demitido na história em clássicos contra o São Paulo, após derrota. Recorde.

- 2006: Ameaçam, xingam Tevez (argentino que jogava muito pelos Travecos, foi ídolo), chegaram a chutar o carro do jogador e ele teve que fugir. Após o episódio ele abandona o time e vai para um clube e torcida mais civilizados na Europa.

- 2006: Contratam o goleiro Bruno (o mesmo que está preso por assassinato e foi namorado do Macarrão). Ele ficou 20 dias no clube e pediu dispensa.

- 2007: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2007: Dualib ex-presidente admite que o titulo de 2005 foi ganho com esquema fraudulento. A CBF não fez nada.

- 2007: Policia apreende documentos na sede para investigar sonegação e emissão de notas frias no clube.

- 2007: Operação abafa CPI do Corinthians. Após virar alvo do Congresso e Senado no requerimento de criação da CPI do Corinthians, a CBF faz lobby por apoio politico e financeiro para esquecerem o caso. No total 75 deputados e 4 senadores voltaram atrás. Alegaram que sofreram forte pressão dos estados e CBF, porque o Brasil perderia a Copa do Mundo devido ao escândalo que atingiria muitas pessoas e instituições. A CPI foi engavetada.

- 2007: A revelação Willian (vendido depois para o Shakhtar) declarou que o Diretor da base levava os moleques para um sítio de Indaiatuba em mais um caso de pedofilia no futebol. Afirmou ao Lancenet “todo mundo sabe o que acontecia lá”.

- 2007: No final do ano já são cinco denuncias de pedofilia nas categorias de base com descrição de aliciamentos por parte de seis funcionários gestores. Com uma conduta dessas na base só poderia ser o time dos travecos desde a categoria fraldinha até o profissional. Vergonha repugnante!

- 2007: Ministério Publico investiga Alberto Dualib ex presidente por transferir bens ao Uruguai para evitar penhora da Justiça.

- 2007: São rebaixados para a série B do campeonato Brasileiro.

- 2008: Após Ronaldo se envolver com alguns travestis, é contratado como ídolo pelo time dos Travecos.

- 2008: Encerram parceria com a MSI após 4 anos. A divida do clube aumentou R$ 83,3 milhões.

- 2008: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2008: Efetivam a camisa roxa, remetendo ao primeiro ano de história quando usaram camisa rosa. A Nike lançou a “puple T shirt” até fora do Brasil.

- 2009: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2009: O vice-presidente Roque Citadini é investigado pela policia federal por recebimento de propina da Camargo Corrêa. Ele é conselheiro do Tribunal de Contas de São Paulo.

- 2009: Vaza na internet um filme pornô intitulado corintiano-chupador, contendo cenas entre homens. Nem vale a pena comentar, dizem que o marketing corintiano abrange a todos.

- 2009: Vencem a Copa do Brasil mais roubada da história. Os árbitros prejudicaram o Intumbiara (pênalti inexistente), Vasco da Gama (pênalti do Chicão não dado), Atletico Paranaense (dois pênaltis inexistentes) e Internacional (pênalti não marcado). Foi divulgado até um DVD inédito.

- 2009: São expulsos do Mundial Interclubes Sub-18, na Espanha. Após estar perdendo por 3×0 para o Real Madrid os travequinhos iniciaram uma briga generalizada, se dizendo humilhados pelos jogadores do Real. Estão suspensos da competição por cinco anos. Vergonha para o Brasil.

- 2010: Tiveram a Luz cortada pela Eletropaulo por falta de pagamento.

- 2010: Na comemoração do centenário a torcida foi ao bairro Bom Retiro e invadiu o local onde o cube foi fundado. Curiosamente o local, atualmente, é um movimentado centro de compras feminino (em 1910 era uma barbearia ou cabeleireiro). Além dos torcedores, compareceram Luis Rosenberg, Neto e Andrés Sanchez. Noticia retirada do site rede poderoso timão. Piada pronta.

- 2010: O Corinthian Casuals, time da 8º divisão inglesa, desmarca amistoso firmado com o Corinthians alegando falta de patrocínio. O jogo faria parte da celebração do centenário do clube paulista. Até o Corinthian inglês também é piada.

- 2010: Ano do centenário, vira chacota de todos os rivais e alvo de peça publicitária inédita. 100 tenário, 100 estádio, 100 títulos, 100 caráter, 100 arbitragem honesta, 100 gols do Ceni, 100 CT, 100 respeito, 100 Libertadores, 100 tenada. 100 amistoso também, todos os times convidados (Barcelona, Real Madrid e outros) recusaram para jogar contra o Corinthians.

- 2010: Ao contratar o técnico Tite, atingem a marca de 16 técnicos em dez anos. Um recorde negativo. Incompetência histórica que só se vê na série B e C.

- 2010: Destroem tudo inconformados com a classificação pífia no Carnaval 2010. No sambódromo passou a destruir o local, quebrando cadeiras, agredindo jurados, depredando tudo o que viam pela frente.

- 2010: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2010: No total, 1437 pessoas assistiram ao filme “Todo Poderoso – 100 anos de Timão”. Fiasco retumbante. O Filme recebeu R$ 2,2 milhões do governo federal através do Ministério da Cultura para ser produzido.

- 2010: O arbitro FIFA Gutemberg de Paula Fonseca denuncia esquema de favorecimento ao Corinthians no campeonato brasileiro de 2010. No jogo contra o Goiás ganho por 5×1 recebeu ligação do Presidente comissão de arbitragem Sergio Correa: “boa sorte, é jogo do timão ein”. Nota: naquele campeonato, houve sete “erros” decisivos que deram a liderança (mesmo assim conseguiram perder!).

- 2011: São vexatoriamente eliminados pelo desconhecido Tolima na fase de Pré Libertadores. Acontecimento histórico do toliminado, Tolimaday.

- 2011: Tomam o 100º gol de um goleiro (Rogério Ceni) em cobrança de falta.

- 2011: Todos os times convidados para jogarem o amistoso comemorativo do centenário recusam o convite. Barcelona, Real Madrid e outros não toparam.

- 2011: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2011: A Justiça investiga irregularidades e fraudes do presidente Andrés Sanchez. Acusação de empresas fantasmas com negócios com laranjas.

- 2011: O diretor de marketing Luis Rosenberg quis aloprar dizendo que o canal de tv fechado For Man era do São Paulo. Após a declaração, o presidente do comitê GLS repudiou, criticando o uso desse assunto como piada e reconhecendo ser corintiano. Por Érico Santos “Ele representa uma grande equipe de futebol e deve pensar antes de falar. Eu sou corintiano, torço pelo Corinthians e fiquei triste”.

- 2011: Rede de Televisão CNN em seu portal o chama de small club (pequeno clube de São Paulo).

- 2011: Após mais de cem projetos e maquetes, tem inicio a construção do Itravecão em um terreno público, com ajuda do governo federal, estadual, municipal e 75% de dinheiro público. O estádio é de propriedade de um fundo imobiliário que ficará com as receitas do estádio por 30 anos.

- 2011: Alexandre Frota, jogador do time de futebol americano do Corinthians desde 2010 concede entrevista a um repórter falando sobre o filme pornô realizado com um travesti ” Tem muito homem que é louco por uma travesti, mas fica dentro do armário. Eu não. Eu fui lá, fiz o filme”. Não é coincidência que quando há envolvimento de jogador com travestis, o Shemale Club Corinthians Paulista contrata.

- 2012: Anuncia patrocínio com a fabricante de camisinhas masculinas Jontex. Foi o primeiro clube com patrocínio desse tipo. Detalhe: patrocínio nas costas.

- 2012: O ex-jogador Fabinho (Fabio Fontes) é preso por abusar de uma criança de cinco anos. Na confissão à policia ele afirmou que seu desvio de conduta se originou nos vários abusos que sofreu nas categorias de base Terrão dos Travecos em 1990. Vergonha repugnante!

- 2012: Destroem tudo inconformados com a classificação pífia no Carnaval 2012, no sambódromo, passou a destruir o local, colocando fogo em carros alegóricos, depredando tudo o que via pela frente na Marginal Tietê (marcha dos travecos na marginal Tietê).

- 2012: Elimina o numero 24 do uniforme por natureza de questão sexual duvidosa.

- 2012: A TV Corinthians, que todos os corintianos se gabavam de ser o único clube com canal de TV, fale e fecha. A Band (já teria assumido) e o Esporte Interativo, dois canais corintianos, brigam para assumir o canal. Explicado, porque programação da Band dedica 2 horas diárias de espaço ao Corinthians.

- 2012: Andrés Sanchez envolvido em mais uma investigação. A Policia Federal encontra ligações com o chefe de quadrilha na operação Porto Seguro. Ao todo ele possui mais de seis denuncias e investigações da Justiça, Policia Civil e Policia Federal. No clube ele é conhecido como “tachinha” por cobrar participação em todas as negociações de jogadores. A torcida o considera o maior presidente da história do Clube. É o presidente de clube mais investigado da história, mas amigo do Lula.

- 2012: Vencem com larga vantagem maioria na parada GLS da av. Paulista.

- 2012: Em dez anos, na última década, tiveram 14 goleiros, a maioria frangueiros. Incompetência assim só se vê na série B e C.

- 2012: Após mais de 100 anos conquistam o primeiro titulo internacional de verdade e atravessa o oceano Atlântico, aleluia.

- 2012: O clube é avaliado como uma marca de mais de R$ 1 bilhão de reais. A noticia surpreende e causa impacto, a mídia fica louca, o assunto é manchete em todos os jornais e portais. Depois a farsa foi descoberta. A empresa que “avaliou” o clube é do próprio diretor financeiro do Clube. A BDO/RCS tem como seu proprietário o diretor financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva.

- 2012: Ao receber a taça da Libertadores, derrubam e quebram-na. Ainda depois do ocorrido convidam o ex-presidente Lula para apreciar a gafe e ver o sinistro. Depois devolvem a taça remendada para a Conmebol. Vem aí mais uma maldição?

- 2012: Após ficarem sete meses sem conseguir patrocínio o Corinthians recorre a Lula, que se compromete com a Diretoria em ajudar ao término das eleições. Após as eleições municipais terminarem o ex-presidente se mobiliza e consegue acordo com o banco estatal Caixa Econômica Federal (saiu na Veja e em todos os portais). Com suas influencias o ex-presidente alcança patrocínio de R$ 30 milhões/ano com dinheiro público/privado ao clube.

- 2013: Tentam diminuir a todo custo o valor das conquistas mundiais do futebol brasileiro anteriores a 2005, ano que a FIFA estabeleceu o mundial de clubes anualmente, utilizando o site da FIFA como argumento e alegando que somente a partir de 2005 clubes de todos os continentes participam. Chamam as competições anteriores de copa do Jipe devido ao melhor jogador da competição receber prêmio do patrocinador. Informações que eles não sabem: A Liga dos Campeões da África (competição da CAF) iniciou somente em 1997 devido a problemas políticos nos países africanos. Além disso, a competição Liga dos Campeões da Ásia (AFC) começou a valer de forma organizada em 1986, mas o formato atual foi definido somente em 2006. Está explicado porque não poderia haver mundial FIFA anteriormente com todos os continentes, porque na África, Ásia e Oceania os torneios continentais são recentes e o futebol era incipiente. Mas a própria FIFA afirma em artigos, revistas publicadas e paginas dos clubes no site dela que os clubes campeões intercontinentais são campeões mundiais. O mundial de clubes continua sendo Toyota e o melhor jogador continua recebendo o “jipe”.

- 2013: Recebem R$ 41,2 milhões de dinheiro público do governo federal para construírem o CT de formação das categorias de base.

- 2013: Começam o ano batendo recorde de pior audiência da história já registrada em transmissão de futebol aos domingos na partida contra o Paulista. O IBOPE do jogo deles transmitido pela TV Globo marcou 11 pontos.

- 2013: Estoura o maior escândalo dos estádios da Copa. Estão dando calote na Odebrecht e não estão pagando a construção do itravecão.

- 2013: Em jogo na Bolívia pela Libertadores contra o San José, torcedor corintiano atira um sinalizador naval matando uma criança boliviana no estádio. O artefato mortífero foi intencionalmente direcionado, causando a tragédia.

# time do governo

# time da imprensa

# time do apito

Sem moral nenhuma para aloprar qualquer rival.

postado por Wender às 02:07
comente (0 /)

 

A seguir seguem alguns fatos enumerados que explicam e dão fundamentos à origem do termo.

1) É o único campeão da parada GLSBT da av. Paulista, sem contestação. Existem pesquisas de institutos sérios, etc, confirmando sempre a larga folga na primeira posição. O time Inglês que inspirou a fundação do clube em 1910 joga com as cores rosa e chocolate.

2) Filmes pornô gays envolvendo eles. Até vazou um na web chamado corintiano-chupador onde o ator trava tem o escudo tatuado nas costas. Tem o Frota, jogador do futebol americano deles, que fez filme com traveco. É o marketing ousado deles.

3) A Vera Verão pegava o Marcelinho Carioca, verdade. O famoso “homem picanha” divulgou caso com jogadores. Muitos afirmam que seria o Jorge Henrique.

4) Vampeta e Dinei, primeiros jogadores a posar para revista do publico gay quando jogavam lá. O Vampeta levou a parada GLS para a Bahia, seu estado.

5) Léo Áquila a mais famosa transex se declara fanaticamente corintiana. Vivian Fadel, outra boneca, solta nas redes sociais que ela e sua "amiga" estavam subindo a rua Augusta comemorando o título da Libertadores no ano passado.

6) Tiveram o Tevez beijoqueiro de boca de homem (maradona). O goleiro Felipe saiu com travecos e a foto vazou na web. Por falar em goleiro, o Bruno já foi goleiro deles em 2006 (o mesmo que teve caso com o Macarrão e está preso por matar sua mulher).

7) Ronaldo, após se envolver com três travestis foi contratado e virou ídolo. Aconteceu o mesmo com o Frota após o filme gay protagonizado, quando virou jogador deles. Dinei, mais um ídolo, propiciou cenas de travecuras na Fazenda da Record se ridicularizando de calcinha fio dental, maquiagem e tudo mais.

8) Travestis entrevistados pelos programas A liga, CQC, Pânico e os Legendários sempre são torcedores deles. Fundaram até a torcida Pandora da Fiel na av. Paulista em uma das paradas GLS.

9) Seguidos escândalos de pedofilia nas categorias de base em 2007.  Em 2010 o presidente Andrés solta, com conhecimento de causa, “claro que existem gays no futebol”. O diretor das categorias de base é investigado por pedofilia. O ex-jogador Fabinho disse á policia que era abusado no Terrão em 1990.

10) Já tiveram um técnico viado metrossexual em 2006. Ademar Braga, aquele que diziam ser o Bianchi brasileiro. 

11) O Presidente da Associação GLS de São Paulo, Érico Santos, concedeu entrevista ao lance dizendo ser corintiano assumido. Em 2012, Sheik se entrega na MTV dizendo que perderia meia hora com o repórter homossexual que o estava entrevistando.

12) O símbolo dos caras tem uma chupeta. Isto por si só já é uma mensagem subliminar de traveco. E finalizando, o Souza que era jogador deles bate em mulher.

13) Único time de futebol a ter patrocínio de camisinha Jontex nas costas. A fachada dos prédios do CT foram pintadas na cor lilás.

Não há duvidas, TIME DOS TRAVECOS. TRAVECADA. E futuro estádio ITRAVECÃO.

postado por Wender às 23:37
comente (0 /)

O São Paulo jogou muito bem o primeiro tempo. O Abel braga colocou três atacantes e dominamos o meio. Com Luiz Fabiamo e lucas teriamos vencido o primeiro tempo. Já no segundo tempo o Abel recuou o Tiago Neves e equilibrou no meio. Quanto ao lance do primeiro gol o Rodolfo ficou indeciso e deixou o Leandro livre, com isto o Rogerio teve que sair para tentar abafar atrasado. Pareceu falha, mas não foi. O São Paulo, sendo um time e formação, contra um time considerado o melhor elenco do Brasil perderia o controle do jogo.
Destaques positivos: Toloi, Douglas, Jadson e Denilson.
Destaques negativos: Cortez e João Filipe.
Estamos encontrando a forma de jogar e sem vários jogadores importantes. Apesar da impaciencia da torcida, vi evolução no futebol praticado hoje. Não considero como boa atitude cornetar o trabalho que vem sendo feito e detonar tudo, porque tivemos uma grande melhora no time se compararmos meses anteriores. Vamos apoiar o time. Nosso clube sempre foi diferenciado e como torcedores poderiamos ser também.
postado por Wender às 23:29
comente (2 /)

Olá são paulino, este é seu novo blog!

Você pode começar a configurá-lo clicando Aqui!



SPFC.Net - Para um Grande clube, um Grande site.
SPFC.Net Blogs - Para um Grande clube, vários Grandes blogs!
postado por Wender às 23:14
comente (0 /)



1 2 3 4 5 6 [Próxima] [Última]