Hoje começa a Libertadores para o São Paulo FC, o Maior do Mundo.

E começa com gosto de finalíssima.

Logo na estreia o seu maior rival pela frente.

Como sempre um jogo de seis pontos. Três vão para o Morumbi e três saem de Itaquera.

Frio na barriga de ambas as torcidas. Devido a grande importância do jogo.

Para o Tricolor, a vitória, juntamente com a sequencia de dois jogos em casa seria o início dos sonhos.

Para o curintia a derrota juntamente com a sequência da tabela de dois jogos fora seria catastrófico.

Estou confiante em um bom resultado Tricolor hoje. O time fez boas apresentações durante a temporada, porém, enfrenta hoje seu grande desafio.

Considero empate bom resultado, devido a tabela de ambos os times.

Sobre o time, a formação ainda é um mistério; acredito que o mestre Muricy, entrará com um time bem armado em sua defesa; em duas linhas de quatro jogadores com Kardec como atacante mais recuado ajudando a marcação da saída de bola adversária.

Luis Fabiano nossa esperança de gol. O grande matador de galinha.

Meu palpite para hoje, 2 a 0 para o Tricolor.

Hoje é um jogo para Muricy Ramalho, mostrar a cara do time. É um jogo que vai pesar o estilo do treinador de motivar os jogadores, com o trabalho desempenhado no dia a dia, deixando de lado o "dopping emocional" usado por outros treinadores, que torna o time uma bomba, que pode tanto explodir o adversário como a si mesmo.

A certeza de um grande espetáculo existe. E a vitória será Tricolor.

AIDAR X TORCIDA

Não posso deixar em branco mais uma vez o descaso com o torcedor de futebol no Brasil.

Jogo na periferia de São Paulo, começando às 22:00 horas, por conseguinte terminando na madrugada.

Após o jogo serão 35 mil torcedores do curintia nas ruas e 1600 São Paulinos que só poderão sair do estádio uma hora após o termino do jogo.

O úlitmo metrô saí 00:30hr, logo, quando os São Paulino saírem do estádio não terão o transporte público disponível.

Os torcedores, disseram que iriam e voltariam a pé para o jogo, sendo duas horas de caminhada da sede da torcida até o estádio e vice-versa.

Agora imaginem o que poderia acontecer se houver encontro destes 1600 torcedores do São Paulo com um grupo de curintianos. Uma batalha campal, com tragédia certa.

As autoridades o que fazem para evitar isso? Nada.

Sou contra o fato do presidente Aidar pagar os ônibus com escolta para os torcedores irem até o estádio, porém, vejo como um mal necessário para evitar a iminente tragédia.

Fica claro também o lado político desta decisão de Aidar, que não tomou a decisão apenas para evitar a tragédia, mas juntando a fome com a vontade de comer, faz-se o bem e ganha apoio das torcidas organizada do clube.

Tudo certo e nada resolvido. Pois continuaremos com jogos neste horário absurdo para satisfazer a Rede Globo e com o descaso com os torcedores.

Certamente outros clássicos terão e com o mesmo problema deste.

Mas para os próximo, fica a dica:

Ao invés de bancar a ida dos torcedores organizados, os irresponsáveis que muitas vezes não apoiam o time, vaiam desnecessariamente, e muitas vezes cometem atos que ja nos fizeram perder mandos de campo.

Senhor presidente Aidar, faça no próximo clássico, um evento levando Sócios Torcedores que contribuem com o clube, e tenho certeza que irão lá apoiar o time em paz e serão cada vez mais fiéis ao clube que torcem.

Sem contar que tal ato fará com que aumentemos o número de adeptos ao programa de Sócios Torcedores, visto que ficará evidente os benefícios obtidos.

Portanto, ajudem quem ajuda o clube e não quem ajuda a organização chamada de "torcida organizada".

Em tempo: Há também pessoas boas na torcida organizada, bons torcedores e que contribuem ao clube, mas evidentemente, em pouca quantidade.

Sem mais e boa sorte ao Soberano São Paulo.

HASTA LA VICTORIA SIEMPRE.

 

 

 

 

 

 

postado por Rafael às 12:36
comente (0 /)

postado por Rafael às 10:51
comente (0 /)

Diante da aposentadoria do M1to, no final de 2014, é compreensível que Muricy Ramalho e a diretoria de futebol, venham a eleger Dênis como o sucessor natural da posição no primeiro semestre do ano.
Porém, como já tivemos Dênis no gol por um bom tempo, disputando inclusive a Libertadores de 2009 como titular e mais recentemente de forma comprometedora na semifinal do campeonato Paulista de 2012 contra o Santos; são poucos os torcedores que tem convicta confiança que estaremos bem servidos, mesmo apesar de algumas boas atuações do atual reserva nas oportunidades que teve em jogos normais.
Para um cargo de tão grande responsabilidade, não vejo o Dênis preparado, nem tanto por incapacidade, mas devido à grande diferença técnica entre ele e o atual titular.
Quando Rogério substituiu Zetti, sempre passou confiança à torcida, que soube ter paciência quando ele assumiu a posição; o que não vejo ser possível agora, visto que nenhum dos substitutos do atual elenco tem qualidade para suportar a pressão de grandes jogos, já que provavelmente, uma Libertadores da América estará em disputa.
Jeferson ou Diego Cavalieri seriam nomes de força e qualidade suficiente para esta transição, mas penso que como Aidar gosta de ousadia e inovações, quando se trata de contratações, a diretoria Tricolor deveria ousar mais uma vez e tentar a contratação de Petr Cech que está na reserva do Chelsea mesmo atuando em bom nível técnico na ultima temporada.
Ele não substituiria o M1to em idolatria, nem mesmo faria o torcedor deixar de olhar para a meta Tricolor e sentir a falta de goleiro artilheiro. Mas sem dúvida, seria um nome de impacto no futebol sul-americano e mundial, e traria empolgação à torcida causando um efeito contrário ao que irá acontecer quando Dênis assumir a posição.
Concordo que seja justo ao profissional que tanto tempo esperou pela aposentadoria de Rogério Ceni, que seja dele a posição de titular e tenho a certeza que no primeiro semestre isto acontecerá. Mas também acredito que o primeiro semestre é o prazo que ele terá para provar sua capacidade. Se isto não acontecer, coincidindo com o final de temporada na Europa, fica a dica para a diretoria Tricolor.
postado por Rafael às 19:59
comente (1 /)

Time Zumbi!
Esta é a impressão que o time do São Paulo tem passado.
A diretoria dentro dos seus limites, que todos sabemos, investiu em contratações.
Os jogadores contratados, tirando algumas exceções, são bons jogadores.
Mas a apatia apresentada dentro de campo, é algo que não da pra entender.
Antes do jogo o falatório é legal.
Mas é só o jogo começar e parece que os jogadores entram em uma espécie de transe coletivo.
Enquanto o adversário corre sem parar, vemos jogadores do São Paulo caminhando.
Enquanto vemos o adversário correndo, marcando, brigando pela bola, os jogadores do São Paulo assistindo a jogada se desenhar.
Quando temos a bola, uma displicência fora do comum.
Erramos passe de dois metros, com o nosso jogador desmarcado.
Raramente vemos uma tabela bem feita.
Até parece que eles não estão no jogo, que tanto faz perder ou ganhar aquela partida.
É só mais um jogo, final do mês o salário ta na conta.
Não são todos os jogadores, temos de ser justos.
Temos Rogério Ceni que joga por amor à Camisa; Welington que quando entra luta o tempo todo; Denilson, mesmo prejudicado por jogar fora de posição tem vontade; Osvaldo que demonstra motivação pelo time, Lucas mesmo vendido e não ter mais a responsabilidade em resultado com o time, demonstra uma vontade de vencer acima da média, tentando de tudo para cumprir a promessa de conquistar um titulo antes de ir para o PSG e claro, não podemos deixar de fora Luis Fabiano que sempre quando tá em campo faz o time jogar mais, sobra vontade dele quando ta em campo, briga por toda bola, grita com o time pra mandar a bola pra ele, que ele resolve, etc.
Por esta definição do Fabuloso, vejo uma necessidade urgente de mais uns dois jogadores como ele no grupo.
Lugano seria um bom nome pra suprir esta necessidade para a zaga que tem momentos de grande sono.
Precisamos também de um jogador assim para o meio campo, um volante brigador, um cão de guarde para nossa zaga e que brigue pelos nossos meias e atacantes.
Um jogador que considero bom para esta função já está no clube, e se chama Fabricio, que por várias infelicidades não conseguiu jogar ainda pra valer, outro parecido seria Guinazu, do Internacional.
Não posso imaginar que estes jogadores estejam desmotivados, pois jogar no São Paulo, por si só já é a maior motivação que há para um jogador de futebol.
Antes o problema eram alguns jogadores que estragavam o grupo, foram embora e continuou igual, depois o problema era o técnico que não sabia arrumar o time com bons jogadores, este também foi embora e o problema persiste.
Concordo que o Ney Franco necessite de tempo para dar um padrão ao time, pois ele pegou o time no meio de um campeonato de alto nível pra fazer jogar.
Ainda temos a esperança do título da Sulamericana, ou quem sabe apenas a vaga para a Libertadores pra disputar.
Mas independente de títulos o que mais entristece os torcedores tricolores, é o futebol apresentado pelo time, pois perder faz parte do jogo, mas não podemos perder sem lutar!

Isto não admitimos no São Paulo.
postado por Rafael às 09:12
comente (0 /)

Pelo que temos acompanhado nos noticiários dos últimos dias, o São Paulo tem tratado algumas de suas mais valiosas "promessas" como simples "moedas de troca", ou seja, jogadores que despontaram como futuros craques, que futuramente seriam vendidos a preços exorbitantes para algum clube europeu são hoje apenas um produto descartável pelo clube, servindo como parte do pagamento de um jogador melhor.
Parte da torcida tem criticado a postura da diretoria de desvalorizar nossas "pratas da casa", argumentando o que o São Paulo está jogando fora o investimento feito no CFA de Cotia.
A minha opinião para esta situação é que o São Paulo tem na verdade, utilizado a mídia para desprezar os jovens acomodados, que pouco se importam em vencer pelo Tricolor Paulista.
Jovens jogadores que ainda não ganharam nada, não escreveram seu nome na história de clube algum, são apenas "promessas".
Promessas que podem se cumprir ou virar mais umas das tantas decepções que vimos acontecer com jovens deslumbrados com o mundo da bola e que nunca foram os jogadores que todos sonharam.
O São Paulo está sim desprezando estes jogadores.
Se conseguirem realizar algum grande negócio com suas "promessas de craque", ótimo.
Afinal eles são "promessas", quem garante que vão ser craques. Aí o passam o problema para outro clube.
Se não acontecer nenhum grande negócio com estes jogadores neste período de negociações, também será positivo para o clube, que mostrou a estes jogadores que eles ainda são apenas "promessas" de craques, que o São Paulo Futebol Clube é muito maior do que qualquer um deles e que se não fizerem por merecer, não vestirão o manto sagrado do Tricolor, serão objetos descartáveis pelo clube.

postado por Rafael às 12:46
comente (1 /)

Saudações Tricolores,

O assunto mais comentado pelos tricolores para 2012 é a possível contratação de Nilmar.
O assunto causa alguma divergência na torcida.
Alguns gostam da idéia outros preferem outro nome, desde que seja do mesmo nível.
Considero a contratação um pouco, mas muito pouco, arriscada devido ao atleta estar em período de recuperação de uma lesão.
Este em minha opinião é o único risco.
Tecnicamente ele é um jogador como poucos atualmente, com muitas qualidades.
Atacante rápido e que precisa de poucos espaços para concluir uma jogada.
Oportunista, frio, preciso em seus arremates e decisivo.
Um jogador experiente, acostumado com decisões e a decidir jogos importantes.
Tem em sua bagagem os títulos de Campeão Brasileiro, Campeão Francês, Supercopa da França, Copa Sulamericana, Paulista e quatro vezes campeão Gaúcho.
Pela Seleção Brasileira Campeão da Copa das Confederações e Mundial Sub-20.
Mas de todas estas qualidades, tem uma que poucos sabem.
Tenho amigos que o conhecem desde criança na região de Bandeirantes e Cambará, cidades do interior do Paraná, onde Nilmar nasceu e cresceu.
Estes dizem que o mesmo é Tricolor desde criança, de vestir a camisa e brigar pelo Maior do Mundo.
Quem não lembra do episódio em um treino dos gambás, em que Nilmar brincando de goleiro, faz uma defesa e grita: "Rogéérioo".
Esta é uma qualidade que o coloca à frente de qualquer outro reforço especulado por nossa diretoria.
Sem dúvida alguma, todas características que o tornam jogador ideal para vestir o manto sagrado do São Paulo Futebol Clube.

postado por Rafael às 19:45
comente (3 /)

Olá são paulino, este é seu novo blog!

Você pode começar a configurá-lo clicando Aqui!



SPFC.Net - Para um Grande clube, um Grande site.
SPFC.Net Blogs - Para um Grande clube, vários Grandes blogs!
postado por Rafael às 14:57
comente (0 /)



1